Os objetivos do milênio

Você provavelmente já viu ou ouviu falar dos objetivos do milênio, seja na escola, ou nos veículos de comunicação. Mas afinal, qual a função destes objetivos?

Elaborados no ano 2000, os Objetivos do Milênio foram apresentados em um Evento Promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), reunindo representantes de diversas nações. Por se tratar de objetivos que visam fomentar o desenvolvimento, coisa que o Enem adora abordar, eles podem aparecer na sua prova. Então, bora revisar?

desenho com os objetivos do milênio
Figura 1: Os objetivos do milênio. Fonte: ODM Brasil.

Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio das Nações Unidas (ODMs) foram apresentados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em um evento intitulado de Cúpula do Milênio, em setembro de 2000. Neste evento, estavam presentes 191 líderes dos países membros da ONU.

Deste modo, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foram elaborados de modo a traçar ações com o objetivo de melhoria do desenvolvimento das sociedades até o ano de 2015. Os objetivos do milênio criados foram 8, sendo eles os seguintes:

Os 8 objetivos do milênio

  1. Erradicar a pobreza e a fome

Reduzir pela metade o número de pessoas que são afetadas pelas fome e a quantidade de pessoas que possuem renda menor do que US$1 por dia de trabalho. A fome está diretamente ligada aos baixos salários, a exploração de mão de obra e ao trabalho escravo, sem falar das desigualdades salariais por conta do gênero (ou sexo) e das diferentes etnias.

  1. Universalizar a educação primária

Garantir que todas as crianças possuam acesso e concluam a educação básica. Poucas nações possuem um sistema de educação básica gratuito e de fácil acesso como no Brasil, que ainda assim é precário em muitos quesitos.

  1. Igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres

Erradicar as desigualdades entre homens e mulheres em todos os níveis de educação e no mercado de trabalho. Tendo em vista que, mulheres possuem menos direitos que os homens, possuem menor oportunidades e recebem menor remuneração.

  1. Reduzir a mortalidade na infância

Reduzir a taxa de mortalidade de crianças menores que cinco anos. Em países onde o serviço de saúde é mais precário, os índices de mortalidade infantil são ainda maiores.

  1. Melhorar a saúde materna

A mortalidade de gestante, durante a gestação e durante o parto é um problema mundial grave, principalmente na África Subsaariana. Devido a melhoria do serviço público de saúde neste período, os índices de mortalidade de gestantes diminuiu no Brasil.

  1. Combater o HIV/AIDS, malária e outras doenças

Doenças de grande abrangência, como o HIV, a AIDS e a malária são responsáveis por milhões de morte. No Brasil, o tratamento do HIV no serviço público serve de modelo devido à qualidade e a gratuidade da medicação. No entanto, a malária ainda é um grande problema no Brasil.

  1. Garantir a sustentabilidade ambiental

Dentre as questões de sustentabilidade ambiental, a mais defendida nesse objetivo é a proteção da água, tendo em vista a diminuição do índice de pessoas sem acesso à água potável. No Brasil, devido a alta desigualdade social, além de diversas questões, destaca-se a importância de moradias de qualidade e regularizadas para que estas possuam o devido saneamento básico.

  1. Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento

A ideia deste objetivo surge de uma perspectiva humanitária, onde os países com melhor desenvolvimento em determinadas áreas, podem auxiliar outras nações por meio de acordos de desenvolvimento. Com estas parcerias o IDH dos países se tornaria mais elevado.

Estes objetivos de certa forma causaram algum impacto no desenvolvimento global perante as questões aqui listadas, porém, ainda estamos longe de chegar a uma solução definitiva para todos eles. A criação destas metas estimulou algumas nações a mudarem significativamente, o que trouxe melhores índices, por exemplo, em relação à fome, à diminuição da mortalidade e melhorias na educação. Acontece que outras nações regrediram em muitas destas questões ou se mantiveram estagnadas.

Para revisar os objetivos do milênio, veja a videoaula do nosso canal e resolva os exercícios em seguida 😉

Questões

Questão 01 – (Fac. Israelita de C. da Saúde Albert Einstein SP/2017)    

“Um bilhão de seres humanos […] dispõem, no começo do século XXI, de menos de um dólar por dia para viver; esse número figura no documento intitulado Objetivos do milênio para o desenvolvimento (OMD), adotado por 180 nações e assinado por 147 chefes de Estado na Assembleia do milênio reunida na ONU em setembro de 2000.”

(Alain RENAUT. Um mundo justo é possível? [traduzido de Un monde juste est-il possible?], Paris:Stock, 2013, p. 19)

Agora, em meados da segunda década do século XXI, pode ser afirmado que

a) nos países em desenvolvimento, generalizam-se ações estratégicas de desenvolvimento, dando proeminência ao Estado como ordenador dos mercados.

b) os objetivos para o desenvolvimento social são o centro das políticas econômicas de austeridade fiscal, hoje compreendidas como a chave para controlar o Estado.

c) objetivos para o desenvolvimento implicam projetos de futuro, que podem ser projetos nacionais ou de outra escala; isso mantém a importância do papel do Estado.

d) os países signatários do documento se comprometeram a implantar projetos de desenvolvimento, e por isso vemos proliferar no mundo políticas de combate à desigualdade social.

Gab: C

Questão 02 – (UESB BA/2014)    

A Cúpula do Milênio, realizada em setembro de 2000, em Nova Iorque, apresentou, entre seus objetivos,

01) a eliminação da pobreza na África.

02) o combate ao HIV e a redução da mortalidade infantil.

03) o fim da fome endêmica e epidêmica no Sudeste Asiático.

04) a extinção da xenofobia e das disputas étnicas na África.

05) a popularização da tecnologia de precisão, possibilitando o desenvolvimento dos países mais pobres, como o Haiti e a Nigéria.

Gab: 02

Questão 03 – (ACAFE SC/2015)    

Em setembro de 2000 foram aprovadas pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, as resoluções da Declaração do Milênio. Nesse encontro, foram estabelecidas as Metas do Desenvolvimento do Milênio.

Sobre essas metas, todas as alternativas estão corretas, exceto a:

a) O relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), em setembro de 2014, apontou avanços na luta global contra a insegurança alimentar e colocou o Brasil fora do mapa da fome, embora ainda existam pessoas que sofrem restrição alimentar.

b) A educação básica universal, uma das metas do Desenvolvimento do Milênio, deve ser buscada todos os dias e ela aparece na composição do cálculo do Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, juntamente com a saúde e a renda per capita.

c) A fome é uma das principais conseqüências da extrema pobreza e envolve também questões relacionadas à insegurança alimentar e à saúde, colocando-a, por isso, como o primeiro objetivo da Declaração do Milênio.

d) Os avanços para atingir as Metas do Desenvolvimento do Milênio têm sido equilibrados e iguais nas diferentes regiões do planeta, o que demonstra o empenho de todas as nações em alcançar e garantir a sustentabilidade para todos.

Gab: D

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22

Compartilhe: