Cultura e diversidade – Sociologia Enem

Cultura e diversidade são palavras que estão em muitos discursos e conversas. Mas, o que significam? Venha saber mais sobre cultura e diversidade com esta revisão de Sociologia para o Enem.

A palavra cultura, central para a construção do pensamento sociológico e antropológico, foi empregada de diferentes formas em diferentes épocas, recebendo assim significados próprios que até hoje estão presentes no nosso cotidiano.

Em determinados contextos, cultura é sinônimo de conhecimento ou educação, em outros, é sinônimo de manifestações artísticas, em outros ainda, aparece no plural “culturas”, referindo-se a diferentes povos e modos de vida. Neste post de Sociologia Enem você vai descobrir porque a cultura ganhou tantos significados e quais as relações entre eles. Vamos lá?

Cultura e culturas

Até meados do século XIX, cultura foi sinônimo de civilização, sendo um atributo dos países tidos como civilizados. Os países civilizados eram os europeus e aqueles que seguiam sua  estrutura eurocêntrica (estrutura ou lógica social baseada nos parâmetros europeus). As tribos indígenas e as centenas de etnias africanas e asiáticas eram consideradas “selvagens”, logo, opostas às sociedades civilizadas. Esta categoria “selvagem”, que desumanizava, em parte, estes povos, pois os aproximava dos animais não-humanos, foi utilizada como argumento para diminuir estas tribos e colonizá-las mais facilmente.

Contudo, no final do século XIX, o antropólogo alemão Franz Boas, criticou esta visão da cultura como civilização, mostrando que existem culturas, no plural, e que torna-se impossível criar uma hierarquia entre elas, ou seja, as diferenças entre as culturas não podem ser medidas a partir de critérios eurocêntricos, todas elas possuem o mesmo valor. Daí surge o conceito de cultura como modo de vida de um povo. As tradições, crenças, hábitos, rituais, língua, entre outras características formam os traços culturais de cada povo ou sociedade.

Este é o conceito utilizado até hoje pelas ciências sociais e, diferente dos outros significados de cultura, este não faz juízo de valor, ou seja, não demonstra preconceito ou discriminação no seu uso. Quando falamos “fulano não tem cultura”, querendo dizer que esta pessoa não tem estudo ou educação, estamos utilizando o sentido de cultura como civilização e, assim, estamos desmerecendo os conhecimentos que aquela pessoa tem, acreditando que os nossos saberes, da nossa cultura, são melhores ou mais importantes. Um trabalhador rural, por exemplo, pode não ter estudo – escolar – mas ter muito conhecimento sobre a lida no campo, conhecimento este desenvolvido na prática e passado por seus familiares.

cultura - diferenças
Diferenças culturais. Fonte: https://cdn.estuda.com/sis_questoes/posts/143348_pre.jpg?1517408042

Dessa forma, o arroz e feijão que se come no Brasil é um aspecto cultural de nosso país, assim como o funk que se faz na periferia, a bossa nova produzida pelas elites e o futebol que é considerado paixão nacional. Coisas negativas, como a violência, a corrupção, o racismo e o machismo também são aspectos culturais relevantes do Brasil e são tão representativos da cultura de nosso povo como a alegria, a esperança e o samba no pé.

Culturas, diferença e diversidade

Cultura dos povos indígenas
Cultura dos povos indígenas. Fonte: https://www.iquilibrio.com/blog/espiritualidade/xamanismo/xamanismo-indigena/

No século XX, o conceito de cultura “caiu na boca do povo” e passou a ser utilizado por diversos segmentos da sociedade, ganhando espaço em discussões públicas, como lutas por direitos. Muitos movimentos sociais, como o movimento dos indígenas pela demarcação de terras, o movimento negro e o MST, ao partirem do princípio de que vivemos em uma cultura eurocêntrica, racista e colonizadora, passaram a lutar pelos direitos das minorias sociais – indígenas, negros, trabalhadores do campo – mostrando que suas culturas são tão valiosas como as culturas dos colonizadores europeus e que merecem respeito.

Neste contexto, surge o termo diversidade cultural, que se refere às diferenças culturais entre os povos e entre subgrupos de uma mesma sociedade. Assim como existem diferenças culturais entre Brasil e EUA, existem muitas diferenças dentro desses mesmos países, pois eles foram colonizados por europeus que, em maior ou menor escala, se mesclaram com os povos nativos dos territórios que hoje conhecemos como Brasil e EUA, produzindo sociedades multiétnicas.

A diversidade cultural está associada à miscigenação, porém também ao fortalecimento das culturas locais, ou seja, fortalecimento dos costumes, hábitos, desejos e ideias de subgrupos de um mesmo povo. Hoje se fala na cultura LGBTT, na cultura feminista, na cultura periférica – que é produzida nas periferias dos centros urbanos – e por aí vai. A diversidade cultural hoje é vista como algo positivo, que deve ser fomentado e preservado, pois traz uma riqueza de trocas entre as e possibilidades de modos de vida.

Para saber mais sobre cultura e diversidade, assista a esta videoaula:

Exercícios:

1) (Enem-2017)

cultura - exercício 1

Os textos apresentam uma mudança relevante na constituição identitária frente à discriminação racial. No Brasil, o desdobramento dessa mudança revela o(a)

a) valorização de traços culturais.

b) utilização de resistência violenta.

c) fortalecimento da organização partidária.

d) enfraquecimento dos vínculos comunitários.

e) aceitação de estruturas de submissão social.

2) (Enem-2017)

cultura - exercício 2

Do ponto de vista do funcionamento das democracias contemporâneas, o modelo de sociedade descrito demanda, simultaneamente,

a) defesa do patriotismo e rejeição ao hibridismo.

b) universalização de direitos e respeito à diversidade.

c) segregação do território e estímulo ao autogoverno.

d) políticas de compensação e homogeneização do idioma
e) padronização da cultura e repressão aos particularismos.

3) Sobre as transformações do conceito de cultura, assinale a alternativa incorreta:

a) O conceito de cultura, até o século XIX, esteve atrelado ao conceito de civilização

b) A cultura como sinônimo de civilização baseou-se em critérios eurocêntricos

c) No século XX os conceitos de cultura e culturas estiveram nas pautas de diversos movimentos sociais

d) Franz Boas foi o primeiro pensador a teorizar sobre o conceito de cultura

e) O termo “diversidade cultural” surge a partir da positivação das diferenças culturais entre os povos e entre subgrupos de uma sociedade.

Gabarito:

1) a

2) b

3) d

Sobre o(a) autor(a):

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Ben para o Blog do Enem. Juliana é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e especialista em Ensino de Sociologia para o Ensino Médio pela mesma universidade. Atua como professora de sociologia no RS e em SC desde 2010. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.ben.brizola