MEC confirma as novas regras do Enem: veja as mudanças

Atenção: o jeito de fazer a prova vai mudar. 1 – Questões abertas; 2 – Provas interdisciplinares; 3 – Zerou na redação? Perdeu tudo; 4 – Não vai mais cair Espanhol, só Inglês; 5 – Bônus no Sisu para quem fizer a prova específica alinhada com o Itinerário Formativo. Confira agora:

As novas regras do Enem foram definidas de acordo com o Novo Ensino Médio, contemplando a implantação da Base Nacional Comum Curricular, e os Itinerários formativos.

No primeiro dia das provas do Enem, vai ter a redação, com já acontece, e uma prova com questões de todas as matérias, com ênfase em Português e Matemática, e nas disciplinas do núcleo comum da BNCC. .

No segundo dia, o estudante vai escolher uma única prova para fazer, de uma área específica, com base nos Itinerários Formativos.

Publicidade

As novas regras do Enem

Atualmente, a prova do enem funciona da seguinte maneira: No primeiro dia: redação, 45 perguntas de Linguagens e 45 perguntas de Ciências Humanas.

No segundo dia: 45 perguntas de Matemática e mais 45 perguntas de Química, Física e Biologia. Mas na nova prova, que virá com as mudanças das novas regras do Enem, tudo será diferente.

Como será o 1º dia de prova

A redação continua no primeiro dia, junto com uma prova de Formação Geral, reunindo todas as matérias do núcleo comum da BNCC, inclusive Inglês. É o conteúdo “comum”, que todo mundo tem que estudar, no país todo.

E, podem ter questões fechadas (de assinalar), ou questões abertas (para resolver de próprio punho). Essas questões serão interdisciplinares, sobre os assuntos relacionados ao conteúdo comum e obrigatório a todos os alunos, de acordo com a organização do Novo Ensino Médio.

Então esse primeiro dia terá ênfase na Base Nacional Comum Curricular, que traz conhecimentos, competências, habilidades e aprendizagem essenciais para crianças e jovens no ensino do país.

Em outras palavras, o 1º dia de prova não terá mais os cadernos específicos de cada uma das Áreas do Conhecimento, como é atualmente.

De acordo com as novas regras do Enem, as áreas do conhecimento serão integradas de acordo com a Base comum para o Ensino Médio, numa prova de Formação Geral, com as questões interdisciplinares.

Como vai funcionar o 2º dia de prova

É nesse dia que as mudanças ficam mais evidentes. Neste segundo dia o candidato pode escolher uma das quatro áreas tradicionais para fazer a prova: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, ou Ciências Humanas.

Mas, pera aí, como assim escolher? Pois é! Essa escolha poderá será feita com base no itinerário formativo que o estudante definiu como prioritário durante o Ensino Médio.

Esse é um conceito do novo ensino médio, que dá aos estudantes a oportunidade de escolher as disciplinas, projetos, oficinas e núcleos que deseja estudar e participar, inclusive com uma formação técnico-profissionalizante.

Então, por exemplo, se você quer ir para uma faculdade de Medicina, já pode no ensino médio escolher um Itinerário formativo na área da Saúde. E aí, na hora de se inscrever no Enem, deve escolher fazer a prova de Ciências da Natureza no segundo dia.

No novo ensino médio, basicamente, até 40% da carga de estudos pode ser direcionada para uma área específica. Tudo isso com orientação e disponibilidade da escola.

Bônus na hora do SISU

Os alunos que obtiverem uma Certificação Técnica dentro do novo conceito do Ensino Médio poderão ter bônus na hora de disputar vagas no Sisu. Ou seja, quem escolher durante o Ensino Médio uma formação em Informática, poderão ter bônus para entrar em cursos superiores relacionados.

Quem fizer a Formação Técnica em Saúde, pode ter bônus para Medicina, Odontologia, Psicologia, e assim por diante.

Zerou na redação, tá fora!

Você deve estar se perguntando, mesmo com todas essas mudanças, tem alguma coisa que vai ficar do mesmo jeito? Sim! Quem zerar a redação, fica de fora da disputa por uma vaga na universidade.

O Calendário das mudanças

Essas mudanças foram definidas pelo MEC, pelo CNE, pelo CONSED, e serão implementadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, o INEP, órgão vinculado ao MEC e responsável pela realização do Exame.

As novas regras serão aplicadas gradativamente partir de 2024. A expectativa é que até 2030 todas as mudanças estejam valendo. Os bônus para o Sisu devem começar em 2025.

Mas não se preocupe, pois o Curso Enem Gratuito vai avisar assim que saírem mais informações sobre as mudanças do Enem.

Como estudar de graça para o Enem

Você pode começar hoje mesmo a estudar de graça no Curso Enem Gratuito. Você têm aulas, resumos, e-books, dicas e simulados de todas as matérias. Veja no resumo como funciona o Curso Enem Gratuito:

Veja os temas que mais caem

Confira a lista dos temas que mais caem nas provas do Enem

  1. Português:  Interpretação de TextosEstrutura Textual
  2. História: Revolução Francesa,  e Guerras Mundiais
  3. Geografia: O Espaço Rural, e O Impacto Ambiental
  4. Filosofia: Ética e Justiça. Aristóteles, Platão e Sócrates
  5. Sociologia: O Mundo do Trabalho e as Teorias Sociais
  6. Física: MRUV; Aceleração, Velocidade; e Gravidade
  7. Química: Velocidade das Reações; Equilíbrio Químico
  8. Biologia: As Relações Ecológicas; Interações Antrópicas
  9. Inglês: Leitura e Interpretação de Textos
  10. Espanhol: Leitura e Interpretação de Textos 
  11. Matemática: Cálculo de Área e Volume, Regra de Três

Valeu a lista pra você estudar e mandar bem? As dicas estão aí. Agora só depende de você pegar firme pra chegar lá.

Veja o que são os itinerários formativos

De acordo com o CNE, os itinerários formativos são um

“(…) conjunto de unidades curriculares ofertadas pelas instituições e redes de ensino que possibilitem ao estudante aprofundar seus conhecimentos e se preparar para o prosseguimento de estudos ou para o mundo do trabalho de forma a contribuir para a construção de soluções de problemas específicos da sociedade”.

Eles estão organizados a partir de 4 eixos estruturantes:

  1. Investigação científica: o aluno trabalha a capacidade de investigar a realidade por meio da realização de uma pesquisa científica.
  2. Processos criativos: os estudantes realizam projetos criativos, utilizando e integrando diferentes linguagens, manifestações sensoriais, vivências artísticas, culturais, midiáticas e científicas.
  3. Mediação e intervenção sociocultural: busca-se promover o envolvimento dos alunos com a vida pública, engajando-os em projetos de intervenção sociocultural e ambiental para gerar transformações positivas na comunidade.
  4. Empreendedorismo: amplia-se a capacidade do estudante de utilizar conhecimentos de diferentes áreas para empreender em projetos pessoais ou relacionados ao seu projeto de vida. (Fonte https://bit.ly/3sd7S5g )

Domine as novas regras do Enem

Compartilhe: