O ciclo do café no Brasil – resumo com simulado de História

O longo ciclo do café no Brasil começa no consumo doméstico no século XVIII. Vira o principal produto de exportação no século XIX, e o declínio aconece em 1929. Veja 🙂

O café e seus derivados foram os principais produtos brasileiros de exportação por mais de 100 anos. Este longo ciclo do café no Brasil foi importante no desenvolvimento do país para a modernização de meios de transporte até os portos, pois o produto era principalmente de exportação.

O início do ciclo do café no Brasil está indicado na literatura como o início do século XVII, quando começaram a ser cultivadas as primeiras mudas de café, originadas inicialmente da Guiana Francesa, e para consumo doméstico. O ciclo econômico com a cultura de exportação aconteceu nos séculos XIX e XX, tornando-se o principal produto da pauta econômica internacional do país.

E, também, tivemos na época áurea do Ciclo do Café no Brasil o dominio político do país com a Oligarquia cafeeira de Minas Gerais e de São Paulo influenciando a política econômica do país  durante o Segundo Reinado, com Dom Pedro II, e mesmo depois da Proclamação da República.

Já nos governos republicados, desde 1894 e até 1929 esteve vigorando no país a “política do café com leite”, alternando na presidência da república ora um mineiro, ora um paulista.

Neste período o impulso financeiro do café gerou mudannças os centros urbanos com o mercado financeiro e uma arquitetura típica tanto no campo quanto na cidade. Os casarões dos Barões do Café marcaram as principais cidades produtoras de café e também as cidades que concentravam as operações de mercado.

Quer aprender esse conteúdo de uma maneira diferente? Cola nessa paródia do professor Felipe.

Resumo Gratuito sobre o Ciclo do Café

Veja paródia do professor Felipe um resumo super divertido sobre as principais características do Ciclo do Café no Brasil.

Muito bom este resumo sobre O Ciclo do Café no Brasil

O final do Ciclo do Café no Brasil

Duas crises marcam o final da hegemonia econômica do café e o final hegemonia política da aliança Café com Leite na presidência da república. No aspecto econômico a crise financeira de 1929 arrasta a economia mundial para o declínio, provocando uma perda de valor imediata do café enquanto produto de exportação. Ocorrem perdas de grandes estoques e mesmo de frutos que nem chegaram a ser colhidos.

E, no campo político, a chegada de Getúlio Vargas no poder em 1930 tira das estruturas de poder central as oligarquias cafeeiras, e o país orienta-se para a maior urbanização e incentivo às indústrias de transformação e de bens de capitais. Chega ao fim, em 1930, o longo ciclo do café no Brasil.

O Segundo Reinado e o Ciclo do Café

Confira na aula-resumo do professor Felipe como a força econômica do Café atuou durante a fase final do Segundo Reinado no Brasil, durante os tempos de Dom Pedro II na condição de Imperador.

Muito boa esta aula.

Simulado O Ciclo do Café no Brasil

.

.

=

E aí, com foram os seus resultados no simulado sobre O Ciclo do Café no Brasil? Acertou mais de 70% das questões? Esta é uma boa meta mínima de desempenho para você buscar.

Com pelo menos 70% de acertos no simulado você já está mostrando uma boa preparação para enfrentar as provas reais do próximo Exame Nacional do Ensino  Médio.

Agora é com você