Conjunções coordenadas no Espanhol: o que são e classificação

Conheça agora as conjunções coordenativas e sua imprescindível função de dar sentido às orações. Venha aprender espanhol no Curso Enem Gratuito!

As conjunções são importantes elementos de ligação entre dois termos de uma ou duas orações. No caso das conjunções coordenadas ou coordenativas, tais orações estabelecem uma relação de coordenação, ligando palavras que exercem a mesma função.

Conjunções coordenadas no Espanhol, ou conjunciones coordinantes

As conjunções coordenadas no Espanhol se chamam “conjunciones coordinantes” e, embora com nome diferente, sua classificação e uso são bem parecidos aos do Português. A seguir, vamos aprender quais são elas, sua classificação e como usá-las.

Classificação

As conjunções coordenadas no Espanhol são classificadas com base no tipo de relação que estabelecem ao unir dois termos. São elas: copulativas, adversativas, disjuntivas, explicativas e distributivas. A seguir, veja uma breve explicação e exemplos de cada uma das conjunciones coordinantes.

Publicidade

Conjunções copulativas

No Espanhol existem as conjunções copulativas “y”, “e” e “ni”. As duas primeiras possuem o significado de “e” no Português, enquanto a última significa “nem”. Elas passam a ideia de união, adição ao conjunto, de uma forma positiva ou negativa. Veja os exemplos:

  • No compró ni libros, ni cuadernos. (Não comprou nem livros, nem cadernos.)
  • Amar y ser amado. (Amar e ser amado.)
  • Con forza e impulso. (Com força e impulso.)
conjunções coordenativas
Figura 1: Exemplo com a conjunção Y. Fonte: https://br.pinterest.com/pin/294211788127188186/?lp=true

Fique atento(a): “y” se transforma em “e” diante de palavras que comecem com “i” ou “hi”. Isso ocorre por uma mera questão de som. Quando dois “i”s são pronunciados seguidos, é gerada uma cacofonia (soar desagradavelmente). Portanto, a mudança ocorre para que aconteça a eufonia (combinação de sons agradáveis ao ouvido).

Conjunções adversativas

As conjunções adversativas no Espanhol são as seguintes: “pero” (mas), “sin embargo” (no entanto), “no obstante” (não obstante), “a pesar de”, “sino” (mas sim, senão, mas), “aunque” (ainda que, mesmo que) etc. Assim como no Português, as conjunções adversativas expressam oposição ou contraste. Por exemplo:

  • Me gusta el vino, pero también la cerveza. (Gosto de vinho, mas também de cerveja.)
  • No lo hizo Juan, sino Pedro. (Não foi o Juan quem fez, mas sim o Pedro.)
  • Estamos en verano, sin embargo hace frío. (Estamos no verão, no entanto faz frio.)
conjunções coordenativas
Figura 2: Exemplo do uso da conjunção sin embargo. Fonte: https://br.pinterest.com/pin/724727765006439694/?lp=true

As conjunções “pero”, “sin embargo” e “sino” são muito comuns em questões de provas, tanto de Enem como de vestibular. Portanto, observe com atenção seu uso!

Conjunções disjuntivas

Elas expressam alternância, a possibilidade de escolher uma opção, excluindo a outra. São elas: “o”, “u”, ambas significando “ou”, e “o bien”, que significa “ou bem”.

  • ¿Prefieres hablar o escuchar? (Preferes falar ou escutar?)
  • Dame siete u ocho. (Dê-me sete ou oito.)
  • Pueden llamarme a casa, o bien al trabajo. (Podem me ligar em casa, ou no trabalho.)

Importante: “o” se transforma em “u” diante de palavras que comecem com “o” ou “ho”, assim como no caso das copulativas “y” e “e”. Isso ocorre por uma questão de eufonia, uma harmonia dos sons.

Conjunções explicativas

No Espanhol, as conjunções explicativas são usadas para unir ideias de significados semelhantes, mas de formatos distintos, que mutuamente se explicam. Todas se assemelham ao “ou seja” do português e geralmente aparecem entre vírgulas. Algumas delas são: “eso es” (ou seja), es decir (melhor dizendo, ou seja), o sea (ou seja), etc. Observe os exemplos:

  • Habla, es decir, se comunica. (Fala, ou seja, se comunica.)
  • Son omnívoros, o sea, comen de todo. (São onívoros, ou seja, comem de tudo.)

Conjunções distributivas

Elas indicam o sentido de distribuição ou alternância, e têm como característica a repetição dos termos. As conjunções distributivas são “ya… ya” (já), “bien… bien”, “ora… ora”, “unas… otras”. Para entender melhor, veja os exemplos a seguir:

  • Bien rie, bien se pone muy triste. (Ou ri, ou fica triste.)
  • Ya en la riqueza, ya en la pobreza. (Seja na riqueza, seja na pobreza.)
  • Ora baila con uno, ora baila con outro. (Ora dança com um, ora dança com outro.)

Videoaula sobre as conjunções coordenadas no Espanhol

Para finalizar sua revisão sobre as conjunções coordenadas em Espanhol, ou conjunciones coordinantes, assista ao vídeo abaixo, gravado pela professora Mercedes para o canal do Curso Enem Gratuito!

Exercícios sobre conjunciones coordinantes

Agora que você já sabe quais são as conjunções coordenadas do Espanhol, sua classificação e como usá-las, resolva os exercícios sobre conjunciones coordinantes selecionados pela professora Márcia!

.

Sobre o(a) autor(a):

Marcia é formada em Língua e Literatura Espanhola pela Universidade Federal de Santa Catarina e Especialista em Estudos Linguísticos e Literários Aplicados ao Ensino da Língua Portuguesa pela Unisul. Dá aulas de espanhol em escolas da grande Florianópolis desde 2003. Facebook: https://www.facebook.com/mcardosocanto

Compartilhe: