Impacto das novas tecnologias no meio ambiente

Você já parou para pensar nos recursos e materiais que são necessários para produzir aparelhos digitais? E onde eles vão parar depois que as pessoas se desfazem deles? A produção e consumo crescente de smartphones, tablets e computadores resultam no aumento dos impactos das novas tecnologias no meio ambiente.

Por isso, o propósito deste módulo do Curso Conectados e Ligados é pensar sobre todo o processo de produção e descarte das novas tecnologias e como ele afeta o meio ambiente. Os conteúdos foram elaborados pela equipe do Instituto Vero.

Para aproveitar todo o conteúdo deste módulo, assista aos vídeos, baixe o e-book e responda às perguntas do quiz no final da página!

Publicidade

Vídeo: as novas tecnologias e o meio ambiente

No vídeo deste módulo você vai descobrir quais e quantos recursos são necessários para produzir aparelhos eletrônicos. Também vai ver um panorama de como é o descarte desses objetos no Brasil e no mundo. Quem te conta tudo sobre isso são a Isabela Inês e o Rodger Richer, integrantes do Instituto Vero:

Faça download do e-book

Pra se aprofundar nos estudos sobre os impactos das novas tecnologias no meio ambiente, faça o download do e-book do módulo 9! Se você não quiser ou não puder baixar o e-book, leia o texto a seguir e confira as recomendações complementares!

Baixe o E-book

Texto

As tecnologias têm um impacto significativo nos recursos que consumimos no planeta, uma vez que, para serem feitas e evoluídas, elas precisam de vários recursos naturais. Esse é o caso da própria energia elétrica, pois quanto mais estamos conectados, mais necessitamos de energia para alimentar todos os nossos dispositivos, como celulares, tablets, computadores, entre outros. Segundo a Bi4All, nos últimos 20 anos, a produção de energia duplicou, sendo os maiores consumidores a China e os Estados Unidos da América. 

Consumo de energia elétrica - novas tecnologias e meio ambiente
Gráfico da produção de energia elétrica de 1990 a 2016 em diferentes regiões do globo. Fonte: Bi4all

Consumo de energia elétrica

Esse consumo de energia tende a crescer exponencialmente, uma vez que as inovações tecnológicas estão acontecendo cada vez mais rápido. A nova tendência mundial são as moedas digitais. Para elas serem criadas e mineradas, é necessário que o computador faça uma série de cálculos complexos. Só que esses cálculos vão ficando mais e mais difíceis à medida que as pessoas vão minerando e, por isso, é preciso de vários computadores juntos para poderem fazer a mineração.

Ou seja, a quantidade de energia elétrica necessária para essas operações é extremamente elevada. Sem falar no subproduto direto dessa operação: o calor. Por isso, é necessário se instalar ar condicionados ou outros dispositivos semelhantes, que também consomem energia, para tentar dissipar esse calor.

Lixo eletrônico

Se formos olhar para os próprios computadores, a situação também é bem crítica. Por ter um uso excessivo, sem parar, os computadores tendem a se degradar com mais facilidade e novos precisam ser comprados.

Produção de computador - novas tecnologias e meio ambiente

O fato é que a própria produção de computadores gera bastante prejuízo para o meio ambiente. Para produzir um único computador, é necessário 3 vezes o nosso peso em combustíveis fósseis, 22 kg de produtos químicos prejudiciais e quase 1,5 tonelada de água.

Agora imagine tudo isso se transformando em lixo eletrônico. Por isso, os países – alguns mais que outros – estão investindo em formas de reciclar. Atualmente, a reciclagem é a solução mais aceitável para os dispositivos eletrônicos, mas que tem um grande custo associado.

Reciclagem de lixo eletrônico

É só pensar o quanto de material diferente cada tecnologia possui. Para reciclar, tudo isso tem que ser separado devidamente para dar o melhor destino. Claro, é muito melhor gastar com a reciclagem desses objetos do que depois reverter o impacto que o mal descarte de tecnologias no ambiente poderia eventualmente causar. Infelizmente, ainda há muitos países que possuem uma taxa de reciclagem baixíssima. Esse também é o caso do próprio Brasil, que só recicla 3% do lixo eletrônico.

Materiais tóxicos - novas tecnologias e meio ambiente

Ou seja, todos esses materiais altamente tóxicos, como mercúrio, chumbo e níquel, por exemplo, estão sendo diretamente jogados no meio ambiente, sem qualquer forma de evitar que eles adentrem no solo e cheguem, porventura, nos lençóis freáticos. Assim, é preciso compreender como se dá a dinâmica do descarte de lixos eletrônicos e também começarmos a refletir sobre formas que nós próprios podemos reverter esse quadro.

Consumo e descarte consciente

Cada um tem seu papel diante desse desperdício. A cultura capitalista e consumerista trouxe uma ansiedade para as pessoas de sempre estarem com o modelo mais atualizado de dispositivos eletrônicos, como celulares ou tablets. Isso faz com que aumente cada vez mais o desperdício de dispositivos que, muitas vezes, estão funcionando perfeitamente bem. Por isso, as pessoas precisam desenvolver a consciência ambiental para encontrar formas alternativas de não prejudicar o meio ambiente.

A dica é sempre achar formas de doar, reutilizar ou reciclar essas tecnologias. É sempre bom pensar que outras pessoas podem estar precisando de dispositivos, mesmo que antigos, ou haja museus ou lojas de eletrônicos antigos que gostariam de ter isso.

Além disso, se nenhuma dessas opções for factível, é possível devolver os produtos para a própria empresa. Isso é em razão da Política Nacional de Resíduos Sólidos do Brasil que obriga as empresas a ter um destino correto aos resíduos criados pelos seus produtos. Assim, na próxima vez que não souber o que fazer com seu celular antigo, talvez valha a pena ir na loja entregar de volta.

Materiais indicados:

E aí, curtiu? Então clique aqui para fazer o download do e-book e guardar esse material nos seus arquivos!

Quiz sobre novas tecnologias e meio ambiente

Por fim, responda às questões abaixo e verifique se você entendeu tudo sobre os impactos das novas tecnologias no meio ambiente!

.

Módulos anteriores do curso Conectados e Ligados

  1. O que é a internet
  2. Privacidade e proteção de dados pessoais
  3. Como se proteger na Internet
  4. Como não cair em desinformação na internet
  5. O que é cibercultura e net-ativismo
  6. Trabalho por plataformas
  7. O que é economia digital
  8. Desigualdade digital

Sobre o(a) autor(a):

Somos pesquisadores e influenciadores digitais comprometidos com a proteção da democracia, a promoção do discurso online e a construção de soluções para o combate à desinformação. Juntos, formamos um instituto de nativos da internet que tem o objetivo de estabelecer um ambiente digital saudável para o desenvolvimento individual e coletivo.

Compartilhe: