Pretérito Perfeito

Saiba tudo sobre o pretérito perfeito, formação verbal que gera dúvidas, mas que você precisa aprender para não ter dificuldade na interpretação de textos em Espanhol no Enem.

O pretérito perfeito é uma formação verbal que expressa algo do passado, mas que continua no presente. Para funcionar perfeitamente, ele precisa de dois verbos: o verbo auxiliar HABER no presente e um outro verbo no particípio passado que expressa a ação da frase.

Vamos conhecer cada um deles para entender a mecânica desta formação verbal. Vem com a gente nesta aula revisar o pretérito perfeito para arrebentar em Espanhol no Enem!

Verbo haber:

O verbo HABER é um verbo auxiliar fundamental para a formação do pretérito perfeito, bem como, de outras formações verbais. Isoladamente, o HABER pode ser traduzido como HAVER. Porém, quando este verbo funciona como auxiliar, ele serve para que se saiba a que pessoa o verbo se refere, não é traduzido, apenas o verbo principal que aparece no particípio passado receberá uma tradução. Observe o comportamento do verbo HABER como auxiliar no pretérito perfeito:

Yo > HE
Tú > HAS
Él / Ella / Usted > HA
Nosotros (as) > HEMOS
Vosotros (as) > HABÉIS
Ellos / Ellas / Ustedes > HAN

Agora, observe sua aplicação em uma frase:

pretérito perfeito - exemplo
Exemplo de uso do pretérito perfeito. Fonte: http://www.joseferreira.com.br/blogs/lingua-espanhola/conteudos-para-praticar/preterito-indefinido-x-preterito-perfecto-compuesto/

Na imagem acima, é possível ver o uso do verbo auxiliar HABER. Ele indica que a frase está em terceira pessoa. No entanto, ao fazer a tradução, observa-se que o verbo auxiliar não aparece (VISTE O FINAL DE PERDIDOS?). Isto ocorre porque no português não existe esta formação de pretérito composto. Portanto, ao ser traduzida ao português, a frase remete a um passado simples.

Agora que o verbo auxiliar HABER foi esclarecido, passemos a outro ponto: o verbo no particípio passado. O particípio é formado pelas desinências –ADO (1ª conjugação) e –IDO (2ª e 3ª conjugação). Veja estes exemplos de verbos regulares no particípio:

AMAR > AMADO
COCINAR > COCINADO
BEBER > BEBIDO
CRECER > CRECIDO
VIVIR > VIVIDO
RECIBIR > RECIBIDO

Muitos outros verbos se comportam desta forma. Mas há alguns que são irregulares. Estes têm uma escrita diferenciada.

Conheça os verbos irregulares e como eles ficam no particípio passado:

TERMINADOS EM -ER TERMINADOS EM -IR

HACER> HECHO ABRIR> ABIERTO
PONER> PUESTO CUBRIR> CUBIERTO
RESOLVER> RESUELTO DECIR> DICHO
ROMPER> ROTO DESCUBRIR> DESCUBIERTO
VOLVER> VUELTO ESCRIBIR> ESCRITO
VER > VISTO MORIR> MUERTO
SATISFACER > SATISFECHO FREÍR> FRITO

pretérito perfeito - regular - irregular
Exemplos de pretérito perfeito regulares e irregulares. Fonte: https://clasedesabrina.wordpress.com/2015/10/02/el-preterito-perfecto/

Usos do pretérito perfeito

O pretérito perfeito é utilizado nas seguintes situações:

– Falar de ações ou situações ocorridas no passado, mas que chegam até o presente. Um aspecto que ajuda muito no uso e na identificação do pretérito perfeito é o aparecimento de marcadores temporais. Infelizmente, nem sempre eles estão presentes na frase para nos apoiar. Exemplos de marcadores temporais: “hoy”, “este año”, “últimamente”, “semana pasada”.

– Pode ser usado para expressar ações ou situações que ocorreram recentemente ou que não sejam datadas. Nesse caso costuma ser acompanhado de expressões como “hace poco” e “hace un rato”. Na imagem abaixo, observe alguns marcadores temporais referentes ao pretérito perfeito.

Marcadores temporais. Fonte: http://dicasprofessoresespanhol.blogspot.com/2013/07/como-usar-os-passados-em-espanhol-os.html
Veja o vídeo do canal do YouTube do “Prof. Diógenes Souza” e reforce seus conhecimentos:

Exercícios:

1. (ESCS DF/2012) No fragmento “ Esta vez ha vuelto para quedarse..”, a forma verbal sublinhada pode ser substituída, sem que seja alterado o significado da sentença, por:

a) volvió;

b) volvia;

c) vuelva;

d) volverá;

e) volveria.

TEXTO: 2 – Comum à questão: 2

BRICS: tomando el toro por las astas

El acuerdo de los países BRICS (Brasil, Rusia, India, China y Sudáfrica) para crear dos nuevas instituciones financieras multilaterales – un Banco de Desarrollo y um Fondo de Reservas – constituye una excelente noticia para la arquitectura financiera internacional, para los países emergentes en general y para América Latina y el Caribe en particular.

Este acuerdo, consensuado en Fortaleza, es en parte una respuesta al descontento de estos países por el escaso avance en la reforma de la arquitectura financiera global para responder a los desafíos que enfrentan lãs economías emergentes y en desarrollo.

El proceso de reforma tampoco 11 justicia al creciente peso que han asumido estas cinco economias en distintos ámbitos de la gobernanza global. Entre 2000 y 2013 los países emergentes pasaron de representar menos de 40% del PIB mundial a la mitad del mismo y esta tendencia también se refleja en el peso de este grupo de economías en la inversión, el consumo y lãs exportaciones mundiales.

El acuerdo alcanzado perfila respuestas constructivas a tres grandes desafíos de muy larga fecha que presenta el sistema financiero internacional: la gobernanza de lãs instituciones financieras multilaterales; el logro de una mayor capacidad para canalizar recursos al financiamiento del desarrollo sostenible e inclusivo; y alcanzar una mayor estabilidad financiera como bien público global.

El sistema financiero internacional se ha regido tradicionalmente por un grupo reducido de países desarrollados, quienes ostentan el mayor poder de participación, voto y decisión en los organismos internacionales. El reciente consenso de los BRICS es el acuerdo financiero multilateral más importante desde la creación de las instituciones de Bretton Woods. Será un importante incentivo para completar la arquitectura financiera global.

(www.lanacion.com.py. Adaptado.)

2. (UDESC SC/2014) A forma verbal que completa adequadamente a lacuna numerada no texto é:

a) ha hecho.

b) has hecho.

c) han hecho.

d) he hecho.

e) habéis hecho.

Gabarito:

1. A
2. A

Sobre o(a) autor(a):

Marcia é formada em Língua e Literatura Espanhola pela Universidade Federal de Santa Catarina e Especialista em Estudos Linguísticos e Literários Aplicados ao Ensino da Língua Portuguesa pela Unisul. Dá aulas de espanhol em escolas da grande Florianópolis desde 2003. Facebook: https://www.facebook.com/mcardosocanto