Contratualismo – Resumo e questões de Filosofia

Confira como estão seus conhecimentos sobre filósofos como Hobbes, Locke e Rousseau com questões sobre o contratualismo! São 10 questões para treinar para o Enem e vestibulares!

Thomas Hobbes, John Locke e Jean-Jacques Rousseau formam o trio de filósofos contratualistas que sempre aparecem no Enem e vestibulares. Relembre as principais ideias de cada um e teste seus conhecimentos com a lista de questões sobre contratualismo!

Resumo sobre contratualismo

O contratualismo é uma corrente filosófica que se baseia na ideia de que, para viver em sociedade, os seres humanos seguem uma espécie de pacto ou contrato social. Dessa forma, as pessoas saem do seu estado natural e se tornam aptas a conviverem com as demais.

Os maiores representantes dessa corrente são Thomas Hobbes, John Locke e Jean-Jacques Rousseau. Em seguida, confira as principais ideias de cada um desses filósofos.

Publicidade
Filósofos do contratualismo

Thomas Hobbes

Thomas Hobbes (1588-1679) foi um filósofo inglês defensor da monarquia. Em sua principal obra “O Leviatã” Hobbes revolucionou o modo de pensar a política, pois ele foi além da discussão existente, indagando acerca da origem do Estado.

Para Hobbes, a questão principal é a conservação do próprio homem. Com a intenção de defender o absolutismo inglês, suas imputações sobre o Estado de Natureza e a necessidade de manter-se um poder soberano foram muito utilizadas.

Para saber mais sobre Hobbes, confira a videoaula do professor Alan no nosso canal:

Não esqueça que logo depois das questões sobre contratualismo tem mais conteúdo sobre Locke e Rousseau!

Questões sobre contratualismo

Em seguida, responda às questões sobre contratualismo para testar seus conhecimentos. Se ficar com dúvidas, não deixe de conferir o restante do conteúdo no fim do post!

.

John Locke

John Locke (1632-1704) foi outro filósofo inglês que se consagrou om suas teorias políticas. Famoso por suas ideias empiristas, Locke defendia um governo baseado no Direito Natural dos seres humanos, antagonizando o absolutismo defendido por Thomas Hobbes.

Locke afirmava que nós possuímos direitos natos, isto é, ao nascermos já possuímos o direito à vida, à propriedade e à liberdade. Desse modo, não cabe ao Estado cercear tais direitos. Sua obra mais influente
sobre a política foi “Dois Tratados Sobre o Governo”.

Aprofunde sua revisão com mais este vídeo do professor Alan:

Jean-Jacques Rousseau

Por fim, Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) foi um filósofo francês defensor obstinado da liberdade. Ele dizia que: “O homem nasce livre e por toda parte encontra-se acorrentado”. Tal afirmação corrobora em parte com os princípios defendidos por John Locke.

Em sua obra “Discurso sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens” ele dialoga com Hobbes ao repensar o conceito de Estado de Natureza. Para Rousseau, o ser humano em seu estado
natural seria uma pessoa de bem, que foi corrompida pela sociedade.

Em seguida, encerre seus estudos sobre contratualismo com a videoaula sobre Rousseau:

Compartilhe: