Sinônimos, hiperônimos e antônimos

Conheça os aspetos semânticos do vocabulário: sinônimos, heperônimos e antônimos. Saiba como usar estas palaras para melhorar sua interpretação. Revise Português para mandar bem no Enem!

Algumas palavras da Língua Portuguesa, às vezes, parecem ser coisas “de outro planeta”, não é mesmo? Mas calma! Basta prestar um pouco de atenção e exercitar sua memória para relembrar o que, com certeza, você já estudou. Assim, você vai descobrir que aqueles conteúdos que parecem impossíveis de aprender não são tão difíceis assim. Isso provavelmente vai acontecer com você nesta aula, onde vamos estudar os aspectos semânticos da língua, relembrando o que são sinônimos, hiperônimos e antônimos. Você ainda vai relembrar de que maneira podemos utilizar as palavras na construção de uma frase. Vem comigo e revise Português para mandar bem nas questões de Línguas do Enem e dos vestibulares!

Em um texto, o uso das palavras de forma coesa e coerente pode garantir que o seu texto esteja caminhando rumo aos 1000 pontos na redação. Além disso, saber utilizar as palavras pode fazer com que você se livre das famosas “pegadinhas” que tanto nos assustam quando fazermos as provas de qualquer disciplina.

Para esta aula utilizaremos um ramo importante ramo da Língua Portuguesa: a Semântica. Essa parte da Linguística estuda o significado das palavras e sua aplicação nas frases.  Vamos ver como usá-las?

1 – Sinônimos/Sinonímia

De maneira bastante simplificada, podemos compreender os Sinônimos (também chamados de Sinonímia) como sendo as palavras que têm significados iguais ou semelhantes; que mantêm uma relação de significado entre si.

Conhecer diferentes sinônimos pode ser uma excelente ferramenta na hora de escrever uma redação. Quando escrevemos um texto, podemos usar certos vocábulos que permitirão utilizar aquilo que está explícito no texto de outras maneiras, bem como aproveitar as informações do contexto. Isso permitirá também que em uma redação você mostre que sabe indicar a relação de semelhança entre as palavras. Dessa maneira, com um recurso como a expansão lexical (aumento do seu vocabulário), você pode favorecer a sua leitura (importante na hora de interpretar aqueles textos enormes das questões de Línguas do Enem) e também a leitura (e avaliação) de quem está lendo seus textos.

Veja um exemplo de como utilizar a sinonímia:

Eles tinham pontos de vista opostos. Seu posicionamento antagônico, no entanto, não os tornava inimigos.

Veja que o uso desses sinônimos tornou o texto menos repetitivo, deixando-o mais bem construído.

Alguns exemplos de Sinônimos/Sinonímia:

1) Casa, moradia, lar;

2) Apreciar, gostar;

3) menino, garoto, rapaz.

4) Decidir, resolver;

5) Opostos, antagônicos, contrários;

6) Magnífico, encantador, esplêndido.

Atenção! Na produção de um texto, o uso de Sinônimos pode ser um mecanismo bastante útil para evitar a repetição de palavras e problemas associados à coesão/coerência textuais. Procure, após escrever o seu texto, verificar qual (ou quais) palavra(s) poderia(m) ser substituída(s) por outra(s) de valor equivalente para, assim, não ficar usando várias vezes um mesmo termo ou expressão.

Dica: Melhore ainda mais sua interpretação de texto com esta aula sobre recursos coesivos do Curso Enem Gratuito!

2 – Hiperônimos/Hiperonímia

É um dos recursos mais importantes no ato da leitura e da produção de textos. Em outras palavras, podemos definir os Hiperônimos como palavras de sentido genérico, ou seja, palavras cujos significados são mais abrangentes, que apresentam, no entanto, características linguísticas que são comuns.

Ficou difícil de entender, veja alguns exemplos:

Animais é hiperônimo de cachorro e cavalo.
Legume é hiperônimo de batata e cenoura.
Galáxia é hiperônimo de estrelas e planetas.
Ferramenta é hiperônimo de chave de fenda e alicate.
Doença é hiperônimo de catapora e bronquite.

Fique ligado(a)! Dentro da categoria dos Hiperônimos, é necessário destacar o papel que exerce um outro grupo de palavras, ligado diretamente aos hiperônimos, que são as palavras Hipônimas. Essas palavras possuem sentido específico, ou seja, são palavras cujos significados são hierarquicamente mais específicos do que de outras. Para entender melhor, observe os exemplos: 

Maçã e morango são hipônimos de fruta.
Vermelho e verde
 são hipônimos de cor.
Brócolis e couve-flor
 são hipônimos de verdura.
Flores e árvores são hipônimos de flora.
Gripe e pneumonia são hipônimos de doença.

3 – Antônimos/Antonímia

Ocorre todas as vezes que as palavras ou expressões possuem significados opostos ou expressam ideias que dizemos ser antagônicas.

Esta propriedade assegura que um texto estabeleça o que chamamos de relações de oposição. Dessa maneira, os antônimos muitas vezes são recursos fundamentais para garantir ao texto o paralelismo entre suas partes e, assim, manter a coesão/coerência.

Além da oposição entre palavras ou expressões, os Antônimos podem ser usados para colocar em oposição o conteúdo de duas ou mais frases.

Veja alguns exemplos de Antônimos/Antonímia:

curto alto rápido nunca amar triste preto grande morto noite
comprido baixo lento sempre odiar alegre branco pequeno vivo dia

Depois de ter visto como estas palavras funcionam na escrita, você deve ler, interpretar, compreender e escrever textos para treinar. Se você utilizar constantemente estas ferramentas, escrever e interpretar textos pode se tornar algo mais simples e fácil para você.

Dica: Aprimore sua redação com esta aula sobre a pontuação utilizada na língua portuguesa.
Para fixar o conteúdo que acabamos de aprender, assista o vídeo com uma live sobre Sinônimos e Antônimos, com o Prof. Noslen:

Agora que você já é “quase um especialista” em sinônimos, hiperônimos e antônimos, vamos fazer alguns exercícios para praticar um pouco?

1) Assinale a alternativa cujas palavras substituem adequadamente as palavras e expressões destacadas abaixo:

Passou-me sem atenção que a sua intenção era estabelecer uma diferença entre os ignorantes e os valentes, corajosos.

Descubra a faculdade certa pra você em 1 minuto!

a) desapercebido – descriminar – incipientes – intemeratos.

b) despercebido – discriminar – insipientes – intimoratos.

c) despercebido – discriminar – insipientes – intemeratos.

d) desapercebido – descriminar – insipientes – intemeratos.

e) despercebido – discriminar – incipientes – intimoratos.

 

2) O apaixonado rapaz ficou extático diante da beleza da noiva.

A palavra destacada é sinônima de:

a) imóvel

b) admirado

c) firme

d) sem respirar

e) indiferente

 

3) Indique a alternativa errada:

a) As pessoas mal-educadas, sempre se dão mal com os outros.

b) Os meus ensinamentos foram mal interpretados.

c) Vivi maus momentos, naquela época.

d) Temos que esclarecer os mau-entendidos.

e) Os homens maus sempre prejudicam os bons.

 

4) os sinônimos de exilado, assustado, sustentar e expulsão são, respectivamente:

a) degredado, espavorido, suster e proscrição.

b) degradado, esbaforido, sustar e prescrição.

c) degredado, espavorido, sustar e proscrição.

d) degradado, esbaforido, sustar e proscrição.

e) degradado, espavorido, suster e prescrição.

 

5) Trate de arrumar o aparelho que você quebrou e costurar a roupa que você rasgou, do contrário não saíra de casa nesse final de semana.As palavras destacadas podem ser substituídas por:

a) concertar, coser e se não.

b) consertar, coser e senão.

c) consertar, cozer e senão.

d) concertar, cozer e senão.

e) consertar, coser e se não.

GABARITO:

1) B

2) B

3) D

4) A

5) B

 

Sobre o(a) autor(a):

Os textos e exemplos acima foram preparados pelo professor Eduardo Bugs Gonçalves para o Blog do Enem. Eduardo é formada em Letras – Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Pelotas. Cursou Especialização em Leitura e Produção de Textos pela Universidade Federal de Pelotas. È Mestre em Linguística Aplicada. Dá aulas de Português, Literatura e Redação em escolas da Grande Florianópolis desde 2011. Facebook: https://www.facebook.com/eduardogonçalves