Expressionismo – Revisão de Artes para o Enem

Você já ouviu falar do Expressionismo? Foi um movimento que levou diversos artistas a segui-lo! Venha conhecer as propostas do estilo e fique bem informado para o Enem! Revise Artes para mandar bem nas questões de Ciências Humanas!

O Expressionismo é uma importante vanguarda artística/estética que se iniciou no século XX. O termo surgiu na Alemanha e foi criado por Hewath Walden, proprietário de uma importante revista de arte alemã, em 1912.

Por esse motivo e pelo fato de que muitos artistas que seguiam esse movimento eram alemães é que é comum que se diga “Expressionismo alemão”. O intuito desses artistas era de criar uma arte capaz de confrontar o espectador de uma forma direta com relação a seu estado de espírito. Surgiu como uma reação ao Impressionismo.

Os artistas que seguiam essa tendência tinham o intuito de afastar-se da sociedade urbana burguesa, de onde grande parte era oriunda. Alguns passaram a viver em comunidades rurais, onde conheceram um estilo de vida diferente das grandes cidades; tornaram-se colecionadores/entusiastas do folclore alemão. Por isso, juntamente com a influência pelo trabalho de Paul Gauguin houve um interesse em reacender a força original da arte, que julgavam não mais existir.

A poética expressionista caracteriza-se por uma visão com densa carga emocional, muitas vezes trágica ou que transmite angústia. Há distorção de elementos, preferência por cores fortes e bastante uso do preto. Os traços têm um ar conturbado e sem contornos.

MUNCH, Edvard. “O grito”, 1895. Fonte da imagem: http://cultura.culturamix.com/arte/pinturas-de-edvard-munch

Como as linguagens artísticas muitas vezes dialogam entre si, ocorreu que arquitetura, literatura, música e artes plásticas se entrelaçaram e vemos obras Expressionistas em todas essas vertentes. Assim, foi bastante aceito, praticado e acolhido por círculos artísticos e intelectuais alemães especialmente nos primeiros vinte anos do século XX.

Quando falamos em “O grito”, a maioria de nós lembra de Munch (1863-1944), certo? Ele foi um artista norueguês e um dos primeiros a explorar os viés do expressionismo. Entretanto, por diversos historiadores, é considerado um pós impressionista e influenciador dos expressionistas.

Pois é aqui que ele entra na história da arte e da humanidade: em 1895, produziu uma litografia (ou seja, gravura em pedra) onde vemos um homem gritando. A obra nos mostra a súbita reação de um homem e como ela transforma nosso sensorial.

Repare que todas as linhas vão em direção à cabeça da pessoa que grita. O rosto é distorcido; os olhos estão arregalados e nos remete à sensação de que algo terrível acabara de acontecer.

Em 1905, o artista E. Ludwig Kirchner formou um grupo no norte da Alemanha com três colegas que compartilham do pensamento de que a arte que vinha sendo representada era insossa e sem sentimento.

KIRCHNER, E. Ludwig. “Duas mulheres na rua”, 1914. Fonte da imagem: https://artist-kirchner.tumblr.com/image/171377756919

Na cidade de Dresden, Erich Heckel, Karl Schmidt-Rottluff e Fritz Bleyl juntaram-se. Denominaram-se como “Die brücke” (A ponte). Os primeiros trabalhos do grupo são embasados e influenciados por Van Gogh (que veio um pouco antes!) e pelo pós-impressionismo.

Em 1905 a 1908, passaram a praticar uma poética própria, caminhando a um estilo expressionista única. Por isso é importante conhecermos brevemente o grupo:pintavam quase sempre ao ar livre, usavam perspectiva bastante limitada e cores vivas, com empastamentos grossos, pinceladas breves e marcadas, de modo a criar um efeito “trêmulo”, como veremos na obra de Kirchner a seguir:

Kirchner criou diversas pinturas com cenas das ruas de Berlim: Nesta obra observamos diversas características que salientam o estilo do artista: cores ácidas, luminosas, rostos angulosos; formas simplificadas.

O intuito aqui era focar a noite de Berlim, um espírito de independência das mulheres que nascia na época, com nuances de sensualidade. Formado em arquitetura, refere-se ao escultural tanto nas roupas das mulheres quanto no fundo.

Já no sul da Alemanha, Wassily Kandinsky (1866-1944) juntou-se com o pintor Alexei von Jawlensky (1864-1941) e desenvolveram uma nova corrente do Expressionismo, com formas ainda mais simplificadas e mantendo o uso de cores fortes. Mais tarde, Franz Marc (1880-1916) se juntaria ao grupo.

KANDINSKY, Wassily. “Improvisação III”, 1909. Fonte da imagem: http://noticias.universia.com.br/vida-universitaria/noticia/2012/02/29/914774/conheca-improvisaco-iii-wassily-kandinsky.html

Seu trabalho é conhecido pelo seu tema recorrente: animais. O uso não convencional de cores primárias também é uma forte marca de seu trabalho.

Esta obra foi pintada num período em que o artista se dedicou a representar uma cidade (Murnau), além de paisagens retiradas de sua imaginação, bem como referências dos contos de fadas.

É importante salientar que, para Kandinsky, todas as cores tinham um significado espiritual.

O uso de cores não usuais é bastante evidente, enfatizando as referências no que não é real.
Franz Marc pintou a relevante obra “O destino dos animais”, pintura relevante pelas pinceladas diferentes do até então usual:

MARC, Franz. “O destino dos animais”, 1913. Fonte da imagem: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2012/03/06/915802/conheca-destino-dos-animais-franz-marc.html
Agora, acompanhe o vídeo do professor Jow Jow do canal Mundo Edu e responda às questões a seguir!

Exercícios:

1. Assinale a alternativa correta. O início do Século XX, trás consigo uma grande gama de vertentes artísticas que vão dominar toda a produção artística da época. Entre 1904 e 1905, na Alemanha, com um grupo chamado Die Bruche, que significa A Ponte, tem início o
movimento Expressionista. Quanto a este movimento e suas características julgue os
itens:

a) A “sensação de luz e cor, não se importando com os sentimentos humanos e com a problemática da sociedade moderna” são características marcantes deste movimento.

b) É inegável que o Expressionismo seja uma aceitação ao que fora o Impressionismo.

c) O Grito, de Van Gogh, é um grande exemplo deste marcante movimento

d) O Expressionismo procurou expressar as emoções humanas e interpretar as angústias que caracterizaram psicologicamente o homem do inicio do século XX.

(fonte: http://professorakarenschiller.blogspot.com.br/2012/08/exercicios-sobre-expressionismo.html)

2. Com base na imagem do pintor expressionista James Ensor e nos conhecimentos sobre o Expressionismo, assinale a alternativa correta.

(ENSOR, J., Intriga, 1890. 0,90 x 1,50 cm. Museu Real de Artes, Antuérpia.)

a) A pintura expressionista trabalha com partes de uma mesma imagem, recompondo-as e utilizando-as ao mesmo tempo, a fim de criar várias perspectivas e dar a impressão de que um objeto pode ser visto ao mesmo tempo sob todos os ângulos.

b) Pintando diretamente sobre a tela branca, utilizando somente cores puras justapostas em vez de misturá-las previamente na paleta, os pintores expressionistas buscavam obter a vibração da luz; pesquisavam os cambiantes efeitos da luz na atmosfera e nos objetos a fim de fixá-los na tela.

c) A proposta do Expressionismo é de que a arte flua livremente a partir do inconsciente, da livre associação, com a incorporação de elementos ilógicos do sonho, da fantasia, sem se submeter a qualquer teoria vigente e a nenhuma lógica.

d) O expressionista é inclinado a deformar a realidade de modo cruel, caricatural, muitas vezes hilário; o exagero, a distorção e a dramaticidade das formas, linhas e cores revelam uma atitude emocional do artista.

e) O movimento expressionista propõe a construção de valores burgueses, utilizando-se do lirismo para afirmar conceitos da sociedade; suas manifestações são intencionalmente ordenadas e objetivam conquistar a crítica.

3. Marque a alternativa correta:

a- ( ) No Expressionismo predomina a verossimilhança.

b- ( ) Os expressionistas são considerado deformadores da realidade.

c- ( ) No Expressionismo a arte é deixada de lado.

d- ( ) Obras expressionistas não são consideradas como produções artísticas.

GABARITO:

1-D, 2- D, 3-B

Sobre o(a) autor(a):

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Ben para o Blog do Enem. Juliana é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e especialista em Ensino de Sociologia para o Ensino Médio pela mesma universidade. Atua como professora de sociologia no RS e em SC desde 2010. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.ben.brizola