O que foi a Guerra das Malvinas

A Guerra das Malvinas foi um conflito entre Inglaterra e Argentina que ocorreu em 1982 motivado pela posse das Ilhas Malvinas. Saiba mais neste resumo de História!

Apesar de estar a mais de 10 mil quilômetros de distância da Inglaterra e apenas a algumas centenas de quilômetros da Argentina, as ilhas Malvinas são um território do primeiro país, e não do segundo. Saiba mais sobre a Guerra das Malvinas!

A disputa pelas ilhas Malvinas vem de longa data. Na verdade, até o nome do arquipélago é questão de disputa. O nome Malvinas é como os Argentinos chamam e é reconhecido por outros países latino-americanos, inclusive o Brasil. Para os britânicos o nome do arquipélago é Falklands. O principal e último conflito pelas ilhas se deu no início da década de 1980, mais especificamente no ano de 1982.

Motivos da Guerra das Malvinas

Um dos aspectos que mais agrega valor às ilhas diz respeito à sua localização. No período da colonização, ainda na modernidade, ela já servia como um entreposto que auxiliava na navegação entre o Pacífico e o Atlântico. Os argentinos afirmam que com a independência do seu país, em 1811, as ilhas, que eram de possessão espanhola, passaram para o seu domínio.

Publicidade

Os ingleses, por sua vez, afirmam que sua posse é baseada em uma ocupação britânica ocorrida entre os anos de 1765 e 1766. Em 1833, os britânicos expulsam o governador argentino enviado para administrar as ilhas, e assim ficou a situação até 1982.

Atualmente, sua economia gira em torno da produção pecuária, pesqueira e da busca por petróleo – esta última que configura um dos maiores fatores de disputa. Devido à proximidade histórica da guerra, o assunto ainda é sensível em ambos os países, principalmente na Argentina, a principal prejudicada com o status quo.

Mapa das Ilhas MalvinasMapa do arquipélago das Malvinas. O arquipélago conta com mais de 778 ilhas, somando cerca de 12 mil km². A capital, que fica à leste, oficialmente se chama Stanley, mas os argentinos se referem à localidade como Puerto Argentino. Há duas ilhas maiores, que são chamadas pelos britânicos de West Falkland (a oeste) e East Falkland (a leste). Para os argentinos os nomes são respectivamente Ilha Gran Malvina e Ilha Soledad. Fonte: https://cutt.ly/qfgoL0I.

Argentina na década de 1980

Após a queda do ditador argentino Jorge Rafael Videla em 1981, sobe à presidência outro general, Roberto Eduardo Viola. Ele fica menos de um ano na presidência e é substituído por Leopoldo Galtieri, que irá governar até junho de 1982.

A Argentina vivia a decadência de uma ditadura militar instaurada através de um golpe no ano de 1976. O regime enfrentava grande crítica do povo argentino, que além das milhares de mortes, desaparecimentos, prisões e torturas, vivia também uma crise econômica.

Leopoldo Galtieri - Guerra das MalvinasRetrato oficial do general Leopoldo Galtieri, o terceiro ditador da Argentina. Fonte: https://cutt.ly/jfg8wpO.

Galtieri decide retomar a posse das ilhas. Isso porque queria tentar unir o povo argentino em torno de uma causa, desviar a atenção das críticas ao regime e recuperar a moral do governo e dos militares. A vitória na copa de 1978, ocorrida na Argentina e que teve os anfitriões como os próprios vencedores, já havia antes alimentado o orgulho nacional.

Ocupação argentina

Assim, no dia 2 de abril de 1982, a Argentina envia 600 soldados para iniciar a ocupação do arquipélago, que é um sucesso. Os argentinos ocupam no dia 3 de abril outras duas ilhas à leste, que pertenciam às Malvinas no período: a Ilha Geórgia do Sul e Sandwich do Sul.

A expectativa do governo e dos militares era de que fosse uma guerra curta em virtude de ter o apoio do inverno e do desgaste dos britânicos após um longo deslocamento. O governo argentino também esperava o apoio dos Estados Unidos no conflito como reconhecimento pela perseguição aos grupos de esquerda no país durante a Guerra Fria.

De fato, os Estados Unidos intervieram no conflito, mas em favor dos britânicos, que rapidamente venceram a guerra. A derrota acabou agravando a crise do regime militar. Galtieri cai logo em junho de 1982, dando lugar ao último presidente militar argentino, Reynaldo Bignone, que deixa o governo em dezembro de 1983.

Retomada britânica

Na Grã-Bretanha parlamentar, quem ocupava o cargo de primeira-ministra desde 1979 era a conservadora Margaret Thatcher. A decisão pela reação e retomada das ilhas foi rápida e ocorreu dentro de poucos dias. Dessa forma, a vitória britânica foi um fator de grande importância para a reeleição de Thatcher.

A Guerra das Malvinas é um dos principais motivos de animosidades entre argentinos e britânicos. Desde o início do conflito foram registrados casos de xenofobia e depredação de patrimônios em território argentino que fazem referência aos britânicos.

Margaret Thatcher - Guerra das MalvinasRetrato de Margaret Thatcher. A primeira-ministra britânica veste um grande casaco escuro, brincos, um broche, colar e repousa suas mãos ornadas com pulseira e anéis sobre os joelhos. Fonte: https://cutt.ly/5fgoSkz.

Os equipamentos militares britânicos eram muito superiores aos dos argentinos. Chegaram a ser enviados porta-aviões e submarinos para retomar as ilhas.

Dessa forma, no dia 1º de maio, feriado internacional do Dia do Trabalhador, os britânicos afundaram o cruzador General Belgrano com torpedos lançados a partir de um submarino nuclear. No dia seguinte, os britânicos iniciam um bombardeio com aviões sobre as ilhas, partindo de Ascensão, no meio do Oceano Atlântico.

Os argentinos também realizaram movimentos de sucesso, como a destruição do navio HMS Sheffield através de um míssil lançado por um avião. Mas o esforço argentino não foi suficiente.

Em 21 de maio, por fim, os soldados britânicos desembarcam nas ilhas e não demoram para reconquistar os territórios. Ocorrem sucessivas batalhas que culminam com a rendição dos argentinos no dia 4 de junho. Ao todo foram registradas 649 baixas do lado argentino, 3 habitantes das ilhas e 255 militares britânicos.

Videoaula sobre a Guerra das Malvinas

Revise esta aula com este vídeo do canal Nerdologia apresentado pelo historiador e professor Filipe Figueiredo e, em seguida, responda às questões:

Exercícios sobre Guerra das Malvinas

1- (UFGD MS/2017)

No início da década de 1980, mais especificamente, em 1982, ocorreu um conflito militar entre a Argentina e Reino Unido, conhecido como “Guerra das Malvinas”. Esse conflito teve como motivação a disputa pela posse e soberania política das Ilhas Malvinas/Falklands. Considerando esse enfrentamento militar, argumenta-se que:

a) A Argentina rompeu definitivamente suas relações diplomáticas e comerciais com o Reino Unido até meados da década de 1990.

b) A Guerra das Malvinas fora vencida pela Argentina, após 2 anos de muitas batalhas e mortes de seus soldados.

c) As Ilhas Malvinas, após 3 anos de conflitos bélicos, foi conquistada pelo Reino Unido. A administração política das Malvinas é realizada por um governado nomeado pela rainha da Inglaterra.

d) As Ilhas Malvinas foram praticamente destruídas pelos conflitos, pois foram 3 anos intensos de batalhas. Sua posse e soberania politica foi conquistada pelo Reino Unido

e) As relações diplomáticas entre a Argentina e o Reino Unido se reestabeleceram a partir de 1989, através dos Acordos de Madri.

2- (FMABC SP/2016)

No primeiro semestre de 1982, o Reino Unido e a Argentina envolveram-se num conflito armado pela posse das ilhas Malvinas, situadas no extremo Sul da América. O desfecho da guerra determinou

a) a vitória militar das forças armadas argentinas e a consequente instalação de um novo governo nas ilhas.

b) a assinatura de um acordo entre os países em disputa, que reconheceram a independência e autonomia política das ilhas.

c) a continuidade do domínio britânico sobre as ilhas, apoiada pela maioria da população local.

d) a intervenção de tropas norte-americanas na ilha, em defesa da democracia e da liberdade da população local.

3 – (Fac. Medicina de Petrópolis RJ/2014)

Em uma viagem pelo tempo até a ditadura, a principal missão é resgatar o amigo das mãos militares e fazer a democracia voltar ao país com a ajuda das “urnas mágicas”. A ficção dá o tom fantasioso à aventura vivida pelo personagem Zamba, mas o roteiro do desenho animado La Asombrosa Excursión de Zamba (A Surpreendente Excursão de Zamba) tem um contexto amargo do passado argentino: o regime militar que vigorou entre 1976 e 1983.

GOMBATA, Marsílea. Argentina: desenhos animados explicam ditadura para crianças. Carta Capital, Cultura – Educação. 2 jul. 2013. Disponível em: <http://www.cartacapital.com.br/cultura/ desenhos-argentinos-752.html/view>. Acesso em: 13 jul. 2013.

O declínio da ditadura e a transição para a democracia, na Argentina da década de 1980, relacionam-se tanto a fatores internos – como aquele ilustrado pelas “urnas mágicas” ficcionais mencionadas no texto – quanto a eventos ocorridos fora de seu território continental, a exemplo da(o)

a) Massacre da Praça da Paz Celestial, na China

b) Guerra Irã-Iraque, no Oriente Médio

c) Guerra das Malvinas, no Atlântico Sul

d) Eleição de Tancredo Neves, no Brasil

e) Deposição de Alfredo Stroessner, no Paraguai

4- (UERJ/2013)

Guerra das Malvinas ainda divide Argentina e Inglaterra após 30 anos

No dia 2 de abril de 2012, o início da guerra pelo controle das Ilhas Malvinas completou 30 anos. O conflito, que durou dois meses e meio, marcou uma geração de argentinos e britânicos. Para os britânicos, elas são Falkland Islands; para os argentinos, Ilhas Malvinas. No mapa, a distância para o continente sul-americano é pequena. Mas, na prática, a viagem é longa. É um voo por semana, que parte do Chile. Assim, quem sai da Argentina tem que seguir primeiro para Santiago. Quase oito horas depois, chega-se ao destino. A catedral é anglicana. O pastor prega em inglês, a língua oficial, apesar de o espanhol constar do currículo escolar. Os jovens entre 16 e 17 anos podem ir para a Inglaterra cursar uma faculdade. Tudo por conta do governo britânico. São 3 mil habitantes, 62 nacionalidades, mas só 29 argentinos.

Adaptado de http://g1.globo.com.

Ocupadas pelos britânicos a partir da década de 1830, ainda hoje, como mostra a reportagem, as ilhas mencionadas são alvo de disputas entre Reino Unido e Argentina.

A polêmica sobre o controle dessas ilhas é acentuada, na atualidade, pela seguinte característica da sociedade local:

a) persistência das rivalidades entre as etnias latinas e europeias

b) isolamento da economia em contexto de globalização capitalista

c) vigência de costumes em oposição aos ideais pan-americanistas

d) valorização do nacionalismo por meio da defesa da identidade cultural

Gabarito:
  1. E
  2. C
  3. C
  4. D

Sobre o(a) autor(a):

Os textos acima foram preparados pelo professor Angelo Antônio de Aguiar. Angelo é graduado em história pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestrando em ensino de história na mesma instituição e dá aulas de história na Grande Florianópolis desde 2016.

Compartilhe: