Coordenadas geográficas e rosa dos ventos

Você sabia que as coordenadas geográficas e a rosa dos ventos podem nos ajudar a nos localizarmos na superfície terrestre? Vamos entender de que modo elas podem nos auxiliar!

Atualmente a localização na superfície terrestre acontece por meio de dispositivos tecnológicos ou ferramentas digitais, como o GPS, os celulares e aplicativos como o Google Maps e o Google Earth. Apesar da praticidade, estes equipamentos dependem das coordenadas geográficas e da rosa dos ventos para seu funcionamento. Vamos revisá-las?

localização e coordenadas geograficas
Figura 1: Ilustração representando a simplicidade da localização nos dias de hoje.

As coordenadas geográficas são pontos de localização no globo. Esses pontos são proporcionados pelos pontos de latitude e longitude, determinados pelas linhas imaginárias do planeta Terra: os meridianos e paralelos. Estas linhas imaginárias foram criadas por convenção cartográfica com a finalidade de localização.

A distância entre as coordenadas geográficas é definida por medidas em graus, minutos e segundos, sendo 1 grau correspondente à duração de uma hora (60 minutos) e 1 minuto, correspondente a 60 segundos. Mas para compreender melhor, vamos então às definições de latitude e longitude.

Latitude

É a distância em graus em relação à linha do Equador. É determinado por linhas imaginárias que circundam a Terra e possuem sentido horizontal, conhecidas também como paralelos, sua distância varia de 0º a 90º.

A principal linha no sentido horizontal é a linha do Equador, responsável por dividir o planeta em hemisfério norte e sul. Outros principais paralelos são o Trópico de Câncer, o Trópico de Capricórnio, o Círculo Polar Ártico e o Círculo Polar Antártico. O paralelo de número zero é a linha do Equador.

Longitude

É a distância em graus em relação ao meridiano de Greenwich, determinada pelas linhas imaginárias, que cortam o planeta em sentido vertical, sua distância varia de 0º a 180º. Estas linhas são também conhecidas como meridianos.

A longitude de 0º é demarcada pelo Meridiano de Greenwich, responsável por dividir a Terra em Ocidente e Oriente (oeste e leste do globo). Todos os meridianos se encontram nos polos norte e sul e foi a partir deles que os fusos horários foram criados.

sistema de coordenadas geograficas
Figura 2: Imagem representando o sistema de coordenadas. Fonte: http://academicosdoexcel.com.br

 

Mas afinal, como são gerados os dados de localização dos aplicativos e dispositivos de localização que temos hoje nas palmas de nossas mãos?

Bem, todos os dados que nos permitem a localização em uma simples busca na internet ou em nossos celulares, são dados processados por satélites que estão em órbita fora do planeta Terra.

Os direitos de utilização destes dados processados pelos satélites são comprados pelas empresas desenvolvedoras de softwares de localização que facilitam o nosso acesso a esta informação de forma prática e eficiente. Mas nem sempre tudo foi tão prático assim.

Rosa dos ventos

Por muitos anos a localização era consultada através de instrumentos arcaicos onde não existia tanta precisão como, por exemplo, a bússola. A bússola é conhecida por utilizar o sistema da rosa dos ventos. Esse sistema é utilizado atualmente na cartografia para nos mostrar para onde, por exemplo, está o sul do mapa, ou qualquer outra orientação, norte, leste, oeste e todas as demais subdivisões da rosa dos ventos.

Figura 3: Representação clássica da rosa dos ventos.

A rosa dos ventos divide-se em pontos cardeais, colaterais e subcolaterais. Os pontos cardeais são: Norte (N), Sul (S), Leste (L) e Oeste (O).

O Norte tem como referência a Estrela Polar e é responsável por marcar a direção do Polo Norte do planeta Terra e pode ser chamado também de setentrional ou boreal. O Sul, que possui como referência astronômica a constelação do Cruzeiro do Sul, marca a direção do Polo Sul e é conhecido também como meridional ou austral.

O Leste ou oriente, é o nosso referencial para o “nascer do sol”, ou seja, é a direção na qual vemos o Sol nascer, até se por na direção Oeste (ocidente).

Como os pontos cardeais não são suficientes para a localização precisa na superfície terrestre, foram criados os pontos colaterais e os pontos subcolaterais. Os pontos colaterais são aqueles que se encontram entre os pontos cardeais, sendo eles: Nordeste, Sudeste, Noroeste e Sudoeste. Já os pontos subcolaterais, são os que se encontram entre os pontos cardeais e colaterais e podem ser analisados na imagem abaixo.

Figura 4: Representação mais lúdica da rosa dos ventos, com os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais. Fonte: http://www.multirio.rj.gov.br

 

Para complementar seu conhecimento sobre coordenadas geográficas, recomendamos os vídeos e os exercícios a seguir!

Questões sobre coordenadas geográficas

.

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22