Sais com reações de neutralização total e parcial

Você sabia que quando misturamos um ácido e uma base em uma certa reação química, estas substâncias irão reagir entre si, e uma delas irá neutralizar a outra? Então venha estudar conosco e aumentar seus conhecimentos para a prova do Enem!

Segundo a Teoria de Arrhenius, o ácido é a substância que libera o cátion hidrogênio (H+) em meio aquoso. Já a base é a substância que libera o ânion hidroxila (OH) em meio aquoso. Na reação entre essas duas substâncias, formam-se sal e água (reação de neutralização).

A reação entre um ácido e uma base é chamada de reação de neutralização ou reação de salificação, pois o produto formado é um sal. Outra característica das reações de neutralização é justamente a neutralização do pH do meio.

Antes de vermos como funcionam as reações de neutralização total e parcial, é interessante entender onde as reações de salificação ocorrem no nosso dia a dia. A mais famosa com certeza é a formação do sal de cozinha, o NaCl (que veremos logo abaixo). Mas também temos outras reações importantes como o controle da azia no nosso corpo.

O nosso processo digestivo utiliza HCl (ácido clorídrico) para acontecer. Quando temos um excesso desse ácido no processo, sentimos seu efeito: enjoo, náuseas, etc. Sabemos que para neutralizar a ação de um ácido, precisamos de uma base. É por isso que quando apresentamos um quadro de azia, podemos procurar fármacos que utilizem bases em sua composição.

Uma das bases mais utilizadas em antiácidos estomacais é o Hidróxido de Magnésio, o Mg(OH)2. Mas, cuidado! Lembre-se sempre de não se auto medicar e buscar ajuda médica quando sentir-se mal.

Reação de Neutralização Total

A neutralização total ocorre quando todos os íons H+ provenientes do ácido são consumidos pelos íons OH (hidroxila) provenientes da base, para formar como produto a água. Os cátions (cargas positivas) deixadas pelas bases se ligam aos ânions (cargas negativas) provenientes dos ácidos para formar os sais, que neste caso são denominados neutros ou comuns.

Ácido   +    base    →     sal   +   água

H+X       Y+OH            XY       HOH

Vamos observar alguns exemplos de reações bem conhecidas e que costumam aparecer no Enem e vestibulares:

HCL   +    NaOH    →     NaCl   +   H2O

H2SO4   +    Ca(OH)2     →      CaSO4    +    2 H2O

2 H3PO4  +   3 Mg(OH)2    →     Mg3(PO4)2    +    6 H2O

4 NH4OH    +    H4SiO4  →     (NH4)4SiO4    +     4   H2O

Observe que em todos os exemplos os íon H+ e OH foram utilizados para formar as moléculas de água. Observe também que devemos verificar o balanceamento da reação química para que ela fique correta.

Reações de Neutralização Parcial

Nas reações de neutralização parcial, há o consumo de uma parte do ácido ou da base, sobrando na reação íons H+ ou OH, sem serem neutralizados. Os íons que não foram neutralizados estarão presentes na fórmula do sal formado.

A reação de neutralização parcial pode ser:

a) Reação de neutralização parcial do ácido: as hidroxilas (OH) da base não são suficientes para consumirem todos os íons H+ do ácido, assim, o ácido estará em maior quantidade em relação a base.

Exemplo:  H2CO3    +    NaOH     →       NaHCO3     +     H2O

Observe que:

1) H2CO3 é um diácido (possui 2 H+ ionizáveis)

2) NaOH é uma monobase (possui apenas uma hidroxila). Neste caso, somente um H+ será neutralizado por outro íon OH, sobrando um íon H+ na reação. Este íon H+ será incorporado na fórmula do sal obtido. Este sal formado é classificado como hidrogeno-sal ou sal ácido.

b) Reação de neutralização parcial da base: os íons H+ não são suficientes para neutralizar todas as hidroxilas (OH) da base, assim, a base estará em maior quantidade em relação ao ácido.

Exemplo:   HCl   +    Ca(OH)2       →       Ca(OH)Cl    +     H2O

Observe que:

1) HCl é monoácido (possui apenas 1 H+ ionizável)

2) Ca(OH)2 é uma dibase (possui 2 hidroxilas). Neste caso, um íon H+ será neutralizado por um  íon OH, formando apenas uma molécula de água. O outro íon OH será incorporado à fórmula do sal. Este sal é denominado de hidroxi-sal ou sal básico.

Para continuar estudando o tema, veja a aula do Hexag Mackenzie sobre reações de neutralização totais:

Agora vamos testar nossos conhecimentos e fazer alguns exercícios?

1) (UNESP – SP) Ao participar de uma festa, você pode comer e beber em demasia, apresentando sinais de má digestão ou azia. Para combater a acidez, ocasionada pelo excesso de HCl (ácido clorídrico) no estômago, seria bom ingerir uma colher de leite de magnésia [Mg(OH)2] que irá reagir com este ácido. A equação da reação de neutralização parcial é representada por:

a) Mg(OH)2 +   HClO     →  MgOHClO    +  2 H2O

b) Mg(OH)2 +  2 HCl    →    MGCl2     +    2   H2O

c) Mg(OH)2 +   HCl     →      MgOHCl     +    H2O

d) Mg(OH)2 +    2 HClO    →   Mg(ClO)2   +    2 H2O

Gabarito: C

resolução:

HCl tem apenas um H+ ionizável

Já o Mg(OH)2 tem duas hidroxilas. Para uma reação parcial, apenas um íon OH irá reagir com o íon H+, formando a molécula de água. Dessa forma, sobra um íon OH, que será incorporado à fórmula do sal.

2) (PUC – SP) Algumas substâncias, como as apresentadas na tabela a seguir, fazem parte do nosso cotidiano, tendo as mais diversas funções. A sequência que apresenta, respectivamente, a fórmula química das substâncias: 1,2,3 e 4 encontra-se na alternativa:

Substância:  Aplicação:
1 – carbonato de cálcio confecção de pisos, pias
2 – sulfato de bário contraste de radiografia
3 – nitrato de sódio fabricação de vidro
4 – fluoreto de sódio ativo em cremes dentais

 

a) CaCO3; BaSO4; NaNO3; NaF

b) COCa; BaSO3; NaNO2; NaF

c) CaCO2; BaS; NaNO4; NaFO3

d) Ca2CO3; BaSO4; NaNO3; Na2F

Gabarito: A

3) (UERJ – 2019) No tratamento de sintomas de acidez estomacal, emprega-se o hidróxido de alumínio, que neutraliza o excesso de ácido clorídrico produzido no estômago. Na neutralização total, a quantidade de mols de ácido clorídrico que reage com um mol de hidróxido de alumínio para formação do sal neutro corresponde a:

a) 2

b) 3

c) 4

d) 5

Gabarito: B

4) (PUC – MG) Observe as reações de neutralização:

I – HCl  +  NaOH   →      X    +   H2O

II – H2CO3   +   KOH   →     +   H2O

III –   +   NH4OH     →      NH4ClO    +    H2O

A nomenclatura correta para as substâncias: X, Y e Z, respectivamente é:

a) cloreto de sódio; bicarbonato de potássio; ácido hipocloroso

b) cloreto de potássio; bicarbonato de potássio; ácido perclórico

c) cloreto de sódio; carbonato de potássio; ácido clórico

d) cloreto de potássio; carbonato de potássio; ácido hipocloroso

Gabarito: A

 

Sobre o(a) autor(a):

Texto elaborado por Roseli Prieto, professora de Química e Biologia da rede estadual de São Paulo. Já atuou em diversas escolas públicas e privadas de Santos (SP). É Gestora Ambiental e Especialista em Planejamento e Gestora de cursos a distância.