O processo de desertificação e suas consequências

O processo de desertificação acontece devido à degradação do ambiente. Você conhece esse processo? Vamos revisar este conteúdo para a prova do Enem!

A desertificação é um processo intensificado pela degradação de determinadas regiões do globo, através das atividades humanas ou de processos naturais. Por muitos anos estuda-se esta categoria de degradação ambiental, porém somente nos últimos anos este processo foi decretado como um problema ambiental global de efeitos graves.

processo de desertificação no piaui
Voçorocas em meio ao processo de desertificação no estado do Piauí. Fonte: http://g1.globo.com

O que é deserficação

O processo de desertificação é uma categoria de degradação ambiental bastante específica. Basicamente este processo caracteriza-se pela diminuição da presença de água nos solos e empobrecimento destes, nas regiões de clima semiárido, árido e subúmido.

O processo pode ocorrer por conta de atividades humanas como o desmatamento e as queimadas, ou por causas naturais, como as mudanças no clima destas regiões. Além destas causas, atualmente a monocultura tem sido uma grande preocupação, por acelerar o processo de empobrecimento dos solos.

Publicidade

Entre as localidades onde o processo de desertificação é considerado de alto risco, temos em maior parte países considerados subdesenvolvidos, como por exemplo a Namíbia e outros países do sudoeste africano, Brasil, e países da Ásia central, como o Uzbequistão.

A desertificação no Brasil

Aqui, o processo atinge a região nordeste totalizando uma área de aproximadamente 230.000 km². Nas áreas do semiárido brasileiro que são atingidas, a agricultura é uma atividade praticamente inexistente devido ao solo empobrecido e infértil.

Para se ter uma noção da grandiosidade da degradação, 71% da região agricultável do Piauí já foi tomado pelo processo de desertificação.

Arenização

O estado do Rio Grande do Sul passa por um processo que muitas vezes é confundido com a desertificação e é importante ressaltar aqui as diferenças entre os dois processos.

No Rio Grande do Sul, acontece um processo de arenização. Este processo, que vem acontecendo na região dos campos sulinos, é caracterizado pelo soterramento da área por meio da formação de bancos de areias.

esquema da arenização
Figura 2: Ilustração representando o processo de arenização no estado do Rio Grande do Sul. Fonte: GEO Crítica – http://www.ub.edu/geocrit/b3w-287.htm

Isso acontece, pois, apesar de ser uma região que possui um regime de chuvas bem distribuídas, o solo é bastante arenoso (pobre em nutrientes e com pouca coesão) e o vento em conjunto com a ação humana intensificam o processo.

A ação humana auxiliou no processo de arenização da região dos campos sulinos devido à intensa atividade agrícola do século XX e atualmente, por conta da pecuária.

Deste modo, a desertificação e a arenização, apesar de serem processos de degradação diferentes, trazem problemas sérios para as regiões afetadas. Além da redução de áreas agricultáveis, estes processos causam a destruição da fauna e da flora destas localidades e põe em risco a agricultura de subsistência.

Videoaula sobre desertificação

Para revisar o conteúdo e aprofundar seus conhecimentos, recomendamos a videoaula a seguir

Exercícios

.

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22

Compartilhe: