Blocos econômicos

Você já ouviu falar sobre os blocos econômicos? Sabe quais são os principais? Vamos revisar mais este conteúdo para a prova do Enem!

Os blocos econômicos têm o objeto de facilitar as relações econômicas entre determinados países, estreitando a relação entre estes e facilitando a comunicação. O maior intuito de um bloco econômico é diminuir ou eliminar os impostos em relação aos processos de exportação e importação de mercadorias entre estes países.

localização dos blocos econômicos
Figura 1: Mapa de localização dos blocos econômicos pelo mundo.

Além de ser um grande facilitador da relação econômica entre os países envolvidos e das importações e importações, os blocos econômicos facilitam também a circulação de pessoas entre os países membros. Este estreitamento de relações através dos blocos econômicos surge a partir da década de 90.

Como surgiram os Blocos Econômicos?

Os blocos econômicos são instaurados através de tratados e os países buscam se agregar aos blocos econômicos os quais possuem maior flexibilidade em relação ao estabelecimento de relações econômicas com outros países que não fazem parte do mesmo bloco.

Geralmente, a criação de blocos econômicos segue um padrão composto por alguns passos. Para a criação de um bloco, geralmente os países precisam possuir proximidade geográfica, estarem em situações econômicas semelhantes, formarem a zona de livre comércio e possuir uma união aduaneira, para então poderem constituir uma união econômica e monetária.

Deste modo, um bloco só estaria realmente consolidado após cumprir todos estes passos listados aqui. O mais próximo de atender todos estes requisitos é a União Europeia, que de todos os requisitos, só não segue o último.

Sendo classificados ou não dentro dos requisitos para se tornar um bloco econômico, todos os grupos citados a seguir, possuem uma relação econômica que é caracterizada como bloco econômico.

MERCOSUL

O MERCOSUL ou Mercado Comum do Sul (criado em 1991) é um bloco formado por países da América do Sul. Onde Argentina, Paraguai, Uruguai e Brasil são os componentes oficiais e Bolívia, Peru, Colômbia, Chile e Equador, são membros associados.

No Mercado Comum do Sul, o objetivo é ampliar as relações comerciais. Não possui tarifas alfandegárias e a circulação de bens, pessoas e capitais é livre. A compra de mercadorias entre os países é intensa, como exemplo temos as relações entre Argentina e Brasil em relação ao setor automobilístico.

No ano de 2012, a Venezuela foi autorizada a participar do bloco, porém, devido ao descontentamento do bloco com o projeto de governo de Nicolás Maduro, o país foi suspenso do bloco no ano de 2017.

União Europeia

A União Europeia consiste na união entre 28 países europeus e surgiu a partir dos grupos integrantes da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA) e da Comunidade Econômica Europeia.

Inicialmente, era composta por seis países e foi aumentando com o passar dos anos e com o estreitamento das relações entre os países que hoje a compõe. O nome União Europeia foi instituído somente em 1993.

Pacto Andino

O Pacto Andino é a integração econômica entre os países da região noroeste do continente sul-americano, sendo estes: Bolívia, Peru, Colômbia e Equador.

Diferente de outros tratados econômicos, o Pacto Andino possui também foco na integração cultural entre os países que o compõe. Além dos países oficiais, são membros associados: Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e Chile.

NAFTA

NAFTA é o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, formado pelos países componentes da América do Norte (Canadá, México e Estados Unidos).

Estudos apontam que o maior beneficiado no tratado norte-americano é os Estados Unidos, tendo em vista as poucas mudanças econômicas propiciadas ao Canadá e o agravamento da pobreza no México.

O NAFTA é um tratado econômico que aborda somente questões econômicas, não abordando as questões de imigração, diferente dos demais tratados, demonstrando o desinteresse dos Estados Unidos em permitir a livre circulação de pessoas em seu território.

APEC

O APEC é um bloco composto por 21 países da região do Círculo do Pacífico, onde o livre comércio é o principal intuito. Foi criado no ano de 1989 e possui o objetivo de estabelecer novos mercados para a sua produção agrícola, além da Europa.

SADC

A Southern Africa Development Community ou Comunidade de Desenvolvimento da África Austral foi instaurada após o Apartheid e atualmente engloba 15 países africanos.

Entre suas principais metas destaca-se o desenvolvimento econômico, redução da pobreza e o aumento de qualidade de vida dos mais desfavorecidos.

ASEAN

A Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), possui como países membros Indonésia, Malásia, Filipinas, Cingapura, Tailândia, Brunei, Laos, Camboja e Vietnã. Seus objetivos principais são a aceleração do crescimento econômico dos países membros e a promoção da paz mundial.

Estes aqui listados dizem respeito aos blocos econômicos ou tratados econômicos de maior influência nas relações econômicas entre os países do globo terrestre, porém, existem outros tratados econômicos criados para relações menores.

Para continuar estudando os Blocos Econômicos, veja nossa aula e a seguir resolva os exercícios.

Questões sobre blocos econômicos

.

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22

Compartilhe: