O maior conflito da história: a Segunda Guerra Mundial

Conheça a Segunda Guerra Mundial, o maior conflito global da história, sua gênese e seus desdobramentos neste post de História para o Enem!

Existem duas formas de compreender a Segunda Guerra Mundial. A primeira é entendendo o conflito isoladamente, do período de 1939 até 1945, anos em que o conflito estava declarado. Outra maneira é compreender tanto a Primeira quanto a Segunda Guerra como eventos conectados, entendendo os dois maiores conflitos globais da história, e seus antecedentes, como um conjunto de acontecimentos interlaçados em uma conjuntura.

A segunda forma é mais interessante, por considerar a Segunda Guerra Mundial um acontecimento mais amplo, o que nos ajuda a compreendermos os fatores que levaram ao embate. O conflito envolveu dois grandes blocos: o Eixo e os Aliados. Os países que compunham o Eixo eram a Alemanha, Itália e Japão. Já os Aliados eram compostos por Estados Unidos, União Soviética, Império Britânico e China.

O contexto da Segunda Guerra Mundial

Findada a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha foi considerada a grande perdedora do conflito, sendo submetida ao Tratado de Versalhes, de 1919. Além de perder suas colônias e de ser proibido de treinar grandes exércitos, o país foi obrigado a pagar duras indenizações aos países considerados ganhadores.

Isso jogou a Alemanha em uma crise inflacionária muito intensa. Na tentativa de pagar a dívida, o governo tentou imprimir mais papel moeda, o que desvalorizou o dinheiro alemão, fazendo o preço dos produtos oscilar constantemente.

cidadaos alemaes segunda guerra mundial
Cidadãos alemães indo comprar pão com quantidades exorbitantes de dinheiro. Retirado de: https://goo.gl/JMHTD5 Marcadores: Alemanha, Inflação, Entre guerras.

 

Agravando ainda mais a situação alemã, estoura em 1929 uma crise que quebrou a bolsa de Nova York. Este evento ficou conhecido como “A Grande Depressão”. Com a prosperidade econômica estadunidense, consequência do conflito anterior, os empresários americanos aumentaram ainda mais a produção industrial, aproveitando a onda de consumo.

Além disto, a possibilidade de enriquecimento rápido vislumbrava muitas pessoas que adquiriam títulos da bolsa de valores. Para isso, uma grande parcela da população fazia empréstimos bancários. O acúmulo de estoque por parte das indústrias, e o desfalque monetário crescente nos bancos, que não recebiam o pagamento de seus empréstimos, começaram a criar uma bolha que estourou em 1929 em uma das maiores crises financeiras da história, Isto afetou países em todo o mundo, como a Alemanha.

O descontentamento com a crise e o sentimento de humilhação nacional era presente na Alemanha entre guerras. As soluções foram aglutinadas pelo Partido Nazista, encabeçado por Adolf Hitler, que soube redirecionar a frustração alemã e cooptar o apoio da população. O ideal nazista se apoiava na supremacia da raça ariana perante as outras e culpabilizava os judeus pela crise propondo, então, a perseguição e extermínio deste e de outras minorias, como negros, homossexuais, comunistas entre outros.

Em moldes similares, surgia na Itália o fascismo, representado por Benito Mussolini. O fascismo foi caracterizado por uma ideologia totalitária também baseado na perseguição de minorias, principalmente opositores, como os comunistas e os liberais.

O Japão também vinha trabalhando sua expansão imperialista por meio da guerra russo-japonesa e nas duas guerras sino-japonesas e juntou-se aos países do Eixo.

mussolini e hitler segunda guerra mundial
Mussolini e Hitler desfilando em carro aberto. Retirado de: https://goo.gl/TG8UnZ Marcadores: Benito Mussolini, Adolf Hitler, Desfile.
O conflito

Em 1939, a Alemanha invade a Polônia e o acordo entre França e Grã-Bretanha é acionado e os países saem em auxílio. Neste meio tempo, a URSS, temendo ficar sozinha no conflito com a Alemanha, assina um pacto de não agressão com o país nazista. Entretanto, mais ao fim da Guerra, os alemães invadem a União Soviética objetivando eliminar o bloco comunista de vez, assim como controlar os recursos soviéticos, como petróleo e a malha industrial. Evitando o conflito direto, os alemães fizeram um cerco em Leningrado, atual São Petersburgo, mas a batalha durou mais do que o planejado, o que complicou a situação do exército nazista.

A técnica da Terra Arrasada também foi essencial para minar os recursos do exército alemão. Os soviéticos abandonavam e queimavam as regiões que ocupavam à medida que os nazistas avançavam, para que encontrassem um ambiente inóspito. Esta estratégia foi um calo no sapato de Hitler, tal como foi, no século anterior, para Napoleão Bonaparte.

vila sovietica segunda guerra mundial
Vila soviética queimada após a técnica da Terra Arrasada. Retirado de: https://goo.gl/uZzpqx Marcadores: Vila, Terra Arrasada, União Soviética.

No outro lado do mundo, os Estados Unidos começavam a envolver-se na guerra. O Japão sabendo da disputa iminente com os EUA pelas áreas de influência no Oceano Pacífico, atacou a base militar de Pearl Harbor. Isto anunciou a entrada da potência econômica no conflito em 1941. Em março do mesmo ano, o icônico personagem de quadrinhos Capitão América era criado e utilizado como material de propaganda dos EUA na guerra.

Aos poucos, os Aliados foram revertendo os avanços do Eixo. No Pacífico a Guerra continuou até que os EUA lançaram em solo japonês as bombas atômicas. Após o ataque os japoneses assinaram a rendição. Após a guerra, mais uma vez, a Europa estava arrasada. A URSS e os EUA, tomaram as rédeas da reconstrução de alguns países, iniciando alguns blocos que se desenvolveriam melhor ao longo da Guerra Fria.

A Segunda Guerra Mundial foi um conflito diferente de qualquer um, até mesmo da Primeira, pois ela afetou com intensidade a vida da população civil. O historiador Eric Hobsbawm define o conflito como uma “Guerra Total”. Para ele, a Guerra se caracteriza pelo envolvimento de diversos setores da sociedade, inclusive o civil.

A população se envolveu desde o alistamento voluntário, até mesmo na expectativa positiva do fim da Guerra. Estima-se que quase cinquenta milhões de pessoas morreram durante o conflito, sendo aproximadamente metade deste número da União Soviética.

hiroshima segunda guerra mundial
Cogumelo de fumaça formado pela bomba de Hiroshima, responsável pela morte de milhares de pessoas. Retirado de: https://goo.gl/j9ozVx Marcadores: Bomba Nuclear, Hiroshima, Segunda Guerra

 

Questões para fixar o conteúdo de Segunda Guerra Mundial

(Fatec) A ocupação da Polônia marca o início da Segunda Guerra Mundial. A tentativa de manter a paz a qualquer custo, como foi feito em Munique, se revelou impossível. Hitler não se dava por satisfeito com a reconquista do “espaço vital”, queria mais e mais. Sobre a Segunda Guerra, é correto afirmar:

a) A Itália, aliada da Alemanha desde a assinatura do Pacto de Aço, declarou guerra à Inglaterra e à França em junho de 1940. Em setembro do mesmo ano, a Itália atacou o Egito e a Turquia.

b) Em 1941, tropas alemãs invadiram o território soviético e dominaram definitivamente Leningrado e Moscou.

c) A partir dos sucessos na frente ocidental, da invasão e conquista da Bélgica, Holanda e França e do recuo inglês para o outro lado do canal, Hitler voltou sua atenção para a Polônia.

d) O sucesso definitivo alemão deveu-se à sua tática militar, conhecida como “guerra relâmpago”; essa consistia no uso de forças motorizadas, tanques e aviação, conjugados e combinados entre si, em uma ação defensiva.

e) A partir da declaração de guerra, feita por Inglaterra e França contra a Alemanha, outros países foram entrando no conflito, de ambos os lados. A cada novo beligerante, a relação de forças se alterava, e a guerra entrava em uma nova fase. Inicialmente uma guerra europeia, estendeu-se paulatinamente à Ásia e a África.

Resposta: E

(Fei) Não pode ser considerado um fator que propiciou a eclosão da Segunda Guerra Mundial:

a) A ascensão de regimes totalitários na Itália e na Alemanha nos anos 20 e 30.

b) Os efeitos da crise de 29 na economia europeia.

c) As cláusulas punitivas do Tratado de Versalhes, imposto à Alemanha ao final da Primeira Guerra Mundial.

d) A vitória dos republicanos na Guerra Civil Espanhola barrando o avanço do fascismo na Espanha.

e) A união entre a Áustria e a Alemanha empreendida por Hitler.

Resposta: D

(Fuvest-gv) “Esta guerra, de fato, é uma continuação da anterior.” (Winston Churchill, em discurso feito no Parlamento em 21 de agosto de 1941).

A afirmativa acima confirma a continuidade latente de problemas não solucionados na Primeira Guerra Mundial que contribuíram para alimentar os antagonismos e levaram à eclosão da Segunda Guerra Mundial. Entre esses problemas identificamos:

a) crescente nacionalismo econômico, aumento da disputa por mercados consumidores e por áreas de investimentos.

b) desenvolvimento do imperialismo chinês na Ásia, com abertura para o Ocidente.

c) os antagonismos austro-ingleses que giraram em torno da questão Alsácia-Lorena.

d) oposição ideológica que fragilizou os vínculos entre os países, enfraquecendo todo tipo de nacionalismo.

e) a divisão da Alemanha que levou a uma política agressiva de expansão marítima.

Resposta: A

 

 

 

Sobre o(a) autor(a):

Guilherme Silva é formado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de História em escolas da Grande Florianópolis desde 2016.