Land Art

O termo em inglês dá nome a um movimento artístico que tem o intuito de fundir arte e natureza. Entenda como funciona a Land art e mande bem nas provas!

Ao final da década de 1960, tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra, um movimento que buscava novos materiais, suportes e temas para o fazer artístico apontava no horizonte.

Como você pode imaginar, movimentos e tendências surgem sempre como uma força motriz que impulsiona os artistas ao novo. Existe um rompimento com o velho, sob diversas facetas. Nesse caso, não é diferente. Aqui, ao invés de os artistas buscarem representar a natureza, fazem dela o suporte e a utiliza diretamente em sua obra.

Artistas americanos como Walter de Maria (1935), Nancy Holt (1938), Robert Smithson (1938-1973) e, posteriormente, britânicos como Richard Long (1945) e Andy Goldsworthy (1956) são alguns dos primeiros praticantes da land art.

Para que o movimento ganhasse força, algumas situações culminaram em conjunto: havia uma crescente insatisfação quanto à monotonia cultural, oposição à simplicidade exacerbada que o Minimalismo propunha, juntamente com o desencanto com a cultura tecnológica industrial e, por fim, houve um aumento significativo do interesse com questões ecológicas.

O desencanto com a cultura industrial se referia especialmente ao movimento artístico do Futurismo.

Dentre as mais famosas criações da Land Art, encontra-se “Quebra-mar em espiral”, de Smithson (1970).

Land Art - espiral
SMITHSON, Robert.”Quebra-mar em espiral”, 1970. Fonte: https://bit.ly/2A8ear3

Esta obra apresenta-se como uma calçada em espiral confeccionada com pedras de basalto negro e terra. A calçada entra no Grande Lago Salgado de Utah. O lago estava abaixo do nível de água normal e logo encobriu a obra. Porém, em 2002, após anos submersa, reapareceu subitamente. Dessa vez, inteiramente encoberta por sedimentos brancos de sal.

A Land art pode ser expressada também através de grandes esculturas em meio à natureza. A norte-americana Nancy Holt, por exemplo, criou “Túneis do sol”:

Land Art - sol
HOLT, Nancy. “Túneis do sol”, 1973-1976. Fonte: https://bit.ly/2OUJfDY

A obra da artista citada acima compõe-se de quatro grandes canos que encontram-se dispostos numa composição cruzada, no deserto de Utah. Esses túneis alinham-se todos de forma a enquadrar no horizonte os pontos onde o sol se põe e nasce durante os solstícios.

Podemos constatar, portanto, que a Land art é efêmera. O que fica não é a obra em si, mas sim o registro fotográfico. É também uma vertente artística que não pode ser exposta em museus e galerias. Devido às dificuldades inerentes em se realizar um trabalho de grande porte, tal qual obras imensas, muitas vezes o projeto não sai do papel. Por conta disso, acaba por aproximar-se da arte conceitual (ou seja, valorização do conceito e da ideia da obra de arte).

Para finalizar sua revisão sobre a Land Art, assista ao vídeo do professor Felipe no canal da Unicentro:

Agora, que tal testar seus conhecimentos?

1. Sobre a arte contemporânea, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):

( ) Em Arte, uma instalação refere-se a um ambiente construído com vários elementos criados por um artista.

( ) Bienal é uma exposição internacional de arte montada a cada dois anos e julgada por um comitê internacional,
sendo um evento completo e complexo que envolve diversas modalidades artísticas.

( ) Land art é a arte corporal. Nela o artista se coloca como uma obra viva e a arte já não se separa do indivíduo,
pois ela pode ser o próprio indivíduo.

( ) Performance é uma manifestação artística interdisciplinar que pode combinar teatro, dança, música, vídeo e
artes plásticas, entre outras modalidades. Suas origens estão ligadas aos movimentos de vanguarda do início
do século passado, como, por exemplo, o Dadaísmo.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

a) V – V – F – V.

b) V – F – V – V.

c) F – V – F – V.

d) V – F – V – F.

e) F – V – V – F.

2. Analise a figura abaixo: (questão somatória)

Land Art - exercício
https://i.imgur.com/l1WYd50.jpg

Com relação à imagem acima, é correto afirmar que:

01. Quase todas as manifestações de Land Art são efêmeras, muitas vezes destruídas pela ação do tempo e de agentes naturais.

02. Uma das experiências mais conhecidas realizada pelo artista no início da década de 1970, construída com terra e pedra sobre a água.

04. Intervenção exclusiva para a paisagem selecionada, com a intenção de ultrapassar as limitações do espaço tradicional das galerias e dos museus.

08. Manifestação artística de grandes dimensões que acontece em espaços institucionais sacralizados.

16. O artista interfere no ambiente natural e sua obra é pelo ambiente transformada. A Espiral foi destruída pela própria água do local.

3. Leia o texto, observe as imagens a seguir e assinale a alternativa correta sobre a Land Art:

A Land Art, também conhecida como Earth Art ou Earthwork é o tipo de arte em que o terreno natural, em vez de prover o ambiente para uma obra de arte, é ele próprio trabalhado de modo a integrar-se à obra. A Land Art surgiu em finais da década de 1960, em parte como consequência de uma insatisfação crescente em face da deliberada monotonia cultural pelas formas simples do minimalismo, em parte como expressão de um desencanto relativo à sofisticada tecnologia da cultura industrial, bem como ao aumento do interesse às questões ligadas à ecologia.

Land Art - ecologia

a) É um tipo de arte que, por suas características, não é possível expor em museus ou galerias (a não ser por meio de fotografias). Devido às muitas dificuldades de colocar-se em prática os esquemas de land art, suas obras muitas vezes não vão além do estágio de projeto. Assim, a afinidade com a arte conceitual é mais do que apenas aparente.

b) Esse tipo de arte apresenta fascínio pela tecnologia moderna e a utilização de métodos mecânicos de reprodução, como a fotografia e a impressão tipográfica.

c) Esse tipo de arte reivindica uma ruptura com o passado, buscando novas formas, assuntos e estilo, que melhor representa a modernidade, era das máquinas, aeroplanos, fábricas e da velocidade.

d) Com suas formas geométricas representadas, na maioria das vezes, por cubos e cilindros, essa arte rompeu com os padrões estéticos que primavam pela perfeição das formas na busca da imagem realista da natureza. A imagem única e fiel à natureza, tão apreciada pelos europeus desde o Renascimento, deu lugar a esta nova forma de expressão onde um único objeto pode ser visto por diferentes ângulos ao mesmo tempo.

e) As principais características desse tipo de arte são ênfase nos temas da natureza, principalmente de paisagens; Uso de técnicas de pintura que valorizam a ação da luz natural.

GABARITO:

1-A, 2- soma=23. corretas: 01, 02, 04 e 16, 3-A.

Sobre o(a) autor(a):

Renata Gambagorte é formada em Licenciatura em Artes Visuais pela Universidade Estadual do Paraná com pós graduação em Cenografia pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente atua na rede de ensino em Curitiba. Facebook: https://www.facebook.com/renatagmbgrt