Recursos minerais no Brasil

Ao longo de seu território, o Brasil apresenta uma grande variedade de minerais. Você sabe quais são os principais minerais encontrados no Brasil? Vamos descobrir!

A formação rochosa bastante antiga favorece a grande variedade de recursos minerais no Brasil. Alguns destes minerais encontrados no Brasil, além de serem utilizados pelas indústrias do próprio país, são destinados para exportação.

recursos minerais no Brasil Carajás
Figura 1: Província Mineral de Carajás, Pará.

Entre a variedade de recursos minerais no Brasil, 55 tipos são explorados. Os principais minérios encontrados são: zinco, manganês, níquel, potássio, cromo, cobre, ferro, petróleo e bauxita.

Ferro, manganês e bauxita são os minerais mais extraídos pela indústria mineradora brasileira. Em segundo lugar, temos o ouro, o cobre e o nióbio. No ano de 2011, a indústria mineradora brasileira gerou aproximadamente US$ 34 bilhões para a balança comercial do país, ou seja, 18% de todos os produtos de exportação.

O Brasil possui algumas das maiores reservas de minerais do mundo. Como exemplo, temos o Quadrilátero Ferrífero (Minas Gerais) e a Província Mineral de Carajás (Pará). Entre os minerais extraídos no Brasil, o ferro recebe o maior destaque, apresentando aproximadamente 8% de todas as reservas mundiais.

quadrilatero ferrifero brasil
Figura 2: Mapa da região do Quadrilátero Ferrífero, no estado de Minas Gerais.

A reserva geológica do Quadrilátero Ferrífero é responsável pela extração de 60% do ferro brasileiro extraído e 40% do ouro. Enquanto na reserva da Província Mineral de Carajás encontra-se outros tipos de minerais, como a bauxita e o manganês.

Ferro

O ferro brasileiro é extraído em maior parte na região dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pará. E, segundo o Ministério de Minas e Energia, o ferro totaliza 93% dos minérios exportados pelo Brasil, sendo utilizado principalmente para produção de aço.

Manganês

O manganês também é utilizado na produção do aço e é fundamental pois serve como ligação para os demais componentes. É extraído principalmente no estado do Amapá (região norte). Porém pode ser encontrado também na reserva do Quadrilátero Ferrífero, apesar de não ser a especialidade desta.

Bauxita

A bauxita, matéria prima do alumínio, é encontrada em maior abundância nos estado do Pará e de Minas Gerais. No Brasil, encontramos a terceira maior reserva de bauxita do mundo. Seu processo de transformação em alumínio é bastante caro para a indústria.

Quem lucra com os recursos minerais no Brasil?

A constituição brasileira defende que todo mineral encontrado em território brasileiro é pertencente à união. Porém, atualmente, quem possui o poder sobre o processo de extração destes minerais são as grandes multinacionais. Deste modo, pode-se dizer que grande parte destes minerais são explorados por outros países e não geram um retorno significativo para a população brasileira.

Além disso, a mineração é uma atividade bastante agressiva para o meio ambiente. Tendo em vista que é necessário o desmatamento de grandes áreas para retirada dos minerais presentes no solo, além da poluição gerada pela contaminação geradas por essa atividade. Infelizmente no Brasil não há fiscalização, apesar de a legislação ser bem clara em relação aos impactos ambientais.

Outro fator recorrente da mineração é a invasão de terras indígenas, ou até mesmo de propriedades particulares, por parte das multinacionais responsáveis pela exploração dos minérios. A exploração dos trabalhadores e os baixos salários também se destacam no ramo da mineração.

Desastres ambientais causados pela mineração no Brasil

Nos últimos anos, dois grandes desastres de grande magnitude chamaram a atenção da população brasileira e geraram grande comoção. Os dois desastres estão relacionados ao rompimento de barragens construídas para a atividade mineradora.

O primeiro desastre ocorreu no município de Mariana, Minas Gerais, no dia 5 de novembro de 2015. O desastre aconteceu devido ao rompimento da barragem Fundão, controlada pela Samarco, mineradora de propriedade das empresas Vale e BHB Billiton.

O rompimento desta barragem foi responsável pela dispersão de aproximadamente 62 milhões de metros cúbicos de lama com rejeitos provenientes da atividade mineradora, devastando inicialmente o bairro de Bento Rodrigues. Este rejeito, composto de água, lama e óxido de ferro, promoveu a destruição na cidade e ao entrar em contato com os corpos da água, promoveu a poluição e foi carregado para demais regiões.

Além da devastação das construções antrópicas e da morte de pessoas, a lama devastou a vegetação local. Ao secar, formará uma pavimentação similar ao cimento que impedirá a recuperação dos ecossistemas locais.

Já em Brumadinho, município também localizado no estado de Minas Gerais, apesar de ser um desastre de menor amplitude, também trouxe os mesmos problemas.

Totalizando 11,7 milhões de metros cúbicos de rejeito, o rompimento da Barragem 1 da Mina Córrego do Feijão foi responsável pela morte de dezenas de habitantes, além dos danos aos ecossistemas e destruição de terras indígenas.

Atualmente, esses desastres têm sido casos bastante abafados na mídia por parte das grandes empresas privadas envolvidas e responsáveis pelas negligências na manutenção das barragens.

Ainda não foram tomadas providências por parte das empresas privadas em relação aos casos e possibilidade de recuperação das áreas ou de melhoria da situação da população dos municípios.

Figura 3: Imagem da destruição causada pela lama em Mariana (MG). Fonte: https://g1.globo.com
Para aprender mais sobre os recursos minerais no Brasil, recomendamos a videoaula a seguir e a resolução dos exercícios sugeridos abaixo!

Questões sobre recursos minerais no Brasil

.

Sobre o(a) autor(a):

Este texto foi elaborado pelo geógrafo e professor de Geografia Marcelo de Araújo para o Curso Enem Gratuito. Marcelo é formado em Geografia (licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente trabalha como autônomo. https://www.facebook.com/mdearaujo22

Compartilhe: