Fagocitose e Pinocitose – Transporte em bloco

A fagocitose e a pinocitose são transportes ativos realizados por vários tipos de células. Aprenda mais sobre esses transportes em bloco para mandar bem em Biologia no Enem e nos vestibulares.

A membrana plasmática permite a entrada e saída de substâncias da célula. Isso ocorre através da propriedade que chamamos de permeabilidade seletiva. Na maior parte das vezes, essa passagem de moléculas se dá permeado a bicamada de fosfolipídios ou passando através de proteínas transmembranas. Para que isso ocorra, a célula irá realizar transportes como a osmose, a difusão e a bomba de sódio e potássio. Porém, há momentos em que a célula precisa absorver moléculas maiores, que não conseguem passar pelos “portões” da membrana. Nesses casos, a membrana realizará um tipo de transporte ativo: o transporte em bloco. Nesta aula iremos estudar três tipos de transporte em bloco: a pinocitose, a fagocitose e a exocitose.

Transporte em bloco

Endocitoses e exocitoses

Como você acabou de ver, quando as moléculas que a célula precisa transportar são muito grandes, ela realizará o transporte em bloco. Para isso, a membrana plasmática irá se dobrar sobre sim mesma, produzindo reentrâncias. Ou ela pode se fundir a bolsas produzidas no interior das células, eliminando substâncias.

Endocitoses

As endocitoses ocorrem quando a célula precisa absorver grandes partículas. Vamos estudar dois tipos de endocitoses: a fagocitose e a pinocitose.

Fagocitose

A fagocitose é transporte em bloco que acontece tanto em unicelulares quanto em pluricelulares. Para alguns unicelulares, como os protozoários, a fagocitose é um meio de alimentação. Já nos pluricelulares, em geral, a fagocitose é utilizada na defesa do organismo por células do sistema imune, como os macrófagos.

Na fagocitose, a célula “ingere” partículas grandes o suficiente para serem visualizadas ao microscópio óptico. Para isso, com a ajuda do citoesqueleto, a membrana lança projeções para fora da célula. Estas projeções são chamadas de pseudópodes (ou falsos pés).

Os pseudópodes envolvem a partícula que a célula quer absorver como que em um “abraço”. Trechos de membrana de cada um dos pseudópodes irão se encostar e se fundir. Dessa maneira, irá se formar uma cavidade no interior da célula, chamada de fagossomo.

Fagocitose
Na imagem você pode observar uma ameba fagocitando uma partícula. Note a formação dos pseudópodos “abraçando” a partícula.

No fagossomo acontecerá a chamada “digestão intracelular”. Para que isso aconteça, lisossomos irão se fundir ao fagossomo recém formado. Assim, as enzimas do lisossomo irão agir sobre o conteúdo fagocitado. Esse tipo de digestão intracelular é chamada de digestão heterofágica.

A nova vesícula formada, contendo substâncias que estão sendo digeridas, é chamada de vacúolo digestivo. Também podemos chamar essas estruturas de lisossomo secundário, pois o primário é aquele que ainda não se fundiu ao fagossomo.

Fagocitose
O esquema acima resume os processos ocorridos durante a fagocitose e a digestão heterofágica.

No vídeo a seguir você pode observar uma ameba fagocitando um paramécio:

Pinocitose

A pinocitose é, em geral, realizada por células de pluricelulares que se encontram firmemente aderidas umas às outras. Podemos encontrar esse tipo de característica nas células do epitélio intestinal, por exemplo. Isso acontece porque estas células não conseguem formar pseudópodes, uma vez que estão justapostas. Sendo assim, realizarão pinocitose.

Na pinocitose, substâncias líquidas ou solutos dissolvidos em água serão capturadas. Para isso, a membrana da célula, com ajuda do citoesqueleto, forma uma invaginação (reentrância para dentro da célula). Essa reentrância faz com que a substância “caia” ali e fique presa. Essas cavidades  são chamadas de pinossomos.

Da mesma maneira que ocorre com o fagossomo, os lisossomos também irão se fundir ao pinossomos. Isso formará um vacúolo digestivo, onde as substâncias que foram pinocitadas serão digeridas.

Pinocitose
O esquema demonstra as diferentes etapas da pinocitose.

Exocitose

Quando a membrana precisa jogar grandes partículas para fora, ocorre a exocitose.

Após a digestão intracelular realizada tanto durante a pinocitose quanto na fagocitose, a célula pode precisar eliminar resíduos. Os nutrientes não absorvidos permanecem dentro do vacúolo digestivo, formando o que chamamos de corpo residual.

Esse corpo residual, em geral, precisa ser jogado para fora da célula através de exocitose. Para isso, o corpo residual será empurrado até a membrana pelo citoesqueleto. Lá, o corpo residual se fundirá com a membrana plasmática e liberará os restos para fora da célula.

O processo de exocitose é realizado também por células glandulares. Estas células secretam diversas substâncias que são empacotadas previamente pelo complexo de Golgi e posteriormente são encaminhadas para a membrana.

No vídeo a seguir você verá uma animação esquemática, demonstrando as endocitoses e exocitoses. O vídeo está em inglês, mas só pelas imagens já vale a visualização, já que mostra até mesmo a fusão das membranas durante os transportes em bloco.

Para resumir as endocitoses e as exocitoses, veja o quadro a seguir:

Transporte em bloco
Esquema demonstrando os diferentes transportes em bloco.
Para finalizar a sua revisão, veja agora esta videoaula do professor Samuel Costa:

Agora, que tal testar seus conhecimentos?

Questão 01 – (FCM MG/2014)    

Endocitose e exocitose, fagocitose.

NÃO está representado no desenho acima

a) Eliminação de vesículas secretoras por exocitose.

b) Eliminação residual por clasmocitose.

c) Digestão intracelular heterofágica.

d) Digestão intracelular autofágica.

Questão 02 – (ESCS DF/2009)    

Alguns organismos unicelulares como as amebas e alguns invertebrados, capturam seres microscópicos e, depois, fazem a digestão das moléculas orgânicas complexas que formam esses seres.

No processo da digestão heterofágica, pode-se destacar:

a) fenômenos semelhantes aos peroxissomos, mas atuam sobre os lipídios, convertendo-os em açúcares.

b) estruturas membranosas de contorno arredondado e com função principal de decompor o peróxido de hidrogênio.

c) transformações de um tipo celular em outro − é o que ocorre no processo de formação das hemácias.

d) efeitos que envolvem uma série de alterações e provocam a morte das células.

e) partículas alimentares que penetram na célula e ficam no interior de bolsas alimentares, formando o vacúolo digestivo.

Questão 03 – (UFTM MG/2008)    

As figuras 1 e 2 representam dois importantes processos celulares, relacionados à troca de material com o meio.

Exocitose

Figura 1

Endocitose

figura 2

(figuras in Bio, Sônia Lopes, Editora Saraiva)

a) Que processos celulares estão representados, respectivamente, nas figuras 1 e 2?

b) Qual das figuras poderia representar a participação das células do pâncreas na metabolização de açúcares e qual delas poderia representar a ação de macrófagos em um ferimento infeccionado? Justifique.

GABARITO: 

1) Gab: A

2) Gab: E

3) Gab:

  1. a) O processo representado na figura 1 é uma exocitase (clasmocitose) e na figura 2 é uma endocitose (fagocitose ou pinocitose).
  2. b) A figura 1 representaria a participação das células do pâncreas porque liberaria hormônios na corrente sanguínea através da clasmocitose. Já a figura 2 representaria a ação do macrófago fazendo um fagocitase em um agente estranho.

 

 

Sobre o(a) autor(a):

Juliana é bióloga formada pela Universidade Federal de Santa Catarina e cursa o Mestrado em Educação na mesma instituição. Ministra aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007 e é coordenadora pedagógica do Blog do Enem.