Análise da prova de Matemática do Enem 2019

Veja as tendências da prova de Matemática do Enem 2019, os assuntos que mais caíram, as questões mais polêmicas e as mais difíceis!

O segundo dia do Enem é sempre uma preocupação para os estudantes por conta da quantidade de cálculos, e a prova de Matemática do Enem 2019 não foi uma exceção. Para conseguir responder as 45 questões, os candidatos precisaram ter muita agilidade e não perder tempo nas questões mais difíceis. Neste ano, os conteúdos cobrados foram similares aos anos anteriores, com várias questões abordando o uso de porcentagem, média, notação científica, operações com números decimais e cálculos de área.

Porém, o professor Lucas Borguezan avalia que a prova estava mais difícil do que no ano passado. Os candidatos que estavam acostumados a realizar operações com calculadora devem ter encontrado mais dificuldades, principalmente porque os cálculos eram bastante extensos. Um exemplo foi a questão que envolvia a conversão de diferentes moedas, pois todas possuíam casas decimais.

prova de Matemática do Enem
Imagem 1: Quadro com valores de diferentes moedas presente na questão 180 do caderno de prova azul do Enem 2019.

Além disso, os alunos precisavam prestar muita atenção nos enunciados das questões, pois em alguns casos poderiam ser facilmente enganados por conceitos a que já estão bastante acostumados. Uma questão do tipo foi aquela que envolvia matrizes, pois pode ter assustado alguns candidatos num primeiro momento. No entanto, para resolver a questão era necessário fazer apenas algumas adições simples. Os dados da matriz poderiam ser dispostos em uma tabela, por exemplo, sem nenhum prejuízo para a questão.

Mas uma das questões mais comentadas foi a que ficou conhecida como “a questão do pastel”. Considerada uma das mais difíceis da prova de Matemática do Enem deste ano, ela apresentava um gráfico de vendas no formato de teia, que é pouco convencional no ensino escolar da disciplina. O enunciado pedia para que os estudantes calculassem uma projeção de vendas baseada nos resultados obtidos nos dias anteriores. O professor Lucas apontou que o método mais fácil para resolver o que se pedia era transportar os dados para uma tabela, pois assim seria mais simples identificar os valores de cada venda e realizar os cálculos.

prova de matemática do Enem
Imagem 2: Gráfico de teia presente na questão 178 do caderno azul do Enem 2019.

Outra questão que foi bastante polêmica tinha como tema um jogo on-line e sua dinâmica de pontos de experiência, nível, ataque e defesa. Dentro do Enem, são clássicas as questões com textos muito grandes e que logo no início do enunciado é possível perceber que demandam bastante tempo para serem resolvidas. Se os candidatos estiverem com pouco tempo, o recomendável é que pulem esse tipo de questão e voltem para resolver no final da prova.

Dessa forma, ela serve como exemplo de estratégia de administração do tempo no segundo dia de provas do Enem. Caso os candidatos tivessem tempo para solucioná-la, um dos caminhos possíveis era tornar os dados de cada jogador mais visuais colocando-os em uma tabela – da mesma forma que a questão anterior. Assim, seria mais fácil chegar até a alternativa correta. 

Quer ver mais comentários e resoluções de questões da prova de Matemática do Enem 2019? É só dar o play nos vídeos do nosso canal!