Ironia e humor: a construção de sentido na prova de Linguagens

Saiba quais são os diferentes tipos de ironia e aprenda quais são as diferenças entre humor e ironia! Prepare-se para as questões de Linguagens do Enem!

Você sabe produzir diferentes efeitos de sentido no texto? Ou identificar e diferenciar sentenças que contêm ironia e humor nas questões de português do Enem? Isso tudo é importante não só para a prova de Linguagens, como também de redação.

Linguagem figurada

Linguagem figurada é como chamamos qualquer produção de sentido que envolva a linguagem não-literal. Por isso, as figuras de linguagem são ferramentas disponíveis para criarmos diferentes efeitos de sentido.

Para compreender melhor qualquer ferramenta utilizada em um texto, não podemos perder de vista o contexto de enunciação. Isso porque interpretar o que um texto quer dizer não é sobre reconhecer palavras, mas sim compreender a situação comunicativa de qualquer frase, pensando estes quatro tipos de efeitos de sentido: ironia, duplicidade de sentido, ambiguidade ou humor.

Publicidade

Nesta aula vamos aprofundar apenas a ironia e humor.

Ironia

A ironia é quando dizemos o oposto do que queremos. Temos três tipos de ironia: a ironia verbal, a ironia de situação e a ironia teatral. Logo abaixo vamos explicar exemplificando cada um dos tipos, começando pela ironia verbal. Leia a tirinha a seguir:

Tirinha com ironiaFonte: https://tirasarmandinho.tumblr.com/

Ironia verbal

A tira do Armandinho, criada pelo cartunista Alexandre Beck, exemplifica muito bem alguns recursos para marcar a ironia, como o uso de aspas. No primeiro quadrinho, ele comenta que há amigos e “amigos”, mas como você sabe que ‘“amigos” não quer dizer, de fato, amigos?!

Isso ocorre porque já sabemos que quando se usa aspas pode ser que a palavra tenha outro significado. Assim, já fazemos a leitura consciente da ironia pela produção de sentido.  E aí, Armandinho brinca com a situação dizendo que, talvez, um bode com aspas talvez não seja exatamente um bode.

Neste caso, a ironia é a ironia verbal, que é aquela que se diz quando se quer, na verdade, dizer outra coisa. No caso, ele não quer dizer amigos, ele se refere àquelas amizades que não são tão verdadeiras assim.

É através da ironia, também, que temos o efeito de humor da tira. Afinal, a pergunta final do Armandinho para o bode é se ele é um bode com ou sem ironia, brincando com a figura de linguagem.

Conseguiu acompanhar?

Em seguida vamos ver mais um exemplo, agora de ironia de situação.

Ironia de situação

Tirinha com ironia de situaçãoFonte: https://tirasarmandinho.tumblr.com/

Nessa tira, a frase “pra não perder tempo” contém ironia de situação, que é aquela que ocorre quando o resultado final é diferente do que era esperado.

No caso, ele não queria “perder tempo” enquanto dirigia e, por isso, falava ao telefone. Entretanto, acabou batendo o carro e – apesar de não ter se ferido – teve de perder tempo mesmo assim.

Ironia dramática

A ironia dramática ou satírica é um recurso muito usado em textos literários. Alguns pesquisadores acreditam que essa ironia dialoga com o termo “ironia do destino” usado popularmente.

Essa ironia corresponde a uma ferramenta que, de alguma forma, comunica ao leitor/expectador sobre o que vai acontecer, enquanto os personagens permanecem na ignorância.

Para este caso, vou usar uma cena da série La Casa de Papel. Atenção, se você não viu ainda a última temporada, pule esta parte do post, pois contém spoilers!

La casa de papel - ironiaFonte: https://www.adorocinema.com/noticias/series/noticia-160034/

Sierra é conhecida por ser uma agente do governo cruel e por ter protagonizado um dos assassinatos mais pesados da série, o de Nairóbi, uma das nossas personagens queridinhas. Ela executa as torturas grávida e nesta última temporada ela consegue prender o professor.

De alguma forma, todos que acompanham a série já esperavam que a bebê fosse nascer em um momento inapropriado e, de fato, é o que acontece. Após prender e torturar o professor, Sierra inicia o trabalho de parto com ele e seus companheiros como reféns, tendo que pedir ajuda a eles para parir. Se isso não é ironia do destino, eu não sei o que é, né?

Fim dos spoilers!

Por isso, a ironia satírica ocorre em situações como essa, em temos a informação de que isso vai acontecer, enquanto ela permanecia na ignorância caminhando para esse destino.

Isso acontece, normalmente, nos textos literários, como Machado de Assis, que é famoso por usar desse recurso. É o poder da antecipação que os autores usam para controlar as informações e gerar esse efeito de sentido em nós, leitores.

E você… lembra de alguma situação como essa?

Humor

A diferença entre humor e ironia é que esta tem uma intenção de falar o oposto daquilo que se diz, enquanto o humor quer apenas provocar o riso.

Na ironia, usa-se uma expressão querendo dizer outra. Já no humor, se quer apenas fazer uma brincadeira para gerar entretenimento. O humor é gerado quando o escritor traz algum elemento surpresa, seja algo cômico, inesperado ou uma quebra de narrativa.

Veja o exemplo a seguir:

Tirinha com humorFonte: https://br.pinterest.com/pin/588282770047065965/

Quando ele pergunta se ela tem 1 real, ninguém imaginava que ele iria dar um real para ela. Esse efeito é o que muitos chamam de “elemento surpresa” que quebra a expectativa do leitor.

Deu para tirar um riso daí?

Tirinha com humorFonte: https://tirasarmandinho.tumblr.com/

Esses exemplos são ótimos para treinarmos nosso olhar. A reação do menino, que aparentemente não entendeu a pergunta, é de supor que “paciente” era sobre o estado do humor. Na verdade, a pessoa se referia ao fato de ele ser paciente no consultório.  Neste caso, temos uma ambiguidade que reúne, no mesmo enunciado, duas possíveis interpretações. O fato da ambiguidade ser mantida é o que gerou o efeito de humor da tira.

O humor, então, está relacionado com essas quebras de expectativa e com elementos inesperados.

Como desvendar os efeitos de sentido

Para desvendar os efeitos de sentido, deve-se atentar ao contexto como descrito no início desta aula. É preciso observar o contexto com atenção para ver quais são as expectativas da leitura e as quebras de narrativa.

Por isso, para desvendar o humor, o duplo sentido, a ironia e a ambiguidade, é necessário mergulhar na situação comunicativa. Esses recursos são valiosos para as diversas questões de linguagens que trabalham com figuras de linguagem e uma melhor escrita.  E o Enem adora explorar esse tipo de estratégia de linguagem.

Videoaula

Para entender melhor esses fenômenos, neste vídeo do nosso canal no Youtube temos a professora Mercedes falando sobre ambiguidade e pleonasmo. Em seguida, resolva os exercícios:

Exercícios sobre ironia e humor

Questão-01)

Considere os livros O alienista, de Machado de Assis, e Tinta de sangue, de Luís Giffoni.

Cada alternativa exibe duas passagens dos livros selecionados. Tendo em vista os trechos de O alienista e Tinta de sangue, assinale a alternativa em que a presença da intertextualidade ocorre num contexto crítico e irônico.

a) “Para acrescentar ao mal, um dos vereadores, que apoiara o presidente, ouvindo agora a denominação dada pelo barbeiro à Casa Verde – ‘Bastilha da razão humana’, – achou-a tão elegante que mudou de parecer.”// “ – Como você vai medir a gravidade, filho? – Com uma maçã. – Deixa de brincadeira.”

b) “Talvez um sorriso lhe descerrou os lábios, por entre os quais filtrou esta palavra macia como o óleo do Cântico: – Consinto que vás dar um passeio ao Rio de Janeiro.”// “Valdomiro lembrou-se do jovem que contempla, num quadro de Caravaggio, o próprio reflexo sobre uma superfície espelhada. No caso, o reflexo vinha da eternidade.

c) “Como fosse grande arabista, achou no Corão que Maomé declara veneráveis todos os doidos, pela consideração de que Alá lhes tira o juízo para que não pequem.”// “Quando Tita e Dalila apareceram para a higiene matinal, ele penava uma forte dor de cabeça. Mesmo assim barbeou-se e penteou-se, a princípio com a ajuda das enfermeiras.”

d) Mas nada disso alterava a nobre e austera fisionomia daquele grande homem, que ouvia calado, sem desvanecimento, nem modéstia, mas impassível como um deus de pedra.”// “Traçou, em detalhes cada vez maiores, as sinuosidades do sangue, à procura, no limite da visão, de sua estrutura. Como nos estudos de Leonardo da Vinci, desceu a minúcias que escapam ao olhar desatento.”

Questão-02)

Tirinha MafaldaMafalda, Quino.

O efeito de humor presente nas falas das personagens decorre

a) da quebra de expectativa gerada pela polissemia.

b) da ambiguidade causada pela antonímia.

c) do contraste provocado pela fonética.

d) do contraste introduzido pela neologia.

e) do estranhamento devido à morfologia.

Questão-03)

Leia a tira.

Tirinha(Adão Iturrusgarai. “A vida como ela yeah”. Folha de S.Paulo, 09.08.2019.)

O efeito de humor da tira decorre

a) da quebra de associações de sentido, sugeridas nas designações dos profissionais mas desviadas, na sequência, para referências a outros campos de significação.

b) da criação intencional de uma lacuna de sentido nas referências à natureza das atividades, sugerindo que são realizadas por falsos profissionais.

c) da reiteração dos sentidos literais de cada uma das profissões, por meio da menção a ações que lhes são atribuídas pelo senso comum.

d) do emprego de expressões pouco usuais para aludir a um novo sentido que pode ser dado às atribuições de cada profissional.

e) da escolha deliberada de expressões ambíguas para designar as profissões, tendo em vista que as atividades que desempenham são incompatíveis.

Gabarito:

  1. A
  2. A
  3. A

Sobre o(a) autor(a):

Bruna Fani Duarte Rocha é licenciada em Letras-português pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestre em Ciências Sociais pela UFSM e atualmente é doutoranda em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ministra aulas de português e de redação como autônoma e é colaboradora do Curso Enem Gratuito.

Compartilhe: