Transporte Ativo na parede celular: simulado de Biologia

Veja no resumo com simulado como estão seus conhecimentos em Biologia sobre o Transporte Ativo de Substâncias através da Membrana Plasmática. Você lembra que o Transpoirte Ativo envolve gasto de energia, certo? Então, vem!

Os temas do Transporte Ativo e do Transporte Passivo na Parede Celular estão sempre em alta nas questões de Biologia do Enem, do Encceja e dos Vestibulares.

Confira agora com a professora Juliana Evelyn Santos, do Curso Enem Gratuito, os segredos da Membrana Plasmática e do Transporte de Substâncias antes de responder às perguntas do Simulado sobre o Transporte Ativo.

O Transporte Ativo

Gostoudo resumo coma profssora Juliana? Veja agora os destaques antes de responder ao Simulado.

Publicidade

O Transporte Ativo de Substâncias na Parede Celular

A membrana plasmática é a estrutura que delimita e protege a célula. Além disso, a membrana plasmática é responsável por selecionar o que entra e sai da célula através da propriedade da permeabilidade seletiva.

Para isso,  a Membrana Plasmática irá ter proteínas específicas ao longo de sua estrutura. Quando as substâncias passam por estas estruturas a favor de um gradiente de concentração, dizemos que está ocorrendo um transporte passivo, pois não há gasto de energia.

Porém, a membrana também pode transportar substâncias contra um gradiente de concentração. Neste caso, haverá gasto de energia na forma de ATP e dizemos que ela está realizando um transporte ativo.

Veja na aula acima como a professora Julioana te ensina como funciona o transporte ativo através da bomba de sódio e potássio.

A estrutrura da Membrana Plasmática

Acompanhe agora a composição química e as organelas que fazer parte do complexo da Parede Celular.

As dicas da professora Juliana pra você:

  1. A membrana plasmática é uma estrutura muito fininha que mede cerca de 8nm (não esqueça que 1nm = 0,000001 mm). Por conta disso, essa estrutura só pode ser visualizada detalhadamente por microscópio eletrônico.
  2. A membrana celular é composta de uma bicamada de fosfolipídios, proteínas e carboidratos. Nas células de animais, além desses componentes, também encontramos colesterol permeando a membrana e dando elasticidade a ela.
  3. Você pdoe ir mais fundo na composição e nos envoltórios celulares da membrana plasmática nesta aula de revisão.

 

Os principais tópicos sobre a Membrana Celular

 Qual a função da membrana plasmática na célula? Delimitação da célula, permeabilidade seletiva e proteção da célula.

Como é a estrutura da membrana plasmática? Ela é formada por uma bicamada de fosfolipídios. Veja no vídeo acima o desenho explicativo!

 Além de fosfolipídios, a membrana plasmática também é formada por proteínas, que podem ou não atravessar toda a membrana.

Podemos encontrar também, nas membranas plasmáticas das células animais, glicídios (também chamados de carboidratos). Eles podem se ligar às proteínas ou aos lipídios. Eles atuam na identificação celular.

 O que significa mosaico fluido? As proteínas que fazem parte da membrana plasmáticas não são fixas: elas se movem pelos fosfolipídios. Sendo assim, o modelo da membrana plasmática remete a um mosaico que se mexe.

 Algumas células possuem outro envoltório além da membrana plasmática. O glicocálix, presente nas células animais, ajudam na identificação celular; a parede celular, presente em vários reinos, com diversas funções.

Em alguns tecidos, é importante que algumas células estejam unidas de forma eficaz. Dessa maneira, proteínas irão “grudar” as membranas das células adjacentes uma à outra.

Algumas células de tecidos de revestimento, como as células que revestem os intestinos, possuem pequeníssimas dobras que se projetam para a luz do órgão. Essas microvilosidades têm a função de aumentar a área de contato do intestino com o alimento que está passando por ali, aumentando a absorção.

 

Simulado Transporte Ativo

responda agora às 10 questões do simulado sobre o Transporte de Substâncias na Parede Celular

.

Compartilhe: