Melhores estratégias para o Sisu

Conquistar uma vaga no Sisu não depende apenas de uma boa nota no Enem. Na verdade, você precisa entender como o sistema funciona de fato e dominar as estratégias para o Sisu que vamos apresentar neste post.

O Sisu tem três tipos de candidatos: aquele que, quando chega a hora da inscrição, fica que nem barata tonta, paranoico, sem saber se está fazendo a coisa certa; aquele que acha que é só entrar no site, se inscrever e fim; e aquele que sabe como funciona o Sisu, sabe o que está fazendo e usa o sistema estrategicamente.

Nesse post, a gente te ensinar a se tornar o terceiro tipo de candidato com as melhores estratégias para o Sisu! Comece pelas dicas da Jade Philippe, diretora de conteúdo do Blog do Enem.

Muito boas estas dicas. Agora, veja o passo a passo:

1) Pesquise sobre cursos e universidades

Pode parecer uma dica tola, mas chega o dia das inscrições do Sisu e muita gente ainda nem sabe que curso quer fazer, ou onde quer estudar.

Se você ainda está em dúvida sobre seu curso, pesquise sobre ele: currículo do curso de graduação, mercado de trabalho, rotina profissional. E, se você já sabe que curso quer fazer, pesquise sobre os melhores cursos do Brasil nessa área, quais as melhores universidades, ou qual o melhor curso perto de onde você mora.

2) Decida com consciência a primeira e a segunda opções

Sabendo que curso você quer fazer e em qual universidade você quer estudar, você terá aí a sua primeira opção no Sisu: esse é o seu plano A, o seu objetivo principal.

Para a segunda opção, depende. Se você quer muito fazer um curso específico, vale a pena colocar a segunda opção para o mesmo curso, só que em outra universidade ou campus. Agora, se tem dois cursos que você gostaria de fazer, vale a pena se inscrever para cursos diferentes.

3) Faça a inscrição no primeiro dia

Nem pense em deixar para se inscrever no último dia do prazo! Isso vai limitar suas escolhas e te deixar em desvantagem em relação aos demais candidatos. O ideal é que você participe de todos os dias, o que nos leva à estratégia nº 4.

4) Acompanhe as notas de corte

As notas de corte são o elemento essencial do Sisu.

Todo dia o sistema é atualizado de acordo com as novas inscrições e, com isso, as notas de corte de cada curso são alteradas. Por este motivo, todos os dias, enquanto as inscrições estiverem abertas, você deve entrar no sistema para ver se a sua nota está acima ou abaixo da nota de corte.

Se eu estiver fora da nota de corte, devo mudar a inscrição?

Não necessariamente.

Quando uma nota de corte sobe, muitos candidatos mudam suas inscrições para opções com notas de corte mais baixas. Com isso, é comum que, no dia seguinte, a nota de corte que subiu volte a cair. Da mesma forma, aquela opção que tinha uma nota de corte menor terá recebido mais inscrições e, em consequência, a nota de corte vai subir!

Então, se a sua posição estiver só um pouquinho abaixo da nota de corte, e se for o curso ou universidade que você realmente quer, vale a pena manter a inscrição!

5) Tenha um plano B, C, D, E…

Sua nota está muito abaixo da nota de corte do curso ou da universidade que você quer? Então pode ser a hora de alterar a sua inscrição. Para isso, o ideal é que você já tenha em mente outro curso que gostaria de fazer, ou outra universidade em que gostaria de estudar.

6) Saiba suas reais possibilidades

Sim, eu sei que a estratégia nº 5 fala sobre ter um plano B. Mas também não é para se desesperar e acabar se inscrevendo em uma universidade lá do outro lado do país, só porque a nota de corte é mais baixa.

OK, você passaria. Mas poderia se mudar para lá?

Morar em outra cidade às vezes é mais caro que pagar uma faculdade particular. Você vai ter que pagar aluguel, alimentação, transporte, lazer e, claro, passagens de ônibus ou avião para visitar a família de vez em quanto.  Você vai ter dinheiro para isso, ou vai ser impossível?

Pense em até onde você pode ir, no que de fato você está disposto a fazer. Se a possibilidade de se mudar for real para você, pense nos lugares onde você moraria ou não. Pesquise minimamente sobre o custo de viver lá, se tem moradia estudantil naquela universidade, quanto custaria viajar para visitar a família.

Tudo isso vai impactar sua vida se você for morar em outra cidade!

7) Passar por passar não é uma boa ideia

Decididamente, não! Muita gente, quando vê que a nota não é suficiente para passar no curso que quer, acaba se inscrevendo para qualquer curso com nota de corte baixa, só para ter o gostinho de ser aprovado.

Mas, aí, chega na hora, e a pessoa não se matricula, porque não é o que queria. Ou então começa o curso e não gosta, porque né?

Não seja essa pessoa. Só se inscreva para um curso menos concorrido se você tiver alguma afinidade com a área, se for algo que você realmente cogita estudar. Pesquisando bem, você com certeza vai encontrar uma alternativa!

8) Inscreva-se na lista de espera

Não passou no Sisu? O jogo ainda não está perdido!

Se você não for aprovado na primeira nem na segunda opção, pode se inscrever na lista de espera para ficar com uma das vagas remanescentes. E no Sisu muita gente é chamada na lista de espera, porque vários candidatos desistem da matrícula. Então, fica tranquilo que ainda tem solução! 

Compartilhe: