Pronomes e determinantes indefinidos

Conheça os pronomes e determinantes indefinidos e suas particularidades. Venha com a gente e acompanhe esta revisão de Espanhol para você mandar bem no Enem!

Os indefinidos são uma classe de palavras que indicam imprecisão, referindo-se a uma pessoa ou a algum objeto de forma vaga ou genérica.

No espanhol a maioria dos pronomes indefinidos pode exercer a função de adjetivo ou de advérbio. Eles não indicam características dos substantivos, trazendo apenas uma ideia vaga de quantidade de objetos, sentimentos e graus de intensidade.

pronomes e determinantes indefinidos - exemplo
Exemplo do indefinido MUCHAS. Fonte: https://bit.ly/2Mzsz8I

Os indefinidos dividem se em variáveis (em gênero e número) e invariáveis.

Indefinidos invariáveis

– Algo > ¿Quieres comprar algo? (Queres comprar algo?)
– Alguien > Alguien me ha dicho que te encanta leer. (Alguém me disse que tu adoras ler.)
– Nada > No quiero nada. (Não quero nada.)
– Nadie > Nadie vino aquí. (Ninguém veio aquí.)
– Demás > Llame a los demás. (Chame aos demais.)
– Más > Quiero más comida. (Quero mais comida.)
– Menos > Hoy había menos personas que ayer. (Hoje havia menos pessoas que ontem.)

Variáveis em número

– Bastante / Bastantes > Bastantes comparecieron a la fiesta. (Bastantes pessoas compareceram à festa.)
– Cualquiera / Cualesquiera > Cualquiera me dará razón. (Qualquer um me dará razão.)
– Tal / Tales > Tal experiencia me hizo crecer. (Tal experiência me fez crescer.)

Variáveis em gênero e número

– Alguno (a/s) > ¿Alguno de ustedes ya leyó este libro? (Algum de vocês já leu este livro?)
– Ninguno (a/s) > Ninguno lo leyó. (Ninguém o leu.)
– Mucho (a/s) > Tengo muchas blusas. (Tenho muitas blusas.)
– Poco(a/s) > Pocos saben la razón. (Poucos sabem a razão.)
– Todo (a/s) > Toda regla tiene su excepción. (Toda regra tem sua exceção.)
– Otro (a/s) > Otros vendrán después de mí. (Outros virão depois de mim.)
– Uno (a/s) > Uno es pasible del error. (A gente é passível de erro.)
– Vario (a/s) > Tienes varias maneras de disculparte. (Tens várias maneiras de desculpar-te.)
– Cierto (a/s) > Cierto día la encontré y me enamoré. (Certo dia a encontrei e me apaixonei.)
– Demasiado (a/s) > Él posee demasiado conocimiento. (Ele possui demasiado conhecimento.)

pronomes e determinantes indefinidos - exemplo 2
Exemplo de uso do indefinido CUALQUIER. Fonte: https://bit.ly/2NhY1Vo

Usos dos indefinidos

Observe abaixo o uso de alguns indefinidos que podem causar dúvidas:

– Nadie: significa nenhuma pessoa. Brasileiros costuma confundir com nada pela semelhança na escrita, porém são palavras com significados diferentes. É usado para referir-se a pessoas, nunca para coisas ou animais.

Exemplo: Nadie vio al ladrón. (Ninguém viu o ladrão.)

– Alguien: também deve ser usado somente com pessoas. É o oposto de nadie. Exemplo: ¿Hay alguien interesado en el curso? (Tem alguém interessado no curso?)

– Nada: usado somente para coisas. É neutro e se opõe a algo, todo. Exemplo: No hay nada de comer. (Não tem nada para comer.)

– Alguno e Ninguno: usados para referir-se a pessoas ou coisas. São opostos. Diante de substantivo masculino singular sofrem apócope e perdem o “o” final, tornando-se respectivamente: algún e ningún. Em tal situação, comportam-se como adjetivos.

Exemplos: ¿Alguno de ustedes vio mi libro? (Algum de vocês viu meu libro?) / ¿Puedes prestarme algún libro? (Podes me emprestar algum livro?) / Ninguno de nosotros vio el libro. (Nenhum de nós viu o livro.) / No puedo prestarte ningún libro. (Não posso emprestar nenhum livro.)

– Bastante: é importante frisar que este indefinido tem plural: bastantes;

– Demás: Quando está acompanhado dos artigos LOS, LAS se refere a pessoas, quando quem o acompanha é o artigo neutro LO, se refere a coisas. Exemplos: ¿Dónde están los demás? (Onde estão os demais?) / Compra el pan y lo demás hago yo. (Compre o pão, e o resto eu faço).

– Uno: ao usar a palavra uno, o falante é incluído. Significa NÓS, ou o A GENTE, da linguagem coloquial. Exemplo: Uno nunca sabe qué esperar de una guerra (A gente nunca sabe o que esperar de uma guerra).

Assista a este vídeo do Canal do YouTube “Emerson Moraes Produção Audiovisual”, que apresenta um diálogo com os Indefinidos

Seguem abaixo algumas questões sobre o tema para você exercitar o que aprendeu. Bom estudo!

TEXTO: 1 – Comum à questão: 1

pronomes e determinantes indefinidos - exemplo 3
LAVADO, Joaquín Salvador (QUINO)

01 – (UEFS BA/2017) En la viñeta,

01. en “darte” el pronombre podría anteponerse a la forma verbal.
02. “tu edad” en plural sería tuyas edades.
03. “estaba” indica que una acción acaba de cumplirse.
04. “explotando” equivale a explorando.
05. “alguien” se opone a nadie.

02 – (UECE/2017) Esto es un secreto, no se lo cuentes a ______________, por favor.

La palabra que completa correctamente la frase arriba es:
a) ninguno.
b) alguno.
c) nadie.
d) alguien.

TEXTO: 3 – Comum à questão: 3

pronomes e determinantes indefinidos - exemplo 4

03 – (UNIFACS BA/2017) Sobre los aspectos lingüísticos del texto, es correcto afirmar,

01) “nada” expresa intensidad.
02) “cuando” equivale a aunque.
03) “uno” es un pronombre indefinido y se aplica a una persona indeterminada.
04) “eso” en plural sería esos.
05) “fatal” está usado como sinónimo de forzoso.

GABARITO

1) 05
2) C
3) 03

Sobre o(a) autor(a):

Marcia é formada em Língua e Literatura Espanhola pela Universidade Federal de Santa Catarina e Especialista em Estudos Linguísticos e Literários Aplicados ao Ensino da Língua Portuguesa pela Unisul. Dá aulas de espanhol em escolas da grande Florianópolis desde 2003. Facebook: https://www.facebook.com/mcardosocanto

Compartilhe: