Reported speech – Resumo com simulado de Inglês

Teste seus conhecimentos sobre Inglês com o simulado de reported speech. São apenas 10 questões para você estudar e garantir o sucesso no Enem!

Todo ano caem cinco questões de Idioma Estrangeiro nas provas do Enem. A maioria absoluta dos candidatos faz a opção pelo Inglês, e a parcela restante opta pelo Espanhol.  O foco das questões de Idioma Estrangeiro são a Interpretação de Texto.

A fim de compreender os tipos de discurso em Inglês é fundamental ter uma percepção clara sobre como funcionam os tempos verbais. Mas, first things first, não vamos apressar as coisas. Antes de tudo, você conhece os tipos de discurso?

Para entender o reported speech, precisamos nos lembrar de que discurso direto é aquele em que as ideias são expressas diretamente pelo próprio emissor.

Publicidade

Discurso Indireto

Geralmente, o discurso direto é marcado por travessão ou aspas, além dos verbos dicendi, como “disse”, “afirmou”. Já o discurso indireto é marcado pela voz do narrador, que relata a fala de alguém. Vamos ver alguns exemplos:

  • Marina disse: “Vamos lá fora brincar!” – Discurso direto.
  • Marina convidou os amigos para ir lá fora brincar. – Discurso indireto.

Agora que ficou mais claro o que é o discurso indireto ou reported speech, vamos relembrar um pouquinho os tempos verbais.

Aprenda agora o básico e teste seu nível sobre o Reported Speach no Inglês. Comece pela Voz Passiva e a Voz Ativa, e depois veja os Tempos Verbais.

Voz Ativa x Voz Passiva

A voz passiva e a voz ativa existem tanto no inglês, como no português. Veja agora no resumo online:

Olha a dica do professor: Se a frase estiver em voz ativa, o foco estará no sujeito, que faz a ação; se estiver em voz passiva, o foco estará no sujeito, que recebe a ação (ou na própria ação realizada)

Tempos Verbais

Veja na aula de hoje vamos resumir todas as ideias que os tempos verbais trazem! 😀 O mais importante é prestar atenção no próprio nome do tempo verbal, porque através dele já é possível decrifrar muita informação, basicamente tudo o que você precisa para entender o tempo verbal.

Vamos começar pelo ‘simples’. Sempre que temos uma tensão simples, vamos ter só uma palavra na nossa tensão verbal. Exemplo: “he played a song.” Tem uma exceção à regra, o futuro simples. Nele vamos usar o auxiliar ‘will’ ou a expressão ‘going to’ 😉

Essas tensões simples, sempre que tão fazendo referência a algo numa linha do tempo, elas vão indicar apenas um ponto nessa linha do tempo. Como assim? É algo que aconteceu e acabou lá no passado, não aconteceu repetidas vezes.

E o tempo contínuo, o que ele indica? Justamente isso: continuidade! Exemplo de frase: “she was listening” / “ela estava ouvindo”. Então foi algo que começou lá atrás e continuou acontecendo por um determinado tempo (que não precisa ser definido).

Para estrutura dessa tensão verbal, vamos ter um verbo to be (conjugado de acordo com o tempo da expressão) e o ing. Todo tempo contínuo tem ‘ing’ no verbo principal!

O Básico dos Tempos Verbais no Inglês

Confira agora com o professor Guilherme, do canal do Curso Enem Gratuito, um super resumo para dominar o Reported Speach nas questões da prova:

Muito bom o resumo do professor Guilheme.

Os tempos perfeitos

Agora vamos para os tempos perfeitos. Ele vai indicar algo que começou antes do tempo descrito. No presene perfeito, por exemplo, estamos indicando algo que começou a ocorrer antes do presente. Exemplo: “they have gone to Spain”.

Nessa tensão verbal, não é relevante quando a ação aconteceu. Vamos ter o verbo have conjugado no tempo da tensão (have/has/had) e o verbo principal vai estar no particípio (terceira coluna daquelas tabelinhas).

Professor coloca cinco exemplos de frases no quadro e classifica cada uma delas de acordo com a tensão verbal correta.

Galera, esse conteúdo é meio complicadinho mesmo, então vai estudando e treinando com outras frases que vocês encontrarem online que logo logo vocês tão craques nesse conteúdo 😉

Reported Speach – Faça agora o Simulado

.

Compartilhe: