América Central e seus aspectos geográficos

Apesar de ser conhecida como a região mais pobre do continente americano, a América Central apresenta uma grande riqueza cultural e paisagística. Vamos revisar os aspectos gerais desta subdivisão da América.

A América Central, a região do continente americano situada entre a América do Norte e América do Sul, apresenta grande vulnerabilidade econômica e social, mas afinal qual continente não apresenta vulnerabilidades?

Responsável por abrigar no passado uma das principais civilizações indígenas das Américas, a América Central possui uma grande riqueza histórica e cultural, além de suas belas paisagens conhecidas ao redor do globo.

mapa da américa central
Figura 1: Mapa da América Central (é possível ver partes da América do Norte e do Sul). Fonte: https://www.guiageo.com/

 

Localização da América Central

A região da América Central, conhecida também como subcontinente, por fazer parte da América, é a menor região do continente americano, apresentando uma extensão territorial de apenas 523.780 quilômetros quadrados. Junto à região da América do Sul, a América Central compõe o que conhecemos como América Latina.

É importante lembrar que a nomenclatura América Latina diz respeito às características dos chamados países subdesenvolvidos, em contraponto a América Anglo-Saxônica que seria comporta pelos países desenvolvidos do continente americano.

Contexto histórico

Conhecida pelas lutas populares, esta região do continente americano foi palco de diversos eventos históricos importantes. Como exemplo, temos a primeira revolta contra a escravidão por parte dos negros haitianos, que originou uma nação livre e com a presença da igualdade racial. Este momento histórico ficou conhecido como a revolução do Haiti.

A América Central, também foi palco de revoluções democráticas e abriga o único país considerado comunista em todo o continente americano, a Cuba.

A constante presença de lutas populares na América Central, diz respeito ao fato de que muitos territórios que compõe o subcontinente, são propriedade de países de outros continentes. Como já se pode imaginar, quem possui poder e controle sobre estas áreas são em maior parte os países europeus, como Reino Unido e França e também os Estados Unidos.

Características físicas

Além de ser uma região do continente americano, ela possui subdivisões dentro de seu território. Estas subdivisões são conhecidas como América Central Ístmica e América Central Insular.

A Ístmica, conhecida também como Istmo Centro-Americano, corresponde à maior parte da América Central. Leva este nome, pois naturalmente era uma estreita e contínua porção de terras, responsável por interligar as partes maiores do continente americano (América do Sul e América do Norte).

Apesar de hoje ainda ser responsável por esta ligação, sua continuidade territorial foi interrompida com a fragmentação do território realizada para a construção do Canal do Panamá. Já a Insular é composta pelas diversas ilhas que se encontram na região da América Central.

Em relação aos aspectos físicos da América Central Ístmica, ao interior, temos a presença de montanhas, que seriam a continuidade da Cordilheira do Andes. Na região costeira temos a presença de planícies costeiras marcadas pelas belas praias.

Toda a América Central está situada na zona tropical e por conta da sua extensão territorial estreita, todas regiões do subcontinente estão próximas aos mares e oceano. O fato de ser uma região com estas características, faz com que a vegetação e a fauna presentes sejam de florestas tropicais úmidas.

Economia

Mesmo sendo uma região com atividade turística intensa, a economia da América Central ainda é sustentada pelo setor primário, caracterizado pelo extrativismo e pela agropecuária.

Na produção agrícola, destaca-se o regime de plantation, com o cultivo de cana de açúcar, o café, a banana e o tabaco. Já em relação ao extrativismo, o maior destaque é a extração de bauxita.

plantação na costa rica
Figura 2: Plantação de banana em Costa Rica.

 

A indústria da América Central é bastante voltada para a produção de tabaco e bebidas alcoólicas, como exemplo de produtos temos os charutos cubanos e o rum, conhecido como bebida típica cubana. A atividade bancária de Bahamas também é lucrativa para a região.

Conhecido como paraíso fiscal, Bahamas destaca-se pelas baixas taxas para guardar dinheiro estrangeiro em sigilo, sendo o local favorito de organizações criminosas, políticos corruptos, entre outros tipos de organizações ilegais.

hotel em bahamas
Figura 3: Hotel em Bahamas – América Central.

 

Entre os diversos fatores que acabaram prejudicando a economia da América Central, temos o bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos contra cuba.

O bloqueio econômico acaba diminuindo as possibilidades de negociação de Cuba com os demais países do mundo, dificultando que o comércio se expanda e também que certos produtos cheguem ao país.

cuba na america central
Figura 4: Fotografia de Havana (Cuba).

 

Riqueza cultural

Apesar de não possuir uma economia de destaque mundial, a América Central possui uma riqueza cultural onde na música temos destaques como o Reggae e o Reggaeton, estilos musicais que foram difundidos mundo a fora.

A enorme presença da cultura afro na América Central é um grande destaque em todo âmbito cultural. Vale ressaltar o rastafarianismo como uma religião bastante presente e conhecida pelo uso da maconha como ritual espiritual e também a santeria (similar a umbanda brasileira).

Para aprender mais sobre a América, veja esta videoaula com o prof. Carrieri!

Questões

(UFU MG/2016)   

Governo cubano lançará internet de banda larga em dois bairros de Havana

O governo cubano anunciou na noite deste domingo (31/01/2016) que está lançando um serviço de internet de banda larga em dois bairros de Havana como parte de um projeto piloto que visa levar às casas o acesso à rede. […]. O acesso público à internet por banda larga só começou em Cuba no ano passado, com a abertura de pontos de wi-fi públicos que custam US$ 2 por hora. O valor equivale a cerca de um décimo do salário médio mensal em Cuba.

Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/02/1735959-governo-cubano-
lancara-internet-de-banda-larga-em-dois-bairros-de-havana.shtml> Acesso em: 12 de jan. 2016.

O atraso na expansão da tecnologia de banda larga em Havana tem como causa principal o(a)

a) rígido controle estatal sobre os meios de comunicação, que impõe restrições em relação ao acesso aos serviços não controlados pelo governo.

b) embargo econômico imposto pelos Estados Unidos, que gera dificuldades na criação de tecnologias de comunicação pelos cubanos.

c) desinteresse de empresas de comunicação localizadas fora de Cuba, em expandir suas atividades na Ilha.

d) falta de mercado consumidor para esse produto, causada por aspectos financeiros e culturais.

Gabarito: A

(ESPM SP/2015) 

O Canal do Panamá, que liga o Oceano Atlântico (através do Mar do Caribe) ao Oceano Pacífico, completa em 2014 cem anos.

Em 1878, o francês Ferdinand de Lesseps, construtor do Canal de Suez, obteve da Colômbia, a quem a região pertencia naquela época, permissão para realizar a obra. Os trabalhos foram iniciados em 1880 e foram interrompidos quatro anos depois pela falência da empresa construtora.

O presidente dos EUA, Theodore Roosevelt, demonstrou interesse, em 1903, em terminar o projeto. Como o Senado colombiano se opunha ao projeto, os norte-americanos instigaram o movimento de independência do Panamá contra a Colômbia.

Com a independência do Panamá, o governo panamenho concedeu aos EUA o direito de completar a obra e controlar a zona do canal e os lucros gerados.

O Canal do Panamá atualmente funciona sob o controle:

a) dos EUA;

b) do Panamá;

c) da Colômbia;

d) de parceria EUA – Panamá;

e) de parceria EUA – Panamá – Colômbia.

Gabarito: B

(IFCE/2016) 

Sobre a economia latino-americana, leia atentamente os itens abaixo.

I. Os países latino-americanos mais ricos são Brasil, México, Peru e Venezuela. Considerados emergentes, a economia destes países corresponde a, aproximadamente, 75% do PIB dos países da América Latina.

II. Os países latino-americanos são países dependentes da exportação de commodities agrícolas e minerais. Brasil, Argentina, México e Chile se destacam também na produção e exportação de manufaturados, pois possuem uma boa base industrial.

III.   Nos demais países latino-americanos, principalmente da América Central, predominam indústrias de beneficiamento de produtos primários para exportação.

IV. Um dos fatores que criam sérias dificuldades ao desenvolvimento econômico e à integração social da América Latina é a relativa carência de vias de transporte em boas condições de uso.

Marque a alternativa que contém os itens verdadeiros.

a) Somente II, III e IV.

b) Somente I e III.

c) Somente I, II e IV.

d) Somente I, III e IV.

e) I, II, III e IV.

Gabarito: A

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22