As Vitaminas

Você sabe como as vitaminas atuam em nosso organismo? Sabe o que pode acontecer se não consumirmos elas em quantidades satisfatórias? Não? Então vem com a gente revisar as vitaminas para mandar bem em Biologia!

Assim como os sais minerais, as vitaminas são chamadas de micronutrientes. Isso porque, em geral, têm um tamanho bastante pequeno (são, inclusive, absorvidas diretamente no estômago) e são necessárias em quantidades bem pequenas em nosso organismo.

Porém, apesar de em quantidade serem muito ínfimas em relação à necessidade por outros nutrientes, como os carboidratos e as proteínas, as vitaminas são essenciais para o bom desenvolvimento do nosso organismo. Isso porque elas atuam na regulação de uma série de processos metabólicos.

Você conhece as vitaminas e suas funções em nosso organismo? Não? Então, vem comigo nesta aula de Biologia para mandar bem com a sua saúde e também com as questões de Ciências da Natureza do Enem e dos vestibulares.

O que são vitaminas?

As vitaminas são componentes orgânicos com função reguladora. Assim como os sais minerais e as enzimas (proteínas catalizadoras), as vitaminas são responsáveis por ajudar a controlar uma série de reações químicas no corpo, sendo assim, indispensáveis pela manutenção da homeostase do organismo.

Elas são tão importantes que você já deve ter notado, inclusive, que nas farmácias há uma série de medicamentos chamados de “complexos vitamínicos”, cujo objetivo é suplementar a ingestão de vitaminas em dietas deficientes. Porém, em geral, uma alimentação equilibrada é capaz de suprir todas as necessidades vitamínicas do nosso organismo.

Tipos de vitaminas

Basicamente, dizemos que há dois grupos de vitaminas de acordo com sua composição química: as lipossolúveis e as hidrossolúveis. As lipossolúveis, como seu próprio nome já diz, são aquelas que conseguem se dissolver em gorduras, como as vitaminas A, D, E e K. Já as hidrossolúveis são aquelas que podem ser dissolvidas em água, como as vitaminas C, as do complexo B, o ácido fólico e a niacina.

Funções das vitaminas

Cada vitamina possui uma função em particular e é encontrada em fontes variadas de alimentos. Vamos revisá-las?

Vitamina A

A Vitamina A, ou retinol, precisa ser consumida na dose de 1mg por dia. Ela é encontrada em laticínios, na gema do ovo e no fígado. Além disso, a vitamina A também pode ser produzida a partir do betacaroteno, substância presente em vegetais de coloração alaranjada como a cenoura, o mamão e a abóbora e também em hortaliças verdes, como a couve. A principal função da vitamina A é atuar na manutenção dos tecidos epiteliais e da visão.

Falta de Vitamina A: Como essa vitamina atua na saúde da pele, a falta de dela faz com que a pele fique ressecada e quebradiça, facilmente sujeita à infeções. Além disso, uma pessoa com grave deficiência de vitamina A pode ter dificuldade de visão em ambientes pouco iluminados e ressecamento da córnea, o que pode levar à cegueira.

Vitamina D

A vitamina D, ou ergocalciferol e colecalciferol, está diretamente ligada à saúde dos ossos. Isso porque ela facilita a absorção de cálcio e fósforo na matriz óssea, participando portanto da formação dos ossos. A vitamina D pode ser encontrada no fígado, em óleo de peixes, laticínios e na gema de ovo.

Além disso, o ergosterol, presente em vegetais, pode ser convertido em vitamina D pelo nosso organismo com o auxílio do Sol (por isso a importância da exposição à luz solar durante, pelo menos, 20 minutos do dia. Especialmente em crianças, cujo esqueleto está em formação). Nosso organismo precisa de 0,01 mg de vitamina D para funcionar adequadamente.

Falta de vitamina D: A falta de vitamina D prejudica os ossos. Em adultos pode levar a ossos fracos (osteomalácia) e à osteoporose. Em crianças, pode causar má-formação do esqueleto, conhecida como raquitismo.

Vitamina E

A vitamina E, também conhecida como tocoferóis, é encontrada em hortaliças com folhas verdes, cereais, legumes, óleos vegetais, gema do ovo, amendoim, laticínios, entre outros alimentos. Ela tem a função de proteger as células da ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce. Precisamos ingerir cerca de 10mg de vitamina E por dia para nos mantermos saudáveis.

Falta de vitamina E: A deficiência de vitamina E pode causar infertilidade nos animais, anemia, lesões nos músculos e também prejuízos ao sistema nervoso.

Vitamina K

A vitamina K, ou as quinonas, é encontrada em laticínios, fígado, em vários tipos de frutas e hortaliças, nas carnes, em vários chás e outros alimentos. Além disso, as bactérias que vivem em simbiose em nossos intestinos também podem sintetizar a vitamina K. Essa vitamina tem papel crucial na coagulação sanguínea.

Falta de vitamina K: Por fazer parte da cadeia de coagulação sanguínea, sua deficiência pode aumentar as chances de hemorragias.

Vitamina B1

A vitamina B1, ou a tiamina, pode ser encontrada nos ovos, em cerais integrais, em vários legumes, nas carnes e no fígado. Ela é uma coenzima essencial nos processos de respiração celular. Dessa maneira, atua na obtenção de energia nas células. Precisamos consumir cerca de 1,5mg de vitamina B1 por dia.

Falta de vitamina B1: A falta de vitamina B1 pode causar inflamação nos nervos, o que levará à paralisia e atrofia muscular, também conhecida como beribéri.

Vitamina B2

A vitamina B2, ou riboflavina, é outra coenzima que atua na respiração celular. Pode ser encontrada no fígado, em cerais integrais, carnes, hortaliças e folhas verdes. Precisamos de 1,7mg dessa vitamina diariamente.

Falta de vitamina B2:  A falta de B2 pode causar problemas no sistema nervoso, lesões na pele e rachaduras no canto da boca.

Vitamina B6

A vitamina B6, ou pirodixina, precisa ser ingerida na ordem de 2 mg por dia. Pode ser encontrada em cerais integrais ou enriquecidos, na banana, em verduras, carnes e fígado, além de ovos e laticínios. Essa vitamina é uma coenzima importante no metabolismo dos aminoácidos e, portanto, envolvida na produção de proteínas.

Falta de vitamina B6: A falta de vitamina B6 causa lesões na pele, nos nervos e nos músculos.

Vitamina B12

A vitamina B12, ou cobalamina, é encontrada em alimentos de origem animal como carnes, ovos, fígado e laticínios. Ela age na formação das hemácias e também no metabolismo dos ácidos nucleicos. Precisamos consumir cerca de 0,003 mg de cobalamina diariamente.

Falta de vitamina B12: A deficiência de B12 pode gerar anemia perniciosa e lesões nos nervos.

Niacina

A niacina, ou nicotinamida, é encontrada em cerais integrais ou enriquecidos, no café, em folhas verdes, feijão, fígado, carnes, ovos, leite e amendoim. Ela é responsável pelo transporte de elétrons e hidrogênios na cadeia respiratória. Precisamos ingerir 20mg de niacina diariamente.

Falta de niacina: a falta dessa vitamina pode gerar dermatites, diarreia e lesões no sistema nervoso com demência, conhecidas como pelagra.

Ácido fólico

O ácido fólico é encontrado em hortaliças, legumes, fígado, carnes, ovos, cereais integrais, frutas, amendoim e feijão. Ele é uma coenzima que atua na transferência de carbonos no metabolismo de aminoácidos e ácidos nucleicos. Devemos consumir 0,2mg de ácido fólico diariamente.

Falta de ácido fólico: A falta desse nutriente pode levar à anemia perniciosa e diarreia.

Vitamina C

A mais “famosa” das vitaminas é também conhecida como ácido ascórbico. Encontramos vitamina C em várias frutas, como a goiaba, o caju, laranja, limão, acerola, manga entre outras. Também são fontes de vitamina C o pimentão, os brócolis, a couve e várias outras hortaliças. A vitamina C atua na produção do colágeno, proteína que dá sustento à tecidos conjuntivos (ósseo, propriamente dito, cartilagens…). Além disso, essa vitamina também protege as células contra a ação de radicais livres.

Falta de vitamina C: A falta dessa vitamina leva à baixa imunidade. Além disso, faz com que tecidos conjuntivos e capilares sanguíneos fiquem fracos, levando à sangramentos frequentes na pele e nas gengivas, inchaços e dores articulares. Esse quadro é conhecido como escorbuto.

E aí? Conseguiu aprender um pouco mais sobre as vitaminas? Beleza! Agora, para ajudar a fixar este conteúdo, veja esta aula do professor Kennedy Barros:

Para finalizar sua revisão, que tal testar seus conhecimentos?

Questão 01 – (UFPR/2018)    

A falta de vitaminas pode causar doenças chamadas avitaminoses, cujos sintomas dependem do tipo de vitamina que está deficiente. Em um estudo realizado em diferentes populações humanas, foram constatados os seguintes sintomas e doenças relacionados a avitaminoses: (1) raquitismo, (2) escorbuto, (3) hemorragias e (4) cegueira noturna.

Assinale a alternativa com a dieta correta para o tratamento de cada uma das quatro avitaminoses acima identificadas.

a) (1) cenoura, abóbora e fígado como fontes de vitamina D. – (2) frutas cítricas como fontes de vitamina C. – (3) peixe como fonte de vitamina A. – (4) vegetais com folhas verdes como fontes de vitamina K.

b) (1) peixe, leite e gema de ovo como fontes de vitamina D. – (2) frutas cítricas como fontes de vitamina C. – (3) vegetais com folhas verdes como fonte de vitamina K. – (4) abóbora, fígado e cenoura como fontes de vitamina A.

c) (1) peixe, leite e gema de ovo como fonte de vitamina K. – (2) frutas cítricas como fontes de vitamina A. – (3) vegetais com folhas verdes como fonte de vitamina D. – (4) cenoura, abóbora e fígado como fonte de vitamina C.

d) (1) cenoura, abóbora e fígado como fontes de vitamina D. – (2) peixe, leite e gema de ovo como fontes de vitamina K. – (3) vegetais com folhas verdes como fonte de vitamina A. – (4) frutas cítricas como fontes de vitamina C.

e) (1) vegetais com folhas verdes como fonte de vitamina D. – (2) cenoura, abóbora e fígado como fontes de vitamina C. – (3) frutas cítricas como fontes de vitamina K. – (4) peixe, leite e gema de ovo como fontes de vitamina A.

Gab: B

Questão 02 – (PUC GO/2017)    

de repente

me lembro do verde

da cor verde

a mais verde que existe

a cor mais alegre

a cor mais triste

o verde que vestes

o verde que vestiste

o dia em que eu te vi

o dia em que me viste

de repente

vendi meus filhos

a uma família americana

eles têm carro

eles têm grana

eles têm casa

a grama é bacana

só assim eles podem voltar

e pegar um sol em copacabana

(LEMINSKI, Paulo. Toda poesia. 12. reimpr.
São Paulo: Companhia das Letras, 2013. p. 100.)

Considere o último verso do texto – “e pegar um sol em copacabana” –, que destaca um bairro nobre, situado na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro. Um dos bairros mais famosos e prestigiados do Brasil, Copacabana, permite nos deliciarmos com o que a natureza consegue reunir em um cenário único: o sol e a beleza da cidade. Agora, analise os itens a seguir:

I. O banho de sol estimula a pele a produzir vitamina D, fundamental na absorção do magnésio ósseo.

II. A vitamina D é um hormônio esteroide lipossolúvel que pode ser obtido após exposição solar ou por meio da alimentação.

III. A vitamina D não apresenta qualquer relação com o sistema imunológico, nem tampouco no processo de diferenciação celular.

IV. A falta de vitamina D na infância leva ao raquitismo, doença responsável pelo aparecimento de deformidades ósseas.

Em relação às proposições analisadas, assinale a única alternativa cujos itens estão todos corretos:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

Gab: D

Questão 03 – (UFJF MG/2017)    

Segundo o Instituto Mineiro de Endocrinologia, embora o Brasil seja um país com abundância de dias ensolarados, diversos fatores têm dificultado a nossa exposição ao sol, tais como o estilo de vida moderno nas grandes cidades, o sedentarismo, o receio de danos à pele pela exposição solar e o uso de protetor solar. Esses fatores têm causado um problema generalizado de deficiência de vitamina D na população.

a) Por que o receio dos danos do sol à pele e o uso do protetor solar podem ter relação com a deficiência de vitamina D na população?

b) Por que é importante crianças em fase de crescimento tomarem sol regularmente?

c) O que são vitaminas lipossolúveis?

Gab:

a) Porque a vitamina D também é produzida na pele pela ação dos raios solares (ultravioleta) e a falta (ou diminuição) de exposição ao sol diminui essa produção pela pele.

b) Porque a vitamina D estimula a absorção de cálcio e fósforo no intestino e sua deposição nos ossos, sendo assim, a deficiência de vitamina D pode causar raquitismo (enfraquecimento ou deformação nos ossos) em crianças.

c) São vitaminas solúveis em lipídios ou gorduras.

Questão 04 – (FCM PB/2017)    

Os radicais livres são espécies químicas feitas naturalmente pelas mitocôndrias do organismo humano. São altamente reativos e instáveis pela presença de um ou mais elétron desemparelhado. São formados durante o processo respiratório e a digestão celular. Também podem ser formados por fatores externos como fumaça de cigarro, radiação e álcool. A participação dos radicais livres já foi comprovada em mais de 50 tipos de doenças entre elas: doenças reumatológicas, cardiovasculares, Alzheimer, câncer, depressão. Os radicais livres que se originam das reações químicas, das quais o O2 participa tem efeitos drásticos sobre a membrana biológica. Diante do exposto, pergunta-se: Entre as substâncias que protegem as membranas lipoproteicas da ação dos radicais livres, podemos citar:

a) Vitaminas A e E e substâncias presentes na manga.

b) Vitaminas A e K e substâncias presentes no tomate.

c) Vitaminas C e K e substâncias presentes na castanha.

d) Vitaminas E e B e substâncias presentes nos frutos do mar.

e) Vitaminas B e K e substâncias presentes na castanha do pará.

Gab: A

Questão 05 – (IFSP/2016)    

As vitaminas formam um grupo de substâncias importantes nos processos dos metabolismos de um organismo. As necessidades diárias deverão ser supridas através de uma alimentação variada. A falta de vitaminas pode causar doenças chamadas avitaminoses e sua ingestão muito além das doses recomendadas pode ser prejudicial, ocorrendo as hipervitaminoses. A vitamina _____________ é necessária para a manutenção da integridade da pele e dos epitélios, tanto o respiratório, como o intestinal e urinário e atua na síntese de pigmentos da retina. Sua deficiência pode causar pele escamosa e seca e problemas de visão, entre estas a cegueira noturna.

O espaço existente acima deve ser completado com:

a) B1 (Tiamina)

b) A (Retinol)

c) C (Ácido ascórbico)

d) D (Calciferol)

e) E (Tocoferol)

Gab: B

Sobre o(a) autor(a):

Juliana é bióloga formada pela Universidade Federal de Santa Catarina e cursa o Mestrado em Educação na mesma instituição. Ministra aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007 e é coordenadora pedagógica do Blog do Enem.