Hidrosfera e seu funcionamento

A hidrosfera corresponde à concentração de todas as águas do planeta Terra, vamos relembrar sua dinâmica e funcionamento? Estude Geografia para o Enem!

A hidrosfera é um dos componentes do sistema do planeta Terra e diz respeito à concentração do conjunto de corpos d’água do planeta. Apesar dos oceanos constituírem 70% da superfície terrestre, a água não compõe a maior parte do planeta Terra.

Além disso, toda essa água possui uma constante movimentação que caracteriza a dinâmica da hidrosfera. Venha comigo nesta aula de Geografia para Enem para revisar a Hidrosfera e mandar bem no Enem!Ilustração hidrosfera e ciclo geológicoFigura 1: Ilustração hidrosfera e ciclo geológico.Fonte: https://conhecimentocientifico.r7.com

Resumo sobre a Hidrografia

Confira com o professor Raphael Carrieri uma aula-show sobre a Hidrografia. É básico para você seguir nesta revisão sobre a Hidrosfera.

Mandou bem o professor Carrieri. Ele é do canal Curso Enem Gratuito. Agora, hora de seguir no resumo completo.

Segundo as teorias de formação da Terra, a hidrosfera formou-se há bilhões de anos atrás a partir da condensação de gases expelidos do interior do planeta, pelos gêiseres e vulcões. A condensação destes gases foi ocasionada pelo resfriamento do planeta Terra.

A Terra é composta por quatro sistemas que compõe suas “esferas”, sendo elas: hidrosfera, litosfera, biosfera e atmosfera. A dinâmica da hidrosfera está totalmente ligada ao ciclo da água, sempre presente nos conteúdos dos mais diversos livros didáticos e também no Enem e nos vestibulares.

Ciclo da água

O ciclo da água, ou ciclo hidrológico, é basicamente a forma de movimentação e funcionamento da hidrosfera. E, como o próprio nome já nos diz, não possui um início ou um fim, justamente por ser um ciclo.

Na imagem abaixo temos um esquema de exemplificação das fases do ciclo hidrológico da Terra.ciclo hidrologicoFigura 2: Ilustração das fases do ciclo hidrológico.Fonte: https://www.mundoecologia.com.br

Para melhorar o entendimento da ilustração anterior, vamos para o entendimento das etapas do ciclo hidrológico.

A água concentrada nos corpos d’água (rios, oceanos, lagos, córregos e demais fontes hídricas), ou proveniente da transpiração dos seres vivos, evapora com o aquecimento da superfície terrestre, provocado pelos raios solares.

Com a evaporação, temos a transformação da água que antes se encontrava na forma líquida em vapor d’água. Este vapor chega à atmosfera formando as nuvens, que ao saturarem ou encontrarem uma frente fria, se desfazem, pois a água volta para sua forma líquida, precipitando novamente para a superfície terrestre.

Com a ocorrência da precipitação, temos o reabastecimento dos corpos d’água e a infiltração no solo, que também ocasiona o abastecimento dos aquíferos e lençóis freáticos. Em regiões onde o solo não é tão permeável, ou onde o solo já está saturado, temos o escoamento da água pela superfície do solo (escoamento superficial), que geralmente auxilia no abastecimento dos corpos d’água já existentes.

Concentração da água na hidrosfera
  • Oceanos

A maior parte da água que compõe a hidrosfera está nos oceanos compostos por água salgada, totalizando 98% da água do planeta Terra. Os oceanos ocupam 70% da superfície terrestre.

Teoricamente, todos os oceanos são um único oceano. Porém, sua divisão foi realizada para um melhor entendimento geográfico e cartográfico. Como os oceanos ocupam grande parte da superfície terrestre, é inevitável falar sobre eles aqui.

O grande oceano do planeta Terra, por convenção, é dividido então em cinco oceanos sendo eles: Oceano Pacífico, Oceano Atlântico, Oceano Índico, Oceano Antártico e Oceano Ártico.

Oceano Pacífico: banha América, Oceania e Ásia é o oceano mais profundo e apesar de seu nome, é extremamente movimentado, com ocorrência de vulcões e maremotos. É nele que encontramos o círculo de fogo, grande concentração de arcos vulcânicos e fossas oceânicas localizado nos limites de uma das maiores placas do planeta Terra.

Oceano Atlântico: banha a América, a Europa e a África, possui estabilidade geológica e grande movimentação econômica, por conta do fluxo comercial entre as maiores potências mundiais. Além da circulação de mercadorias, há também a circulação de pessoas e concentra reservas de gás natural e petróleo. Foi bastante importante para os estudos de confirmação da deriva continental, por contar grande parte da estrutura geológica da Terra.

Oceano ártico: ocupa a porção mais próxima ao polo Norte, uma área mais “isolada”. Porém, ocupa cerca de 21 milhões de quilômetros quadrados. Como suas temperaturas são extremamente baixas, chegando até -60ºC, o transporte marítimo e a pesca não são atividades comuns neste oceano. Nesta região, há pouca incidência de luz solar.

Oceano índico: banha a Oceania, a África e a Ásia. É conhecido também pelas movimentações de fluxo de mercadorias e por receber maior parte dos maremotos do Oceano Pacífico.

Oceano Antártico: ocupa a parte mais sul do planeta Terra, próximo ao polo sul. Seus limites não podem ser definidos com precisão e possui baixas temperaturas, assim como o Oceano Árticolocalização dos oceanosFigura 3: Localização dos oceanos.Fonte: https://www.infoescola.com

 

Os oceanos possuem uma dinâmica própria que é responsável pelas condições climáticas de cada localidade do globo, propiciada pela mudança de sua temperatura ao longo dos anos, como exemplo destas mudanças de temperatura temos o El Niño e o La Niña.

Além das mudanças de temperatura, temos a correntes marítimas que são propiciadas pelo movimento de rotação da Terra e são agentes reguladores das características climáticas do globo.

  • Água doce

A água doce, conhecida como a água utilizada para o consumo humano, encontra-se bastante restrita se comparada à quantidade de água salgada disponível no mundo. Mesmo estando disponível em uma quantidade restrita, ainda não é possível dizer que este tipo de água irá acabar, apesar é claro, de ser necessário tomar precauções em relação ao seu uso e a sua poluição.

A água doce é em encontrada em corpos da água como rios, lagos e lagoa, porém a maior parte encontra-se em rios. Os rios são corpos d’água, proveniente de nascentes que podem ter origem de lençóis freáticos, ou então acúmulo de água da chuva e desaguam em mares, lagos, lagoas ou até mesmo em outros rios.

Os rios são conhecidos como os corpos d’água que mais modificam o relevo. Isso porque suas nascentes se encontram nas massa continentais e durante seu percurso, podem abrir novos canais ou até mesmo aprofundar seu próprio leito. Esse “movimento” vai alterando as características geomorfológicas (de relevo) locais. Além disso, os rios são responsáveis pela movimentação de sedimentos, sejam eles pequenos ou grandes, dependendo da força da água.

Já o conjunto de rios, é chamado de bacia hidrográfica, que nada mais é do que um sistema de rios estabelecido em uma mesma região e que deságua no mesmo corpo d’agua. Alguns rios possuem uma duração continua, ou seja, existem durante todo o ano. Estes, são chamados de rios perenes, já aqueles que só aparecem em certos períodos do ano, são chamados de intermitentes.

Além dos rios como fonte de água doce, temos também os lagos e lagoas. Os lagos, diferente dos rios, possuem água parada, são mais profundos e não movimentam sedimentos. Por isso, o fundo dos lagos é composto de material mais lodoso, proveniente da decomposição do material que ali foi depositado (folhas, galhos, plantas).

A principal característica dos lagos, é que não há conexão com o mar. Deste modo, os lagos são sistemas fechados. Por fim, as lagoas possuem as mesmas características que os lagos, porém recebem uma nomenclatura diferente por possuírem um tamanho menor.

É importante lembrar que, a hidrosfera é sim fundamental para a existência da vida humana, mas todas as demais esferas também, pois estas “trabalham” em conjunto, em constante interação. Para aprofundar mais o tema ou revisá-lo, assista aos vídeos a seguir!

Veja no resumo para entender melhor a hidrosfera e o ciclo da água:

 

Questões sobre A Hidrosfera

.

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22

Compartilhe: