História e evolução da fotografia

A fotografia é uma técnica de impressão de imagens em uma superfície exposta à luz e tratada quimicamente. Saiba como foram feitas as descobertas para realizar esse processo!

Você consegue imaginar o mundo atual sem a fotografia? Esse recurso está cada vez mais presente em nosso cotidiano. É quase impossível que uma criança que habita centros urbanos nunca tenha tido contato com alguma dessas imagens, especialmente com o advento do celular. Contudo, o que vemos hoje é a evolução de um quadro histórico que vem se desenrolando desde 1826. Confira o resumo sobre a história da fotografia!

O início da história da fotografia

A fotografia é uma técnica que consiste na impressão de imagens em um papel exposto à luz e tratado quimicamente. A autoria de sua invenção, no entanto, é atribuída a diversos autores. Devido às diversas experimentações, cada um deles teve um importante papel na concepção da imagem como conhecemos hoje.

Inclusive, Aristóteles (384 a. C. – 322 a. C.) fez observações relevantes. Sentado à sombra de uma árvore, observou a imagem do sol durante um eclipse parcial, de modo a projetar-se no solo em formato de meia-lua quando seus raios passavam pelos orifícios por entre as folhas. Assim, constatou que quanto menor fosse o orifício pelo qual a luz passasse, maior seria a nitidez da imagem.

Publicidade

Já no século X, um árabe chamado de Alhaken de Basora, fez um dos primeiros relatos sobre como percebia a imagem se formando através da cortina de sua casa. Essas percepções deram embasamento e foram o pontapé inicial para os princípios do que viria a ser a câmera fotográfica.

Já no século IX, Leonardo Da Vinci (1452-1519) elaborou uma descrição de como a câmara escura – primeiro protótipo de uma câmera fotográfica – deveria ser construída. Entretanto, o estudo foi publicado somente em 1797.

A primeira fotografia

Embora ao longo dos séculos vários químicos, cientistas e farmacêuticos tenham contribuído para os princípios da fotografia, foi somente em 1826 que Joseph Nicéphore Niépce, inventor francês, fez a primeira fotografia.

Após 10 anos de tentativas, Niépce conseguiu reproduzir a imagem da janela do sótão de sua casa. Anteriormente, o artífice já havia realizado experiências diversas com um tipo de verniz de asfalto (também chamado de Betume da Judéia) aplicado em uma placa de vidro, bem como com uma mistura feita de óleos que tinha o intuito de fixar a imagem na superfície da placa.

Então, depois de expor a placa com os elementos químicos durante oito horas, Niépce conseguiu produzir a primeira fotografia da história. Seu método heliográfico (imagens gravadas com a ajuda da luz do sol), entretanto, era ineficaz para a fotografia comum. Todavia, foi Niépce o grande facilitador do advento da fotografia e quem passaria seus aprendizados e estudos para seu sucessor, Daguerre.

Primeira fotografia da históriaPrimeira fotografia da história, feita pelo inventor francês Joseph Nicéphore Niepce em 1826.

Para saber como é possível que os raios de luz formem imagens, confira nossas aulas sobre propagação da luz e sobre o olho humano – que é uma espécie de câmara escura.

Primeira câmera fotográfica

Já no ano de 1835, Louis Jacques Mandé Daguerre fez outra importante descoberta. O pintor, cenógrafo, físico e inventor francês conseguiu o novo feito de uma forma um tanto quanto inusitada.

Daguerre pegou uma chapa revestida com prata e iodeto de prata e a guardou, sem pretensão alguma, em um armário. No dia seguinte, ao abrir novamente o armário, encontrou uma imagem revelada sobre a placa. Foi desta forma “distraída” que Daguerre deu um grande passo em direção à fotografia como conhecemos hoje.

Em 1837, Daguerre já havia desvendado todo o processo, utilizando chapas de cobre sensibilizadas com prata e com tratamento de vapores de iodo para, em seguida, receber mercúrio aquecido.

Após esse processo, descobriu que, para manter a imagem impressa fixada e inalterável, bastava banhar a placa em uma solução aquecida de sal de cozinha. Foi a partir dos sucessivos estudos que o inventor idealizou o Daguerreótipo.

História da fotografia - DaguerreótipoDaguerreótipo de 1837. Fonte: http://www.resumofotografico.com/2011/09/maquina-do-tempo-daguerreotipo.html

O aparelho foi o primeiro equipamento fotográfico fabricado em escala comercial da história, sendo apresentado ao público somente em 1839. A captação da imagem era feita manualmente, com a exposição à luz de aproximadamente 25 minutos.

Embora este tenha sido um marco, da mesma forma que Niépce e Daguerre são indiscutivelmente relevantes para a história e trajetória da fotografia, eles não são considerados os únicos inventores. Diversos químicos e físicos apresentaram suas descobertas e tiveram um papel muito importante para o desenvolvimento de técnicas fotográficas.

Fotografia no século XIX

O desenvolvimento do filme colorido, em 1907, foi muito importante e um marco para a execução da técnica fotográfica. Entretanto, ainda hoje as escalas tonais proporcionadas pela fotografia em cores não são tão ricas quanto os tons de cinzas mostrados pelos filmes branco e preto.

É importante destacar o fato de que, inicialmente, a fotografia apresentava um caráter de reprodução. Durante sua história, ela teve seu significado e empregabilidade modificados. Assim, como em outros movimentos e períodos artísticos, a fotografia passou por três principais fases:

  • 1839 a 1920: fotografia antiga;
  • 1920 a 1980: fotografia moderna;
  • 1980 em diante: fotografia contemporânea.

A fotografia antiga abarca os primórdios e as primeiras descobertas. Já a fase moderna caracteriza-se especialmente pela exploração dos recursos da câmera que possibilitaram novas experimentações, bem como a busca por um objeto estético, concentrando-se na composição e na forma.

Assim, abandonou-se a preocupação de simplesmente registrar algo ou alguém, e passou-se a olhar o mundo com uma visualidade que não precisava mais ser um mero apontamento cotidiano.

Fotografia contemporânea

Já na fase da fotografia contemporânea, encontramos uma multidisciplinaridade de linguagens. Os avanços tecnológicos possibilitaram uma nova forma de produção de imagens fotográficas. A informatização abre uma fronteira para que exista um trabalho em cima da imagem produzida, levando a fotografia a outro patamar.

Atualmente, é predominante a ocorrência de imagens que possam ser facilmente incorporadas a outras linguagens visuais ou mesmo a novos recursos computacionais. É, ainda, cada vez mais usual a edição dessas imagens através de inúmeros softwares gráficos.

Outro paralelo interessante a se fazer sobre a fotografia moderna e contemporânea é o fato de que, no modernismo fotográfico, existia a “fotografia pura”. Já na contemporânea, há a presença quase unânime de edições e alterações em seus elementos e cores.

Assim, é possível afirmar que a função da fotografia foi modificando-se junto com a história. Se, em um determinado momento seu esboço originou-se a partir de uma curiosidade sobre o comportamento da luz e seus desdobramentos, em outro, na contemporaneidade, existe a função de registrar e a função artística.

Videoaula sobre a história da fotografia

Agora, assistiremos ao breve, porém muito elucidativo, vídeo do canal Ecopix Brasil sobre a invenção da fotografia:

Exercícios sobre a história da fotografia

1- (FIP – 2009 – Câmara de São José dos Campos/SP – Fotógrafo)

Até há pouco tempo, o ato de fotografar consistia em expor, por uns breves minutos, um filme – recoberto de substâncias químicas fotossensíveis – à luz. Após a exposição, o filme tinha de ser submetido a um processo de estabilização química – revelação – e, posteriormente, a imagem – o negativo – tinha de ser transferida para papel fotográfico. O slide, ou cromo, permitia o registro de uma imagem positiva, no próprio filme, com uma qualidade bem superior. A evolução tecnológica decorrente dos avanços obtidos, principalmente, na área de engenharia eletrônica trouxe, entre outras maravilhas tecnológicas, a fotografia digital, caracterizada pela:

a) possibilidade de fotografar a cores.

b) possibilidade de fotografar fora do estúdio.

c) possibilidade de fotos mais nítidas.

d) possibilidade de fotografar sem usar filme quimicamente processável.

e) possibilidade de fotografar à noite.

2- (DAE – SCS, 2015 – Cargo – Fotografia)

Complete as lacunas abaixo assinalando a alternativa correta:

________________ registrou em Agosto de 1839, na Academia de Ciências da França, o seu invento chamado de ____________.

a) Daguerre – Daguerreotipia

b) Niépce – Heliotipia

c) Talbot – Talbotipia

d) Eastman – Kodak

e) NDA

3- (Câmara Municipal de Nova Iguaçu, 2016)

Uma questão que envolve a arte da fotografia é que ela não tem um único inventor, mas vários pesquisadores que, em um mesmo momento, pesquisavam a possibilidade de fixar uma imagem com ação da luz.

Um desses fotógrafos e pesquisadores foi o responsável pela primeira foto da história e se chamava

a) Joseph Nicéphore Niépce

b) William Henry Fox Talbot

c) Louis Jacques Mandé Daguerre

d) Frederick Scott Archer

Gabarito

  1. D
  2. A
  3. A

Sobre o(a) autor(a):

Renata Gambagorte é formada em Licenciatura em Artes Visuais pela Universidade Estadual do Paraná com pós graduação em Cenografia pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente atua na rede de ensino em Curitiba. Facebook: https://www.facebook.com/renatagmbgrt

Compartilhe: