Linguagem verbal, não verbal e mista: o que são e exemplos

Aprenda mais sobre esses três tipos de linguagem que circulam socialmente e estão cada vez mais presentes nas provas do Enem e de diversos vestibulares. É pra você gabaritar em interpretação de textos.

A linguagem verbal, não verbal e mista são temas recorrentes no Enem e também nos vestibulares. Para entender quais são as suas características e como identificá-las, nesta aula vamos exemplificar cada um destes termos distinguindo e aproximando-as. E no final você ainda ganha dicas de Interpretação de Textos.

De modo rápido podemos definir a linguagem verbal como aquela que é transmitida pela voz, pela escrita e assim ela é como o próprio nome diz, verbalizada. Além da utilização da linguagem verbal, a sociedade contemporânea emprega cada vez mais as linguagens não verbal e mista, possibilitando novas maneiras de se comunicar e de interagir.

Linguagem verbal e linguagem não verbal

Logo, essas ocorrências com as variações da Linguagem Verbal, e ocorrências das linguagens não verbal e mista acabam sendo conteúdos muito presentes nos vestibulares e nas questões do Enem. Não somente na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, mas em todas as áreas do conhecimento.linguagem verbalEste poema concreto é de autoria de Augusto de Campos e possui o título Pulsar. É um texto constituído por elementos verbais e não verbais, isto é, sua linguagem é mista.

Publicidade

Diferenças entre Charge, Cartum, e Quadrinho

Confira agora com a professora Mercedes Bonorino, do canal do Curso Enem Gratuito, as dicas básicas para você identificar os tipos de linguagem e as características de Chargem Cartum, e Quadrinho:

As dicas da professora Mercedes:

  1. Você já sabe que treinar a interpretação de texto é a principal técnica para ter sucesso no Enem e demais vestibulares, não é?
  2. A interpretação é a sua principal aliada ao lado do conhecimento prévio dos conteúdos que são cobrados nas quatro provas.
  3. Além disso, saber interpretar um texto é uma habilidade fundamental na vida escolar, acadêmica e em situações do cotidiano.
  4. Quando a gente fala de “interpretação de texto”, estamos falando, também, de textos não-verbais, como charges, tirinhas e cartuns.
  5. Nesta aula acima, a professora diferencia charge, cartum e quadrinhos, elementos gráficos muito comuns nos exames.

 

O contexto da linguagem verbal, não verbal e mista

O semáforo e suas cores e as placas de trânsito sinalizam, comunicam e nos orientam por meio da linguagem não verbal.

O avanço da tecnologia ocasiona o surgimento de novas ferramentas, produtos, serviços, necessidades. Do mesmo modo, a tecnologia é a responsável pela emergência de novas linguagens, novos gêneros textuais e novas maneiras de se comunicar e ou comunicar algo. Tudo isso modifica o comportamento e a interação humana.

O cinema, a televisão, o computador, a internet, as redes sociais virtuais, a educação a distância, os tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos são alguns exemplos de aparelhos, ferramentas, serviços ou tecnologias que resultaram em novas dinâmicas de interação humana, bem como novas linguagens e gêneros textuais, sejam eles verbais ou não verbais.

O que é a linguagem verbal

A linguagem verbal apresenta-se como sendo a forma de comunicação feita através de palavras, sejam palavras orais ou escritas.

Uma conversa entre mãe e filho utiliza; uma listinha com os produtos que devem ser adquiridos no mercado também se vale da linguagem verbal. Um outro exemplo é a redação do Enem que também a utiliza, uma vez que você escreverá suas ideias no papel.

Um evento religioso, com o discurso oral do sacerdote, também utiliza a linguagem verbal.linguagem verbalManuscrito de A Hora da Estrela escrito a mão por Clarice Lispector

Exemplos

É cada vez mais comum, nas questões da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Enem, encontrarmos textos dos mais diferentes gêneros. São textos que nem sempre se manifestam exclusivamente por meio da palavra escrita. Portanto em consequência a isso geralmente aparecem questões de Interpretação de textos não verbais ou de textos mistos.

Ou seja, são textos constituídos por outras linguagens: uma pintura, uma fotografia, um gráfico ou infográfico.  Poderíamos continuar incluindo inúmeros exemplos na nossa lista, pois as possibilidades são infinitas.

Não esqueça que as palavras “verbo” e “verbalizar” dizem respeito à “palavra”, independentemente de ela ser oral ou escrita. Do mesmo modo, a linguagem verbal segue essa lógica: é uma linguagem de palavras faladas ou escritas.

Veja algumas possibilidades em que a linguagem verbal pode ser empregada:

linguagem verbal

O que é linguagem não verbal

Os textos não verbais geralmente são expressos por imagens que signifiquem uma informação. Ou seja, para isso podemos classificar o texto não verbal como um texto sem palavras.

Isso mesmo: um texto sem palavras, que consta apenas com elementos visuais. Podemos explicar esse tipo de texto como uma mensagem que você troca com alguém por celular utilizando apenas emojis.

É possível? Perfeitamente possível. Esse, assim como em um texto com palavras, também é um ato de comunicação, com a diferença de que você não estará usando o código verbal, apenas o código visual.

Utilizamos a linguagem não verbal cotidianamente sem nos darmos conta. Os emojis são um exemplo disso: em uma troca de mensagens, uma figurinha já está comunicando ou informando algo.

A linguagem não verbal utiliza outros meios comunicativos que não a palavra, como imagens, gestos e sons. Por vezes, a utilizamos de forma inconsciente.

A linguagem não verbal será encontrada em:linguagem não verbal

Interpretação de textos não verbais

Para saber como interpretar um texto não verbal é preciso prestar atenção além dos enunciados, nas situações comunicativas. Nesses casos outros elementos que também auxiliam na construção do sentido são: os papéis sociais que os interlocutores desempenham, a intenção do locutor, as circunstâncias históricas ou sociais em que se dá a comunicação.

Por outro lado, se considerarmos o autor do texto não verbal é o locutor, e que o texto pertence ao gênero charge, então percebemos que a intenção do locutor e a finalidade central do texto são a de criar humor e divertir. A esse conjunto de fatores que formam a situação na qual o texto é produzido chamamos de contexto discursivo.

Entretanto ao conjunto da atividade comunicativa, ou seja, à reunião de texto e contexto discursivo, essa ação então é chamada de discurso. Discurso é a atividade comunicativa – constituída de texto e contexto discursivo (quem fala, com quem fala, com que finalidade, etc) – capaz de gerar sentido desenvolvida entre interlocutores.

 

Linguagem mista

Curiosamente, existe um outro tipo de linguagem. Trata-se da linguagem mista, isto é, uma linguagem que mescla as linguagens verbal e não-verbal. Na prática, isso quer dizer que há o uso simultâneo de palavras e de sinais (entre outros códigos) para comunicar algo ao interlocutor.

Um exemplo clássico de linguagem mista é quando acenamos e chamamos alguém pelo nome ao mesmo tempo ou quando concordamos com um sim, ao mesmo tempo em que movimentamos a cabeça em sinal positivo.

Além desses exemplos de aplicação de linguagem mista, também existem outros muito recorrentes no dia a dia. Conheça, a seguir, quais são os mais utilizados:

  • Histórias em quadrinhos (mesclam figura e palavra);
  • Cartazes (seja um publicitário, empresarial, entre outros. Geralmente, trazem imagens e palavras);
  • Charges (utilizam desenho e texto para comunicação);
  • Vídeos com legenda;
  • Placas de sinalização com explicação textual.linguagem verbalTiras humorísticas: exemplo de linguagem mista, uma vez que temos palavras e desenhos.

É importante salientar que, de maneira geral, a linguagem mista é utilizada quando se quer reforçar a mensagem a ser transmitida ao interlocutor ou simplesmente facilitar o entendimento do que se quer comunicar.

Linguagem não verbal, verbal e mista no Enem

Assim como foi dito anteriormente, a linguagem não verbal, verbal e mista é um tema muito recorrente no Enem. Por isso é importante salientar que isso não acontece somente nas questões de Linguagens (Português, Literatura, Artes, línguas estrangeiras). Tal construção é cada vez mais recorrente em questões de outras áreas do conhecimento, como Geografia, Biologia, História e até mesmo em Matemática, Física e Química.

Dito isso, é importante se atentar para o fato de que a linguagem está cada vez mais híbrida na atualidade. Ou seja, ela acaba se misturando a diferentes linguagens. Isto é, inserindo em um único texto diferentes elementos: palavras, imagens, cores, formas, números, símbolos, etc. Em outras situações sóciodiscursivas, um texto pode ser totalmente visual.

Mas a explicação vai além disso. É necessário que tenhamos consciência de como a linguagem se manifesta em todas as suas possibilidades.

Videoaula

Palavra ou imagem, qual é mais importante? Como identificar a linguagem verbal e a linguagem não verbal? Entenda com o vídeo da professora Mercedes, no canal do Curso Enem Gratuito.

Exercícios sobre linguagem verbal e não verbal

.

Compartilhe: