Tecnologia na sociedade contemporânea

Estude sobre a influência da tecnologia na sociedade contemporânea e arrase nas provas do vestibular e do Enem!

A tecnologia está presente em toda parte e faz parte do nosso cotidiano. Desde o surgimento e, principalmente, a partir da popularização das tecnologias digitais da comunicação, a interação entre as pessoas foi completamente alterada. Os meios de comunicação em massa têm um importante papel neste processo, dentre os quais a internet ocupa um lugar de destaque. Nesta aula de Sociologia para o Enem, abordaremos a questão da tecnologia na sociedade contemporânea e como ela transformou as relações sociais vigentes.

Hoje já nos acostumamos ao fato de boa parte das pessoas terem seus próprios celulares e a qualquer momento podermos ligar ou enviar uma mensagem via aplicativo de internet, por exemplo. Se antes uma carta enviada ao “outro lado do mundo” demorava meses para chegar ao seu remetente, hoje podemos enviar um e-mail para qualquer localidade que a mensagem será lida e respondida quase que instantaneamente.

tecnologia na sociedade contemporânea

A influência da tecnologia na sociedade

Você já parou pra pensar o quanto a tecnologia influencia nossa sociedade e como ela está em toda parte atualmente? E não estamos falando apenas de nossos celulares que acompanham nosso dia-a-dia, mas também dos eletrodomésticos em nossas casas, dos carros que circulam nas ruas e até mesmo dos aviões. Ou, ainda, os mais avançados microscópios ou satélites. Também não podemos esquecer de destacar a forte presença da tecnologia na chamada grande indústria, que favoreceu o desenvolvimento e o crescimento do capitalismo.

Por tecnologia, podemos entender a aplicação da ciência em tentativas de solucionar ou melhorar problemas da vida cotidiana. O avanço tecnológico nos dias atuais é rápido e exponencial. Na medida em que mais tecnologias e informações são adquiridas e/ou desenvolvidas, mais são aprimoradas e avançam.

Alguns avanços tecnológicos como o rádio, a televisão, o computador, o avião, o satélite, o telefone e a internet, por exemplo, têm grande relevância quando o assunto é a influência da tecnologia na sociedade. Isso porque essas invenções mudaram completamente as relações sociais e os modos de vida existentes. Sendo assim, acabam influenciando diretamente as formas como as pessoas interagem, estudam, trabalham, se divertem, fazem compras, dentre diversas outras coisas.

O surgimento da tecnologia, portanto, assim como seu desenvolvimento, alteraram completamente o modo de vida dos seres humanos. É neste sentido que a Sociologia procura estudar os fenômenos sociais associados a esse processo que está em constante mudança, já que, como dito acima, a tecnologia e a informação estão em constante aprimoramento e avanço.

Novas tecnologias e as relações sociais

Sendo assim, as novas possibilidades de acesso à informação influenciam a interação entre as pessoas tanto no que diz respeito à comunicação – modificando ou criando novas formas – como no que toca às relações sociais, sejam elas profissionais ou pessoais. A internet possibilita, por exemplo, que uma pessoa hoje trabalhe à distância e esteja o tempo inteiro conectada com seus colegas de trabalho, independentemente da localização geográfica de cada um.

Essa mudança muitas vezes é vista de forma positiva por ampliar as possibilidades de inserção de diversos profissionais ao mercado de trabalho. Por outro lado, favoreceu o desenvolvimento de relações de trabalho consideradas excessivas e/ou abusivas, justamente por ser cada vez mais fácil e acessível estarmos conectados o tempo todo. Dessa maneira, as demandas de trabalho podem vir em qualquer dia ou a qualquer hora, independentemente de jornadas de trabalho ou cargas horárias pré-estabelecidas.

No caso das relações pessoais particulares, ao mesmo tempo em que a tecnologia permite que as pessoas se comuniquem virtualmente de forma instantânea, aproximando aquelas/es que estão fisicamente distantes, esta virtualidade das relações também é acusada de afastar e distanciar as “relações reais”. Isso pode dificultar as relações entre as pessoas que convivem diariamente entre si e que fazem parte de nossa rotina.

Somando-se ao rádio e à televisão, as mídias e redes sociais digitais passaram a ocupar um papel muito importante neste processo de mudança na sociedade e nas relações sociais vigentes. As redes sociais, como Facebook, Instagram ou Twitter, também passaram a ser um grande aporte para o compartilhamento de informações e para a mobilização e manifestação entre as pessoas, além de criar e/ou suscitar novos padrões estéticos e de comportamento.

tecnologia na sociedade contemporânea
Protesto contra o regime sírio na Jordânia em 2011. Foto: Muhammad Hamed/Reuters

As mídias sociais tiveram, inclusive, uma importante atuação em grandes processos políticos e movimentos sociais, como no caso da chamada “Primavera Árabe”, ocorrida em 2010, ou no movimento Occupy iniciado em Wall Street em 2011, e que inspirou diversos movimentos semelhantes ao longo do mundo, incluindo o Brasil.

Ao mesmo tempo, tais mídias passaram a ser meios para lançar tendências e criar hábitos de consumo cada vez mais homogeneizados e globalizados. Isso devido justamente ao compartilhamento de informações e ao acesso em massa proporcionado pela popularização da tecnologia e da internet.

Tecnologias e a globalização

Importante destacar que a relação entre a tecnologia e a globalização é intrínseca, já que é por meio da tecnologia e de tudo o que ela proporciona que o mundo torna-se cada vez mais globalizado. Diferentes culturas e informações estão em contato na internet. Na medida em que determinadas notícias e propagandas são veiculadas mundialmente em larga escala, uma certa “cultura mundial” é produzida e compartilhada, sobretudo no que diz respeito a padrões de consumo e de perspectivas de pensamento.

Por fim, é importante ressaltar que ainda que a tecnologia seja considerada um fenômeno global e que atinja as mais distantes localidades, ainda não é experimentada na mesma medida por todos. O acesso à tecnologia e à informação ainda é desigual entre as diferentes classes sociais, e também entre diferentes regiões geográficas, sobretudo quando analisadas do ponto de vista geopolítico.

Nesse sentido, a tecnologia funciona também como meio de exclusão e estratificação. As classes sociais mais altas, assim como os países mais ricos, têm maiores e melhores acessos à tecnologia e, portanto, têm mais oportunidades de elaboração de novos conhecimentos e de criação de novas possibilidades e relações de trabalho. Enquanto isso, classes mais baixas e os países mais pobres permanecem excluídos sociais e digitais, limitando suas possibilidades de transformação e de crescimento.

Agora assista à esta videoaula para complementar seus estudos sobre a questão da Tecnologia na Sociedade Contemporânea

Exercícios

Questão 01 – (ENEM/2013)  

Disponível em: http://tv-video-edc.blogspot.com.
Acesso em: 30 maio 2010.

A charge revela uma crítica aos meios de comunicação, em especial à internet, porque

a) questiona a integração das pessoas nas redes virtuais de relacionamento.

b) considera as relações sociais como menos importantes que as virtuais.

c) enaltece a pretensão do homem de estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

d) descreve com precisão as sociedades humanas no mundo globalizado.

e) concebe a rede de computadores como o espaço mais eficaz para a construção de relações sociais.

 

Questão 02 – (ENEM/2015)  

 Na sociedade contemporânea, onde as relações sociais tendem a reger-se por imagens midiáticas, a imagem de um indivíduo, principalmente na indústria do espetáculo, pode agregar valor econômico na medida de seu incremento técnico: amplitude do espelhamento e da atenção pública. Aparecer é então mais do que ser; o sujeito é famoso porque é falado. Nesse âmbito, a lógica circulatória do mercado, ao mesmo tempo que acena democraticamente para as massas com supostos “ganhos distributivos” (a informação ilimitada, a quebra das supostas hierarquias culturais), afeta a velha cultura disseminada na esfera pública. A participação nas redes sociais, a obsessão dos selfies, tanto falar e ser falado quando ser visto são índices do desejo de “espelhamento”.

SODRÉ, M. Disponível em: http://alias.estadao.com.br. Acesso em: 9 fev. 2015 (adaptado).

A crítica contida no texto sobre a sociedade contemporânea enfatiza

a) a prática identitária autorreferente.

b) a dinâmica política democratizante.

c) a produção instantânea de notícias.

d) os processos difusores de informações.

e) os mecanismos de convergência tecnológica.

 

Questão 03 – (FPS PE/2016)  

As invenções tecnológicas modificaram as relações sociais e as relações de poder. As grandes indústrias se expandiram pelo mundo ocidental e construíram monopólios poderosos. Nesse sentido, a expansão do capitalismo:

a) encontra-se vivendo uma crise inédita que atinge inclusive as grandes corporações existentes nos Estados Unidos.

b) limitou a quantidade de mercadorias especiais, que modificaram os meios de comunicação no mundo.

c) conseguiu ampliar a venda de produtos fabricados na Europa superando, inclusive, os Estados Unidos.

d) enfrenta dificuldades em várias regiões, favorece a existência de guerras, embora mantenha uma supremacia indiscutível.

e) atingiu regiões da Europa Central, com sofisticações na forma de venda, mas fracassou nas incursões pela Ásia.

 

Questão 04 – (UEPG PR/2019)  

A respeito da globalização, assinale o que for correto.

01. O uso do termo globalização ganhou força após a queda do Muro de Berlim e do fim da Guerra Fria. Porém, existem estudos que afirmam que esse processo teve início a partir das grandes navegações do século XV, ou seja, no momento em que o capitalismo iniciou sua expansão pelo mundo.

02. Uma característica marcante da globalização é o respeito aos valores culturais locais/regionais. Apesar de provocar mudanças estruturais nas práticas econômicas e de propiciar o avanço de tecnologias para todas as partes do mundo, a globalização não impôs um padrão hegemônico de cultura em nível mundial.

04. O aumento da desigualdade social é apontado como um dos efeitos negativos produzidos pela globalização. De acordo com estudiosos do tema, a essência capitalista da globalização propiciou uma maior concentração de renda nas mãos de minorias.

08. Um dos efeitos da globalização foi a formação de blocos econômicos e de acordos regionais que permitem o aumento das trocas comerciais e econômicas entre diferentes países, bem como propiciam a adoção de ações conjunturais em grupos.

16. Avanços científico-tecnológicos e dos sistemas de informação e transportes, ocorridos especialmente no século XX, são fatores fundamentais para explicar a consolidação da globalização no mundo atual.

 

GABARITO:

1 – A

2 – A

3 – D

4 – 29

Sobre o(a) autor(a):

O texto acima foi escrito por Natália Lima para o Curso Enem Gratuito. Natália é formada em Ciência Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina, e mestre em Sociologia Política pela mesma instituição. Atualmente, trabalha como professora de Sociologia na rede estadual de educação.