O processo de desertificação e suas consequências

O processo de desertificação acontece devido à degradação do ambiente. Você conhece esse processo? Vamos revisar este conteúdo para a prova do Enem!

A desertificação é um processo intensificado pela degradação de determinadas regiões do globo, através das atividades humanas ou de processos naturais. Por muitos anos estuda-se esta categoria de degradação ambiental, porém somente nos últimos anos este processo foi decretado como um problema ambiental global de efeitos graves.

processo de desertificação no piaui
Figura 1: Voçorocas em meio ao processo de desertificação no estado do Piauí. Fonte: http://g1.globo.com

O processo de desertificação é uma categoria de degradação ambiental bastante específica. Basicamente este processo caracteriza-se pela diminuição da presença de água nos solos e empobrecimento destes, nas regiões de clima semiárido, árido e subúmido.

O processo pode ocorrer por conta de atividades humanas como o desmatamento e as queimadas, ou por causas naturais, como as mudanças no clima destas regiões. Além destas causas, atualmente a monocultura tem sido uma grande preocupação, por acelerar o processo de empobrecimento dos solos.

Entre as localidades onde o processo de desertificação é considerado de alto risco, temos em maior parte países considerados subdesenvolvidos, como por exemplo a Namíbia e outros países do sudoeste africano, Brasil, e países da Ásia central, como o Uzbequistão.

A desertificação no Brasil

Aqui, o processo atinge a região nordeste totalizando uma área de aproximadamente 230.000 km². Nas áreas do semiárido brasileiro que são atingidas, a agricultura é uma atividade praticamente inexistente devido ao solo empobrecido e infértil.

Para se ter uma noção da grandiosidade da degradação, 71% da região agricultável do Piauí já foi tomado pelo processo de desertificação.

Arenização

O estado do Rio Grande do Sul passa por um processo que muitas vezes é confundido com a desertificação e é importante ressaltar aqui as diferenças entre os dois processos.

No Rio Grande do Sul, acontece um processo de arenização. Este processo, que vem acontecendo na região dos campos sulinos, é caracterizado pelo soterramento da área por meio da formação de bancos de areias.

esquema da arenização
Figura 2: Ilustração representando o processo de arenização no estado do Rio Grande do Sul. Fonte: GEO Crítica – http://www.ub.edu/geocrit/b3w-287.htm

Isso acontece, pois, apesar de ser uma região que possui um regime de chuvas bem distribuídas, o solo é bastante arenoso (pobre em nutrientes e com pouca coesão) e o vento em conjunto com a ação humana intensificam o processo.

A ação humana auxiliou no processo de arenização da região dos campos sulinos devido à intensa atividade agrícola do século XX e atualmente, por conta da pecuária.

Deste modo, a desertificação e a arenização, apesar de serem processos de degradação diferentes, trazem problemas sérios para as regiões afetadas. Além da redução de áreas agricultáveis, estes processos causam a destruição da fauna e da flora destas localidades e põe em risco a agricultura de subsistência.

Para revisar o conteúdo e aprofundar seus conhecimentos, recomendamos a videoaula a seguir

Questões

Questão 01 – (UNIOESTE PR/2019)

“(…) os problemas relacionados à seca se fazem sentir sobre o planeta há muito tempo, embora sua gravidade tenha se acentuado nos últimos anos, principalmente em consequência do aumento populacional em áreas com baixa capacidade produtiva” (MENDONÇA, F.A.; DANNI-OLIVEIRA, I.M. Climatologia: noções básicas e climas do Brasil. São Paulo: Oficina de Textos, 2007, p. 195).

Acerca dos processos de desertificação que ocorrem no mundo, assinale a alternativa CORRETA.

a) Apesar de o conceito de desertificação ser controverso entre os cientistas, definem-se como desertificação somente os processos de origem natural.

b) Os processos de desertificação podem ser classificados como desertificação climática (de origem natural) e desertificação ecológica (de origem antropogênica).

c) Os processos de desertificação ecológica estão sempre associados com as bordas de desertos, como o Sahel africano.

d) As atividades humanas constituem um dos principais agentes do processo de desertificação, porém, o homem e a sociedade não são atingidos pelos resultados de tal processo.

e) Nem a desertificação natural nem a desertificação ecológica são registradas no Brasil, onde ocorrem somente, de forma isolada, os processos de arenização.

Gab: B

Questão 02 – (FGV/2013)

Considere os seguintes processos de degradação ambiental descritos abaixo:

I. A desertificação resulta da expansão de práticas agropecuárias predatórias e do desmatamento das espécies nativas, usadas para a produção de lenha.

II. A arenização é causada pela ação dos processos erosivos sobre depósitos arenosos pouco consolidados em ambiente de clima úmido, e agravada pelo manejo inadequado dos solos.

Os biomas brasileiros em que esses processos ocorrem são, respectivamente,

a) Caatinga e Campos Sulinos.

b) Caatinga e Cerrado.

c) Cerrado e Mata Atlântica.

d) Pantanal e Mata de Araucária.

e) Cerrado e Mata de Araucária.

Gab: A

Questão 03 – (UFSCar SP/2009)

Dois problemas ambientais similares, porém distintos, têm afetado o solo de regiões brasileiras situadas a cerca de quatro mil quilômetros de distância uma da outra: a desertificação e a arenização.

(L. Almeida & T. Rigolin, 2005.)

A respeito destes problemas e de suas áreas de abrangência, é correto afirmar que:

a) a desertificação ocorre em regiões de clima árido e a arenização em áreas de clima tropical alternadamente úmido e seco.

b) a desertificação é típica de regiões de solos profundos, com formação intensa de lateritas, e a arenização é típica de solos pobres de elevada acidez.

c) a desertificação vem ocorrendo nos planaltos centrais do Brasil e a arenização é característica do norte da Amazônia, onde há desmatamento.

d) a desertificação ocorre em áreas de relevo de planícies aluviais e a arenização em relevos cristalinos levemente ondulados.

e) no Brasil, há risco de desertificação no bioma da caatinga e verificam-se pontos de arenização no sudoeste do Rio Grande do Sul.

Gab: E

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22