O que é Ética?

Quais são escolhas que precisamos fazer para ter um futuro brilhante? Como tomar as decisões certas? Vem conferir como a Ética pode te auxiliar nessas adivinhas no escuro que é a vida e de quebra ainda estude para o Enem!

Um dos temas mais estimados na Filosofia talvez seja a Ética. Muito presente em nosso cotidiano, é comum ouvirmos nos telejornais expressões como: falta de Ética; conselho de Ética (do senado ou câmara); determinada pessoa é antiética etc. Mas afinal, o que é essa coisa chamada Ética? Vem comigo nessa jornada filosófica que você entenderá melhor!

charge aula sobre o que é ética

Figura 1. Ética é algo com o qual nos deparamos cotidianamente.

O que é ética e sua origem

A palavra Ética decorre do grego ethos, cuja tradução livre seria algo como caráter, o modo de ser de uma pessoa, algo que influencia nossos costumes. Há até quem goste de traduzi-la como hábito. Falando em origem, foi lá na Grécia, em meados de IV a.C., que um sujeito chamado Sócrates começou a importunar as pessoas indagando-as a respeito de sua conduta.

No período que antecedeu Sócrates existiram alguns estudos inclinados a analisar aspectos do mundo que hoje consideramos parte do domínio daquilo que consideramos o que é Ética. Filósofos como Pitágoras, Heráclito e mesmo os Sofistas, se aventuravam por entre os becos de um estudo da conduta humana.

Entretanto, os Pré-Socráticos não produziram um estudo concreto a respeito da Ética. Aliás, nem mesmo Sócrates fez. Nos diálogos socráticos é possível notar como o protagonista vai, por meio da Dialética, tentando estabelecer um pano de fundo para analisar determinadas ações e determinados valores de seus interlocutores. Talvez aí, ainda em estado de crisálida, seja possível se falar de uma Ética.

Ética e os Valores

Saindo um pouco das noções de Ética da antiguidade, hoje o conceito de o que é Ética não se restringe apenas aos filósofos. É comum ouvir a palavra sendo empregada de maneira mais coloquial e despreocupada. Diria ainda que a palavra Ética já entrou em nosso vocabulário cotidiano, sendo bastante utilizada nas mais variadas situações.

charge o que é ética
Figura 2. Em nosso país é comum ouvirmos lamurias a respeito da falta de Ética dentre os governantes, mas deve-se atentar também a falta de Ética dos governados, Immanuel Kant dizia algo mais menos assim: Tudo que não pode contar como fez, não faça.

Ora, o que entendemos por Ética hoje? É tanta gente falando na tal da Ética, que até confunde. De maneira bem simples, podemos dizer que Ética é a arte de viver em grupo. Ao estudar Ética estamos analisando as condutas humanas para assim alcançarmos uma harmonia coletiva em nosso convívio.

Para começarmos a entender melhor essa arte da convivência é bacana a gente trocar uma ideia sobre Valores. Bom, esses tais de Valores são as características que alguém possui, cada um de nós vai cultivando esses Valores e atribuindo diferentes níveis de importância a eles.

Na Grécia antiga se falava de algo parecido com Valores, diria até que o sujeito que ficou conhecido como o percursor dos Valores foi um filósofo grego bem famoso chamado Aristóteles, a ele é atribuída uma obra chamada Ética a Nicômaco, onde é feito um estudo a respeito da finalidade última do ser humano.

Pois bem, os estudos do meu camarada Aristóteles são um tanto quanto sistemáticos, assim como ele próprio. Aristóteles é considerado o pai da Lógica, da Biologia e de Nicômaco, tais acunhas se dão justamente por essa visão sistemática do mundo que ele possuía, uma vez que classificava e ordenada tudo que lhe era passível de estudo.

Com essa visão mais prática do mundo, Aristóteles analisou e classificou as características das pessoas, criando um certo esquema de Valores, que por sua vez foram elencados segundo o critério da justa medida. Isto é, os Valores podem ser bons ou não, dependendo da intensidade deles.

Por exemplo, você não deve (segundo Aristóteles) ler todos os nossos posts hoje, tampouco você deve ler apenas esse, logo, você deve buscar a justa medida e ler na medida certa, assim essa característica – busca de conhecimento – seria uma virtude desde que feita na medida certa.

charge sobre valores na sociedade
Figura 3. Quais são os Valores da nossa sociedade? Vivemos num país cujos Valores são frutos de nossa sociedade.

Bom, a Ética aristotélica descrita no livro dedicado para seu filho Nicômaco consiste na busca do aperfeiçoamento dos indivíduos, ou seja, em se tornar uma pessoa virtuosa. Ora, isso se dá ao perseguirmos a justa medida das coisas.

Essa perseguição servia para alcançarmos uma espécie de fundamentação da vida, ou seja, a finalidade das nossas ações. A conclusão da busca de Aristóteles para a finalidade de nossas vidas você pode ver aqui mesmo, em outra aula sobre o filósofo.

Passados milênios após Aristóteles, os Valores ainda são fundamentais ao falar de Ética hoje, pois são eles que orientam nossas escolhas. Cada um de nós possui uma espécie de ranking dos valores, cujo topo contém os Valores a que damos maior importância.

ilustração aristóteles aula o que é ética
Figura 4. O filósofo grego Aristóteles acreditava que Ética era algo que poderia ser ensinado, pois era uma reflexão sobre a vida, bastava criar o hábito de ser Ético para alcançar o que ele chamou de eudaimonia.
Da Liberdade de nossas escolhas

Viver é fazer escolhas constantemente, a cada decisão que tomamos alteramos nossas vidas de alguma maneira. Ora, é justamente na possibilidade de escolha que a Ética faz sentido. Ética é o ramo da Filosofia que estuda como devemos conviver, portando, suas escolhas possuem inevitavelmente implicações Éticas.

Agora, se atente a isso: A possibilidade de escolher como devemos conviver só nos é possível pois somos sujeitos livres, em outras palavras, só existe Ética porque há Liberdade. Desse modo, ao perdermos essa liberdade não haveria mais a Ética.

Diferente dos demais animais, nós somos capazes de agir segundo nossa vontade, tudo podemos fazer se assim desejarmos. Ao contrário de um gato que após uma noite de farra brigando pelos telhados, volta para casa caminhando.

Nós enquanto humanos, temos a liberdade de escolha, eu posso escolher após uma noite de farra, voltar para casa de moto. Logo, essa escolha se dá pois sou livre para tal, ao oposto do gato que, embora seria muito maneiro, não pode pilotar uma moto no seu caminho de volta.

O ponto é, embora tudo me seja possível, nem tudo me é permitido, ou mesmo nem tudo eu deveria fazer, pois os resultados das minhas escolhas acarretam em consequências que me são desfavoráveis. Assim sendo, a liberdade de escolha, bem como a Ética, são características únicas da nossa espécie, todavia, determinadas escolhas acarretam em resultados ruins.

Seguindo o exemplo da farra noturna, se eu houvesse consumido álcool antes de escolher voltar de moto (pois tenho a liberdade para tal) eu poderia sofrer um acidente, ou quem sabe ser parado numa blitz, ou ainda, estar em ebriedade tamanha que não conseguiria nem mesmo pilotar. Em todos os casos, minha liberdade me levou a fazer escolhas que tem sobre minha vida consequências muitas vezes irreversíveis.

Das difíceis escolhas da vida

Cara, então,nossa vida é fruto das consequências das escolhas que fazemos e escolher, diga-se de passagem, é algo terrivelmente complicado. Saber qual caminho seguir, que decisão tomar é sempre algo complicado. Daí que entra o papel da Ética em nossas vidas: ajudar em nossas escolhas, guiar nossas decisões rumo a uma melhor convivência, a uma vida melhor!

Assim sendo, vamos resumir o que é a ética: ela teria por objetivo buscar quais são as melhores ações a serem adotadas visando uma melhor maneira de viver. Entretanto, é mais fácil falar do que fazer. Nossas escolhas na vida muitas vezes são conflitantes, angustiantes, paradoxais e tendem a nos levar ao limite de nossa sanidade.

A razão pela qual essas escolhas são intranquilas é a nossa liberdade, isto é, nossa vida pode ser diferente dependendo das escolhas que fazemos, dos caminhos que decidimos trilhar. Assim, a possibilidade plena de escolhas – dado a liberdade que temos – é a razão pela qual sofremos, ficamos angustiados em saber que poderia ter sido diferente.

Cara! Como escolher então? Lembra dos valores? Eles são nossos guias para tomada de decisões, para se escolher é preciso atribuir valores. Ao refletirmos sobre uma decisão que precisa ser tomada, recorremos aquele ranking de valores e agimos de forma a priorizar os valores mais estimados em detrimento daqueles que não nos apetecem.

A Ética enquanto Filosofia do cotidiano

Agora, você pode até pensar em criar uma tabela de valores universais e agir conforme eles. O que me leva a ponderar, teria a Ética uma fórmula da boa conduta? Se assim o fosse, entenderíamos Ética como uma conduta da vida impecável e utópica, próxima do comportamento de um cavaleiro Jedi. Todavia, não vai dar muito certo, isto porque existe um certo grau de relatividade em nossas escolhas.

Façamos o contrário, tente entender a Ética não como uma tabela do certo e do errado baseado naquele ranking de valores, pois nessa hierarquia, é bem complicado definir o valor dos valores, visto que eles são muitas vezes relativos. Deve-se entender o que é a Ética como algo em constante mudança, que dialoga conosco e com nosso entorno a cada decisão que tomamos.

Em suma, a Ética não é uma lista com cinquenta lições para escolher o caminho certo. Tampouco um vídeo de cinco minutos de coaching quântico reprogramando seu mindset para possibilitar resolver seus problemas. Ética não é nem mesmo o politicamente correto! Pois se assim o fosse, nós seriamos escravizados, isto é, deixaríamos de ser livres.

A Ética não pode ser nada acabado, ou seja, não pode ter conceitos fixos e sólidos porque ela está sempre dialogando com o mundo, assim sendo, Ética é uma questão contemporânea. Isso faz dela um dos mais desafiadores campos de estudo dentro da Filosofia, visto que, dependendo do contexto, a importância de alguns Valores muda ao passo que a de outros pode permanecer a mesma.

Viver é fazer uma constante e interminável reflexão Ética. Embora isso seja algo ordinário em nossas vidas, algumas escolhas apresentam dilemas tão grandes que a angústia proporcionada pela decisão que precisamos tomar nos atormenta. É por conta disso que ao buscar uma vida Ética, conseguimos ficar em harmonia, assim como faz Gandalf em sua jornada pela Terra-Média. Muitos dilemas são apresentados a esse mago e “éticamente” ele toma suas decisões visando uma vida melhor para todos.

Por fim, diria que a vida nos apresenta milhares de dilemas cotidianamente, refletir a respeito desses dilemas visando uma vida melhor é o que podemos chamar de Ética; um saber inacabado inserido em cada tempo, em cada cultura, que não se restringe ao indivíduo, mas é algo que visa o coletivo. Embora ela não seja algo que simplifique nossas vidas, uma análise Ética orienta nossos caminhos proporcionando uma reflexão analítica da nossa vida buscando uma vida melhor.

Para estudar mais sobre o que é Ética e sobre liberdade, veja nossa aula:

Bom, agora você é livre para decidir se vai fazer os exercícios abaixo:

1) (UNICAMP 2016) Por que a ética voltou a ser um dos temas mais trabalhados do pensamento filosófico contemporâneo? Nos anos 1960, a política ocupava esse lugar e muitos cometeram o exagero de afirmar que tudo era político. (José Arthur Gianotti, “Moralidade Pública e Moralidade Privada”, em Adauto Novaes, Ética. São Paulo: Companhia das Letras, 1992, p. 239.)

A partir desse fragmento sobre a ética e o pensamento filosófico, é correto afirmar que:

(A) o tema foi relevante na obra de Aristóteles e apenas recentemente voltou a ocupar um espaço central na produção filosófica

(B) os impasses morais e éticos das sociedades contemporâneas reposicionaram o tema da ética como um dos campos mais relevantes para a filosofia

(C) o pensamento filosófico abandonou sua postura política após o desencanto com os sistemas ideológicos que eram vigentes nos anos 1960

(D) na atualidade, a ética é uma pauta conservadora, pois nas sociedades atuais, não há demandas éticas rígidas

2) (UNISC 2012) Apresentados os enunciados abaixo, qual deles melhor caracteriza o tema da ética filosófica?

(A) a ética filosófica estuda a maneira como as pessoas agem dentro de uma determinada sociedade

(B) a ética filosófica consiste em um conjunto de normas relativas à vida sexual das pessoas

(C) a ética filosófica é o estudo das normas que regem o exercício de uma determinada profissão

(D) a ética filosófica é um discurso racional e argumentativo cujo objetivo é fundamentar critérios para avaliar as ações humanas, seja para louvá-las ou para censurá-las

(E) a ética filosófica consiste na explicação das normas de comportamento que se encontram na bíblia

3) (ENEM 2011) O brasileiro tem noção clara dos comportamentos éticos e morais adequados, mas vive sob o espectro da corrupção, revela pesquisa. Se o país fosse resultado dos padrões morais que as pessoas dizem aprovar, pareceria mais com a Escandinávia do que com Bruzundanga (corrompida nação fictícia de Lima Barreto).

O distanciamento entre “reconhecer” e “cumprir” efetivamente o que é moral constitui uma ambiguidade inerente ao humano, porque as normas morais são

(A) decorrentes da vontade divina e, por esse motivo, utópicas.

(B) parâmetros idealizados, cujo cumprimento é destituído de obrigação.

(C) amplas e vão além da capacidade de o indivíduo conseguir cumpri-las integralmente.

(D) criadas pelo homem, que concede a si mesmo a lei à qual deve se submeter

(E) cumpridas por aqueles que se dedicam inteiramente a observar as normas jurídicas.

4) (UPE 2014) O que é ética? O que é moral? No encaminhamento dessas questões, precisamos voltar ao sentido originário da ética e da moralidade. Todas as morais, por mais diversas, nascem de um transfundo comum, que é a ética. Ética somente existe no singular, pois pertence à natureza humana, presente em cada pessoa, enquanto a moral está sempre no plural, porque são as distintas formas de expressão cultural da ética. (BOFF, Leonardo, Ethos Mundial, 2003, p. 27-28. Adaptado.)

Acerca desse assunto, analise os itens seguintes:

I – A ética se constitui como ciência da moral. A ética é teoria, parte do fato da existência da história da moral.

II – A esfera da ética é o campo de investigação da moral, área da filosofia que fundamenta as questões dos valores.

III – A moral é a área da filosofia que procura investigar todos os problemas apresentados pelo agir humano, relacionados com os valores éticos.

IV – Um dos grandes problemas da ética diz respeito à polêmica entre o relativismo moral e ética objetiva. Ou seja, os que defendem que os valores éticos são objetivos e universais e os que enfatizam que toda moral é relativa à determinada cultura.

V – A filosofia moral, mesmo sendo uma só em princípio, constituída de preceitos concretos, que orientam o comportamento humano e lhe dão forma, há de mudar conforme vai mudando o material histórico.

Estão CORRETOS:

(A) I, II e V

(B) II, III e V

(C) I, IV e V

(D) II, III e IV

(E) I, III e V

Gabarito

1. B, 2. D, 3. D, 4. C.

Sobre o(a) autor(a):

Os textos e exemplos acima foram preparados pelo professor Ernani Silva para o Blog do Enem. Ernani é formado em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista. Ministra aulas de Filosofia em escolas da Grande Florianópolis. Facebook: https://www.facebook.com/ErnaniJrSilva