A ofensiva de Tet – O momento que mudou os rumos da Guerra do Vietnã

Entenda o que foi a ofensiva de Tet e suas consequências no conflito que envolveu Estados Unidos e o Vietnã, durante a Guerra Fria. Revise História para o Enem!

Durante o período da Guerra Fria, formado logo após o fim da Segunda Guerra Mundial até 1991 com o colapso da União Soviética, o mundo dividiu-se em polos regidos principalmente por ideologias político-econômicas, que geraram conflitos ao redor do mundo, como a Guerra do Vietnã.

Na polarização de ideologias estavam, de um lado os Estados Unidos liderando o dito Bloco Capitalista, e do outro, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, representando o Bloco Socialista.

Essas duas superpotências não só encabeçavam as duas ideologias, mas também ramificavam sua influência por diversos países, no intuito de impedir que a ideologia oposta prosperasse. A Guerra Fria leva este nome, porque justamente estes dois personagens do conflito não efetivaram um combate direto, mas investiram e patrocinaram países periféricos para que o fizessem.

A guerra do Vietnã

A Guerra do Vietnã foi um momento icônico deste período e durou cerca de vinte anos, de 1955 até 1975. O conflito envolveu Camboja, Laus e Vietnã. Geograficamente o Vietnã, principal envolvido, era dividido entre Norte e Sul.

o mapa da guerra do vietna
Mapa do Vietnã, no qual a região vermelha é referente ao Vietnã Norte e a amarela ao Vietnã Sul. Retirado de: https://goo.gl/rMkm9w marcadores: Vietnã, Mapa, Guerra Fria.

O Vietnã do Norte, ou a República Democrática do Vietnã, era principalmente apoiado pelos Estados Unidos e outros países que compunham o Bloco Capitalista. Já o Vietnã do Sul, ou República do Vietnã, era patrocinado pela URSS e outros países do Bloco Socialista, como China e Coréia do Norte.

Aprofunde seus conhecimentos com o vídeo do canal Nerdologia:

Essa divisão entre norte e sul se deu principalmente após a independência do Vietnã, Laos e Camboja. Essa região, conhecida como Indochina, anos antes estava sob domínio francês e após a independência se fragmentou entre os dois blocos.

Esse processo de independência e separação geopolítica é considerado o início do conflito, entretanto uma outra possibilidade de inauguração da Guerra do Vietnã foi o ano de 1959, no qual guerrilheiros comunistas, os vietcongues, organizaram um ataque ao Vietnã do Sul, com a liderança de Ho Chi Minh.

A Ofensiva de Tet

Dado início à Guerra, o momento crucial do conflito foi a Ofensiva de Tet. A ofensiva leva este nome por ter ocorrido no Tết Nguyên Đán, dia do ano novo lunar e feriado mais importante para o Vietnã. Uma trégua havia sido firmada entre o Vietnã do Sul e do Norte, entretanto em um ataque inesperado, a parte Sul foi conquistada em larga escala pelos Vietcongues comunistas.

soldados estadunidenses guerra do vietna
Soldados estadunidenses passando pelos corpos de seus companheiros. Retirado de: https://goo.gl/LdwR79 Marcadores: Vietnã, Guerra, Estados Unidos.

Até então, os Estados Unidos encaravam o conflito como algo passageiro e simples. Entretanto, a ofensiva veio mudar o caráter estadunidense sobre a Guerra. Um outro detalhe veio tornar a situação ainda mais crítica aos olhos do Bloco Capitalista. O embate foi amplamente televisionado, e a medida que várias cidades do Vietnã do Sul, como Hué, Khe Sahn e Saigon, iam sendo conquistadas a opinião pública ia se colocando cada vez mais contra o conflito.

Aprofunde ainda mais seus conhecimentos sobre a Ofensiva de Tet com o documentário Campo de Batalha:

Seguido disto a tomada da Embaixada dos Estados Unidos no Vietnã do Sul tratou de jogar querosene na fogueira. A partir deste momento da Guerra do Vietnã, os Estados Unidos deixaram de enfrentar unicamente os Vietcongues e agora precisavam enfrentar os protestos de sua própria população, que criticava os custos materiais e humanos da guerra.

Mesmo controlando a Ofensiva posteriormente, os Estados Unidos receberam um baque forte da opinião pública. O gigante bélico do Bloco Capitalista, no fim, obteve a vitória, mas proporcionalmente foi derrotado, já que o Vietnã do Norte era um nanico frente ao poderio militar norte-americano.

Não é à toa que a produção cultural da época e de períodos posteriores utilizou muito o cenário de guerra, tanto em campo de batalha quanto no escopo político-social, para confrontar as atitudes do governo estadunidense e reforçar o antimilitarismo.

Um exemplo é a banda Beatles, que sempre pregou a paz e o amor em suas letras, evocando o clássico discurso do movimento hippie antimilitarista. Embora não se declarassem especificamente contra a guerra em suas músicas, a mensagem nas entrelinhas e a postura do grupo fora dos palcos determinava seu pensamento pacifista.

war is over guerra do vietna
John Lennon e sua esposa Yoko Ono segurando uma faixa com os dizeres “A Guerra acabou, se você quiser”. Retirado de: https://goo.gl/zFXtqQ Marcadores: John Lennon, Vietnã, Antimilitarismo.

Outras expressões sobre a guerra apareceram através de outras bandas e até filmes, entretanto nem todos evocavam as clássicas críticas contemporâneas ao período.

O filme “First Blood”, no Brasil “Rambo: Programado para Matar”, de 1982, por exemplo, surgiu da memória de sensação de derrota humilhante do conflito vietnamita. No filme o personagem principal, John Rambo, torna-se prisioneiro das forças vietnamitas da região norte e retorna, após uma escapada épica, aos Estados Unidos munido de diversos traumas psicológicos.

Embora o primeiro filme da franquia carregue uma certa quantidade de críticas ao conflito e os resultados catastróficos da guerra nos soldados norte-americanos, os que o seguem acabam exagerando no heroísmo e nas super-habilidades do ex-soldado.

A Guerra do Vietnã caracterizou uma onda de críticas antimilitaristas. Não só no conflito em si, mas para a sociedade estadunidense em um modo geral e em suas relações internacionais futuras. A crítica reverberou na produção cultural e nas futuras ações políticas dos Estados Unidos e durante anos fez parte do imaginário popular sobre o período da Guerra Fria.

Questões para fixar o conteúdo

(Fatec) A Guerra do Vietnã, símbolo da resistência do povo vietnamita, submeteu as forças militares americanas a sua mais fragorosa derrota. Para os vietnamitas, a presença americana no Sudeste da Ásia apenas substituía as forças colonialistas da:

a) França

b) Inglaterra

c) Holanda

d) Bélgica

e) Alemanha

Resposta: A

(UFMG-adaptado) Entre 1961 e 1973, um total de 57.939 norte-americanos morreram no conflito da Indochina, a mais longa e custosa guerra externa na história dos Estados Unidos. A Força Aérea dos EUA jogou sobre o Vietnã uma tonelagem de bombas, mais de três vezes superior ao que foi jogado na Alemanha durante a Segunda Guerra.

(KEYLOR, William R. The twentieth-century world; an international history. New York: Oxford University Press, 1996. p. 375).

Considerando-se a Guerra do Vietnã, é correto afirmar que:

a) o conflito foi motivado pela intenção do governo norte-americano de impedir a expansão do comunismo no Sudeste asiático.

b) os norte-americanos deram apoio decidido às ações de seu governo no Vietnã e manifestaram insatisfação quando suas tropas foram retiradas de lá.

c) os vietnamitas que enfrentavam o exército dos EUA lutavam em condições difíceis, pois não dispunham de apoio externo.

d) a saída das tropas norte-americanas e a subsequente derrota das forças locais pró-Ocidente levou à divisão do Vietnã.

e) a invasão do Vietnã pelos Estados Unidos levou os soviéticos a construírem um muro em Berlim devido o temor de que uma invasão em Berlim Oriental acontecesse.

Resposta: A

(ENEM – 2010)

A foto revela um momento da Guerra do Vietnã (1965 – 1975), conflito militar cuja cobertura jornalística utilizou, em grande escala, a fotografia e a televisão. Um dos papéis exercidos pelos meios de comunicação na cobertura dessa guerra, evidenciado pela foto, foi:

a) demonstrar as diferenças culturais existentes entre norte-americanos e vietnamitas

b) defender a necessidade de intervenções armadas em países comunistas

c) denunciar os abusos cometidos pela intervenção militar norte-americana

d) divulgar valores que questionavam as ações do governo vietnamita

e) revelar a superioridade militar os Estados Unidos da América

Resposta: C

Sobre o(a) autor(a):

Guilherme Silva é formado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de História em escolas da Grande Florianópolis desde 2016.