Movimento de Rotação

Revise e entenda o movimento de Rotação para resolver as questões do Enem e vestibulares. No final da aula, tem videoaula e exercícios para resolver!

Você conhece os movimentos realizados pelo planeta Terra? Além da Translação, a Terra realiza também o movimento de rotação. Vamos entender melhor com a Geografia como funciona este movimento quase imperceptível?

terra e o movimento de rotação
Figura 1: Movimento de rotação e a incidência de luz solar na Terra.

Assim como os demais planetas do Sistema Solar, além de orbitar em torno do Sol (movimento de translação), o planeta Terra realiza o movimento de rotação. Este movimento é o movimento responsável pela ocorrência dos dias e das noites.

O movimento de rotação é o giro que a Terra dá em seu próprio eixo e sua duração é de um dia solar, ou seja, 24 horas (mais precisamente, 23 horas, 56 minutos e 6 segundos).

Observando de fora do planeta e utilizando como referência o polo norte, o movimento de rotação acontece no sentido anti-horário. Ao decorrer do dia, ao observarmos o céu, podemos perceber a aparente movimentação do Sol, fato que levou a humanidade a crer, durante muito tempo, que ele girava em volta do nosso planeta. Mas, como você sabe, na verdade esta movimentação é da Terra, comprovando a existência do movimento de rotação.

Deste modo, o movimento de rotação ocorre de oeste para leste, porém a movimentação aparente do sol, para nós, pode ser observada de leste para oeste. O eixo de rotação da Terra é diferente do eixo longitudinal imaginário que atravessa o planeta de um polo ao outro. O eixo de rotação encontra-se em uma inclinação de 23,5º como mostra a imagem a seguir:

eixo de rotação da terra
Figura 2: Inclinação do eixo de rotação da Terra.

O principal efeito do movimento de rotação é a sucessão dos dias e das noites, mas há também outras consequências deste movimento. Como por exemplo: a utilização das horas, o achatamento dos polos, a utilização dos pontos cardeais, a ocorrência dos ventos e das correntes marítimas.

As horas nada mais são do que a representação da variação da incidência de Sol ao longo do dia, podendo variar dependendo da localidade do globo em que estamos. Os pontos cardeais são utilizados de acordo com a movimentação do Sol no céu servindo como auxílio para a localização.

O achatamento dos polos é um fenômeno extremamente lento que ocorre por conta da força centrífuga. Com a rotação, a zona equatorial se alarga e consequentemente os polos se achatam. Este é um movimento tão lento que é imperceptível para nós mesmo com a utilização do sistema avançados das imagens de satélite.

A velocidade do movimento de rotação da Terra é de aproximadamente 1666 km/h, que aparenta ser muito elevada, mas quando comparada com os demais corpos celestes possuí uma velocidade inferior.

E se o movimento de Rotação acabasse?

A movimentação da Terra só ocorre porque não há nenhuma força próxima ao planeta capaz de parar sua movimentação. Mas o que aconteceria se a movimentação do planeta Terra parasse?

Caso a Terra parasse de repente de girar em torno de seu próprio eixo, teoricamente o impacto da força centrípeta sobre nós faria com que fossemos lançados para fora do planeta, em função da lei da inércia.

A mudança da atmosfera também seria imediata, alterando completamente o clima do planeta e ocasionando grandes eventos climáticos. Sem falar que os dias e noites acabariam, ficando uma parte do planeta constantemente iluminada e a outra constantemente escura.

Para revisar o movimento de translação para a prova do Enem, assista esta videoaula sobre o tema

Exercícios de Rotação para você continuar estudando:

.

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22